Como surgiu o avião?


O avião é uma das principais e mais revolucionárias criações do ser humano em toda a sua história. Atualmente, excluindo os veículos de transporte espacial, o avião é o veículo de transporte militar e civil mais rápido do mundo, permitindo que as distâncias sejam encurtadas e o tempo de deslocamento entre dois pontos seja cada vez menor. O avião possui uma história relativamente curta na linha de evolução humana. Os primeiros registros de aviões datam do fim do século XIX. De lá para cá, muita coisa mudou e o aperfeiçoamento das tecnologias empregadas nos aviões é cada vez mais aprimorado.

A ideia de voar é antiga. Desde a Antiguidade os homens tentam voar como os pássaros. Um dos mais célebres mitos gregos é o de Ícaro, que criou asas de cera para tentar fugir do Labirinto do Minotauro, em Creta. O mito conta que, por se aproximar muito do sol, as asas derreteram e ele não completou seu objetivo. Desde Ícaro, centenas de outros homens tentaram voar:

avião

• Arquitas de Tareto supostamente construiu uma máquina capaz de voar em meados de 400 a. C;
Leonardo da Vinci criou vários projetos de máquinas voadoras, sendo que a criação do helicóptero é atribuída a ele;
• Jean-Marie Le Bris afirma ter decolado com um avião mais leve do que o ar em 1856. Na ocasião ele teve sua máquina puxada por um cavalo para que pudesse “levantar voo”;
• John Joseph Montgomery foi o primeiro homem a realizar um voo com um planador, ou seja, um objeto mais pesado do que o ar em 1883;

Santos Dumont e os irmãos Wright

A teoria oficial de como surgiu o avião é polêmica. Em algumas partes do mundo o pai da aviação é considerado Santos Dumont, franco-brasileiro que, entre outras coisas, foi o criador do dirigível e do 14-bis, aeronave com a qual ele realizou um voo de 21 segundos por mais de 200 metros, há seis metros de altura em 1906. A diferença para os demais homens que realizaram voos é o fato de Santos Dumont ter utilizado uma aeronave que podia decolar por meios próprios, ou seja, utilizando um motor próprio para ser “lançado” para o ar, sem a ajuda de catapultas ou outros objetos.

Os irmãos Wright desenvolveram uma máquina voadora inovadora. Por mais que houvesse a necessidade de algo para catapultar o Flyer – nome da aeronave que efetuou um voo controlado em 1903 – para o voo, os irmãos Wright conseguiram criar uma aeronave com possibilidade de controle, ou seja, seria possível dar direção para a aeronave e mantê-la estável durante o voo.

O mundo todo se divide quanto a quem é, de fato, o pioneiro da aviação. Santos Dumont era uma figura importante e muito famosa em todo o mundo. Já os irmãos Wright eram cientistas e entusiastas da aviação, mas nunca tiveram tanta fama. Na França, no entanto, viveu aquele que os franceses consideram o pai da aviação e o responsável pela criação do nome “avião”. Clément Ader realizou voos próprios em 1890, mas tais voos só foram revelados muitos anos depois, uma vez que os experimentos de Ader tiveram de ser realizados sob sigilo militar. Uma palavra criada por Ader, no entanto, foi escolhida para dar nome às máquinas voadoras que apenas iniciavam suas atividades: avion. A palavra “avion”, que em francês quer dizer avião, foi mantida e é utilizada até hoje em todo o mundo.

Evolução dos aviões

É notável a evolução das aeronaves desde os tempos de Dumont e dos irmãos Wright até os dias de hoje. Desde que surgiu, o avião vem sendo aprimorado para apresentar a melhor eficiência em consumo de combustível e capacidade de carga. Se antes os pequenos aviões precisavam ser catapultados para a decolagem e só voavam por poucos metros, atualmente as grandes aeronaves contam com modernos e potentes motores a jato e podem realizar voos que cobrem mais de um terço da superfície terrestre.

A capacidade de carga das aeronaves também evoluiu bastante. Logo após o surgimento do avião, ainda no início do século XX, a capacidade das aeronaves era limitada a um ou dois tripulantes. Com o fim da Primeira Guerra Mundial e, principalmente, após o fim da Segunda Guerra Mundial, o transporte comercial de passageiros e carga via modal aéreo tornou-se a principal função dos aviões. Desta forma, passamos de uma capacidade de carga pífia em 1903 para mais de 100 toneladas em alguns modelos atualmente.

O Airbus A380, considerado atualmente o maior avião do mundo, pode transportar até 90 toneladas, sendo passageiros e carga. É possível transportar mais de 850 passageiros neste avião quadrimotor a jato. O avião facilitou o transporte no mundo inteiro e contribuiu para globalização massiva. O ser humano conseguiu otimizar o tempo e tempo é dinheiro, ou seja, pode-se dizer que o avião ajuda o homem a produzir mais e a economizar mais ao mesmo tempo.