África Física e Humana: Características e Classificação


África Física e Humana

Dentre todos os continentes, a África possui particularidades que fazem com que tenha um destaque especial, tanto por suas características geográficas quanto por sua cultura e seu povo, sendo assim um local com muito a ser observado e estudado.

A África física

O continente africano possui uma grande extensão territorial, com aproximadamente 30.000.000 de quilômetros quadrados, nos quais é possível encontrar uma grande variedade de paisagens e características ao longo de seu território.

Dentre as paisagens, destacam-se os planaltos, no qual se pode classificar o deserto do Saara, localizado em uma destas regiões. As planícies também são bastante encontradas na África, destacando-se, por exemplo, a planície que acompanha o vale do rio Nilo.

Outra característica importante da África está relacionada ao clima do continente, conhecido por suas altas temperaturas. Isto acontece, especialmente, pela localização do continente africano, situado entre a linha do Equador e os trópicos, fazendo assim com que tenha altas temperaturas, embora o índice pluviométrico varie entre seus países de acordo com cada região.

Aspectos humanos da África

A África é um continente com um grande numero de habitantes, sendo que mais de 900 milhões de pessoas estão divididas entre seus países. No entanto, este número de pessoas não é dividido de forma regular, havendo assim áreas extremamente populosas e outras com um número muito pequeno de habitantes.

Isto faz com que alguns países africanos tenham um número muito elevado de habitantes, como a Nigéria, com mais de 130 milhões de habitantes, e o Egito, com quase 75 milhões de habitantes.

Em contrapartida, algumas áreas muito menos povoadas permitem que alguns povos nativos ainda preservem seu modo de vida e cultura, com populações muito pequenas em relação a outras áreas do continente.

Esta preservação da cultura faz ainda com que milhares de dialetos africanos nativos sejam utilizados atualmente, embora as línguas europeias, como inglês, francês, espanhol e português, sejam as mais faladas no continente.