Cultura e Globalização


Você deve estar se perguntando qual a relação entre a globalização e a cultura existente nos países. Claro que olhando de maneira rápida quase não da para relacionar ambos os assuntos, mas ao analisar o fundamento de cada um nota-se que a cultura atual pode estar muito ligada à globalização. Isso ocorre pelo fato da transformação que a globalização fez em todo o mundo, permitindo promover novas formas de integração em aspectos distintos.

Afinal, o que é a Globalização?

A globalização permitiu desenvolver o mundo em busca de impor novas formas para integrar a economia, além das culturas e também os setores que permitem a integração social e política. Com a globalização é possível afirmar que o mundo sofreu mudanças importantes que permitiram criar novas formas de interagir com o próximo, aproveitar o dia a dia e até mesmo criar novas opções na rotina da população as quais passam a ser geradas por meio do capitalismo.

Globalização

De forma clara, o capitalismo está diretamente ligado ao surgimento da globalização pelo fato de incentivar o consumo de produtos ou serviços que surgem pelo mercado. Com isso ocorre que a globalização passou a permitir que os países tivessem acesso a diferentes itens de outras partes do mundo. A globalização literalmente aproximou as nações e o mercado, permitindo a consolidação de todo o mundo por ser uma versão atualizada do capitalismo.

De uma maneira interessante, a globalização permitiu formar novas relações com empresas de mercados e países distintos. Inclusive, parte disso ocorreu com o auxílio de multinacionais e até mesmo transnacionais para que cada empresa pudesse realizar negócios e desenvolver as suas atividades nos locais mais variados do mundo. Mas engana-se a pessoa que vê a globalização apenas como uma forma de aumentar a ideia de consumo no mundo.

Na verdade, a globalização também permitiu novas formas de se comunicar e, por sinal, permitiu influir em diversos outros aspectos. No caso da comunicação, a globalização é responsável por permitir que as pessoas se conectem com outros locais do mundo, afetando de forma direta em todas as nações. De fato isso também permite que a cultura local de diferentes cidades ou até mesmo países passem a ser difundidas em outros locais graças à globalização.

A Cultura e a Globalização

A cultura pode ser caracterizada de diferentes formas e permite encontrar conotações que passam a surpreender. Uma delas é a relação que as pessoas fazem com o acesso a leitura, a música e também a arte. Não deixa de ser algo real, afinal a cultura de um país ou cidade pode ser representada por meio de obras de arte, músicas e livros que representam uma linguagem específica. Mas de forma mais ampla a cultura pode ter um significado diferente.

Para seu significado amplo pode-se dizer que a cultura é tudo aquilo que caracteriza jeitos, formas e comportamentos de uma nação. Cada local possui uma cultura específica que pode se diferenciar diante de outras localidades. A cultura passa a juntar manifestações distintas, como as artísticas, linguísticas, sociais e, claro, o comportamento de uma civilização que começa a ser algo característico daquele povo. Ou seja, é a sua cultura se comportar daquela forma.

É interessante poder viajar para cidades aleatórias ou países distantes e poder admirar as mais variadas culturas de cada local. Diferente do que muitos pensam, a cultura deve ser considerada uma das principais riquezas de um local, pois é por meio dela que as pessoas se manifestam e ainda permitem apresentar a outros povos. Entender que a cultura vai muito além de um simples texto, pois é importante para notar as experiências que ela pode proporcionar.

A cultura passou a ganhar maior destaque entre as pessoas por conta da globalização – que por sinal pode proporcionar novas experiência para os mais variados povos ou civilizações. Para entender esse processo que une a cultura e a globalização basta se remeter a ideia citada anteriormente. A globalização de fato possui uma relação ampla com o capitalismo, mas o seu surgimento permitiu ampliar a comunicação e promover a transmissão de conhecimentos.

Dentro desses conhecimentos você pode incluir os valores culturais de cada cidade e país que se encontra nesse planeta. Se a comunicação passou a ser feita de maneira exponencial, passa a ser um fato que a população mundial teve acesso ao comportamento, além de todas as manifestações linguísticas, sociais e artísticas de locais distintos do mundo graças à evolução que a globalização pode promover.

Mas é preciso notar também que com essa facilidade de se comunicar e ter acesso a informações distintas de locais, é possível que um local sofra alterações perante a sua cultura, pois com o conhecimento adquirido pelas mais variadas manifestações é provável que uma pessoa ou um povo inteiro tenha a oportunidade de “sofrer” com influências culturais. A cultura, muito provavelmente, agrade a globalização pela sua difusão.