Europa Física e Humana: Clima, Vegetação, Características, Migrações e Conflitos


Europa Física e Humana

A Europa é um continente composto por 49 países, distribuídos em uma área de 10.498.000 km².

A altitude média do continente é de 350 metros. Prevalecem no território europeu as planícies, dentre as quais se destacam a Planície Russa e a Germano-Polonesa. O continente possui ainda importantes cadeias de montanhas e planaltos, com destaque para o Planalto Central Russo e o Maciço Central Francês.

Os principais rios do continente são o Tâmisa, Reno, Pó, Volga, Danúbio, Ural, Loire, Tejo e Douro. O continente é banhado pelo Oceano Atlântico, a oeste, pelo Oceano Ártico, ao norte, e pelo mar Mediterrâneo, ao sul.

Quanto à vegetação, predomina no sul a vegetação de arbustos, nas regiões central e leste prevalecem as estepes e no norte a taiga e a tundra. O clima predominante é o temperado continental, que se torna bastante úmido na região banhada pelo Atlântico. No sul, prevalece o clima mediterrâneo, com verão seco e quente, enquanto o inverno é chuvoso. No centro e no leste da Europa o clima é frio, enquanto o clima polar se faz presente no extremo norte.

Geografia humana

O continente europeu abriga cerca de 750 milhões de habitantes, com densidade demográfica de 72 habitantes por km².

Os grupos étnicos predominantes no continente são os eslavos, germânicos, anglo-saxões, latinos e escandinavos, sendo que a maioria da população é de cor branca.

O cristianismo é um traço marcante do continente europeu, com divisão entre o catolicismo romano, mais tradicional, os ortodoxos, concentrados na Grécia e na Rússia, e o protestantismo.

As maiores densidades demográficas são presenciadas na Europa Centro-Ocidental. Naquela região estão concentrados os países mais ricos, com maior atividade industrial, dentre os quais se destacam a Alemanha, o Reino Unido, a França, os Países Baixos e a Itália.

Migrações e conflitos

A Europa vive nos dias atuais alguns dilemas importantes. Os países do continente estruturaram a União Europeia, uma forma de criar unidade e fazer frente ao poderio econômico de nações como Estados Unidos e Rússia.

Por ser um continente onde a maior parte dos países são desenvolvidos, atrai muitos imigrantes, o que compromete a capacidade dos governos de atender de forma satisfatória a todos os contingentes populacionais.

A xenofobia com relação aos imigrantes que chegam ao continente, principalmente provenientes da África, tem servido como alavancagem para a extrema direita, colocando em risco a harmonia e o equilíbrio do continente, sendo esse um dos grandes desafios para a União Europeia nos próximos anos.