Isaac Newton: Princípio da Inércia e 2ª Lei de Newton


Isaac Newton

Que Isaac Newton, um dos mais famosos cientistas de todos os tempos, formulou algumas leis básicas da física, isso é de conhecimento geral. No entanto, você sabe me dizer quais são elas? Quais os seus princípios básicos? Se não sabe, não é um problema! O artigo de hoje veio para explicar pelo menos duas delas: Princípio da Inércia e 2ª Lei de Newton. Confira!

Primeira lei de Newton ou princípio da inércia

A primeira lei de Newton ou o princípio da inércia, como também é conhecida, é aquela que determina que um corpo tende a ficar em repouso enquanto nenhuma força externa atue nele. Assim como um corpo em movimento uniforme também tende e seguir o seu movimento a menos que seja obrigado a acelerar o diminuir a velocidade por forças impressas nele.

Um belo exemplo que podemos usar é o de passageiros em um ônibus. Imagine a seguinte cena: um ônibus segue em uma velocidade constante com 3 passageiros em pé. De repente esse ônibus faz uma parada brusca. Quando isso ocorre as pessoas em pé, por inércia, tendem a continuar o movimento, contudo o ônibus está parado, o que força as pessoas a irem para frente.

Segunda lei de Newton ou Princípio fundamental da dinâmica

Já a Segunda lei de Newton ou Princípio fundamental da dinâmica nos mostra que “A força resultante que atua sobre um corpo é proporcional ao produto da massa pela aceleração por ele adquirida.” Isso significa que para mudar o estado de movimento de objeto, a força exercida sobre ele dependerá da massa que esse objeto possui.

Esse lei pode ser descrita na seguinte equação matemática: Fr = m . a, onde Fr é a força resultante, m é a massa e a significa aceleração. É importante lembrar que toda aceleração adquirida após a intervenção de uma força, terá a mesma direção da força resultante.