Agentes Externos do Relevo


Agentes Externos do Relevo

Agentes Externos do Relevo

O relevo é a camada superficial da litosfera, a camada sólida da Terra, formada por saliências, contornos, irregularidades e reentransas.

Há quatro formas de relevo: planícies, planaltos, montanhas e depressões. É o relevo uma das variáveis geográficas a dar configuração às mais diversas regiões e países.

O relevo é produto de longas e graduais transformações que se dão ao longo do tempo, modificando-o. Essas transformações são promovidas pelos agentes.

Os agentes formadores do relevo são internos e externos.

Os agentes internos são os abalos sísmicos, o tectonismo e o vulcanismo, todos movimentos que se dão no interior da crosta terrestre e vão moldando o relevo aparente ao longo do tempo.

Os agentes externos do relevo são aqueles que são visíveis o perceptíveis aos sentidos humanos, que agem externamente sobre as formações, transformando-as ao longo do tempo.

Quais são os agentes externos?

– Rios

O agente transformador é a água, que, ao longo do tempo, vai modificando os leitos e as margens dos rios, por meio da erosão, que vai modificando a paisagem, gerando formações como os canyons.

Além da ação erosiva, as águas dos rios levam sedimentos que são depositados nas margens e modificam a paisagem gerando formações como os deltas.

– Chuvas

As águas das chuvas também provocam erosão em formações montanhosas, levando, em seu curso terra e pedras, principalmente se não houver vegetação na área, provocando deslizamento, que acabam causando modificações nas encostas.

– Mares

As águas dos mares, em sua interação com a costa provocam erosão, modificando as rochas e mudando as características do relevo litorâneo, originando formações como as restingas e as ilhas.

Ventos

O vento também pode provocar modificações na paisagem, principalmente em regiões desérticas, onde o deslocamento de areia pode originar a formação de dunas.

– Geleiras

Os fiordes são formações decorrentes do impacto dos grandes blocos de gelo sobe a costa. É um exemplo de ação externa sobre o relevo produzido pelas geleiras.

– Homem

O homem, como única forma de vida no planeta capaz de alterar o ambiente, se transformou no mais rápido agente externo de mudança do relevo, seja desviando curso dos rios, seja desmatando florestas, acelerando as modificações.