Corrente Elétrica, Efeito Químico e Corrente Iônica: Contínua e Alternada


Corrente Elétrica

A eletrodinâmica é a área da física que estuda as partículas elétricas em movimento. Sabemos que o efeito destas sobre um corpo qualquer pode ser variado. Desde reações químicas, até térmicas, magnéticas e fisiológicas são percebidas. Neste texto iremos abordar Corrente Elétrica, Efeito Químico e Corrente Iônica: Contínua e Alternada.

Estes fenômenos são parte do nosso cotidiano e estão, por exemplo, nas luzes que acendemos em nossas casas. Podemos citar ainda a sua presença nas resistências que aquecem a água. Seria fácil elencar muitos outros casos em que encontramos os princípios de eletricidade em funcionamento. Vamos começar nosso artigo a partir de algumas definições.

Corrente elétrica e efeito químico

Por corrente elétrica definimos o movimento de cargas elétricas através de um condutor qualquer. Se imaginarmos um fio metálico neste processo, os elétrons no seu interior movem-se em todas as direções. O fluxo caótico de portadores de carga gera colisões entre elétrons livres e íons fixos. A corrente é medida em Ampére empregando-se a fórmula: i = ∆Q/∆t.

Em função do condutor pelo qual a corrente elétrica irá passar diferentes efeitos podem surgir. A intensidade também será determinante neste sentido. Uma das reações possíveis é o efeito químico. Para ocorrer, é preciso que a corrente atravesse soluções eletrolíticas (ácidos, sais ou bases). Como resultado temos uma transformação química. Este princípio é comum no recobrimento de metais.

• Corrente iônica: contínua e alternada

Temos a corrente iônica quando há deslocamento de íons positivos e negativos movendo-se ao mesmo tempo em sentido contrário. É o que ocorre nas soluções eletrolíticas e também nos gases ionizados – exemplo prático são as lâmpadas fluorescentes. No caso das soluções, os íons são portadores de carga e se movem sob influência do campo elétrico.

Na classificação das correntes elétricas encontramos duas categorias. Ela pode ser contínua ou alternada. No primeiro caso o sentido é constante – ex. pilhas e baterias. Na corrente alternada, por outro lado, intensidade e período têm variação em algum momento. Esta é a eletricidade que encontramos em nossas casas. Resumimos assim o que há de mais importante para entender Corrente Elétrica, Efeito Químico e Corrente Iônica: Contínua e Alternada.