Extrativismo no Brasil: Regiões Exploradas, Minério de Ferro, Bauxita, Manganês, Sal e Ouro


Extrativismo no Brasil
Extrativismo é toda atividade em que se extrai recursos naturais para utilização na atividade econômica. Atualmente, o extrativismo mineral, da madeira e da borracha estão entre os principais insumos da atividade econômica, seja como matéria-prima, seja como combustível para mover a indústria.

As regiões em que ocorre maior atividade extrativista de minerais são o Quadrilátero Ferrífero, em Minas Gerais, a Serra dos Carajás, no Pará, e o Maciço do Urucum, no Mato Grosso do Sul.

Entre os principais minerais extraídos no Brasil estão: minério de ferro, bauxita, manganês, sal e ouro. O país é grande exportador de minérios, atividade que tem peso na balança comercial e na saúde da economia local.

Ferro

Produzido no Quadrilátero Ferrífero e na Serra dos Carajás, o ferro é um dos principais ativos da economia brasileira. O país é responsável pela produção de 75% do ferro mundial. São produzidas, anualmente, cerca de 240 milhões de toneladas.

Bauxita

O Brasil é o terceiro maior produtor do mundo de bauxita, com cerca de 17,4 milhões de toneladas produzidas ao ano. Esse mineral é extraído na Serra do Oriximiná, no Pará, que o maior produtor desse minério.

Manganês

O Brasil é, também, o terceiro maior produtor de manganês do mundo. As jazidas se encontram na Serra dos Carajás, no Quadrilátero Ferrífero e no Maciço do Urucum, onde são extraídas cerca de 1,3 milhão de toneladas, das quais 50% são compradas pelos Estados Unidos e Japão.

Sal

O Rio Grande do Norte é responsável por 95% do sal produzido no Brasil. Trata-se do bem mineral de maior consumo industrial no planeta,

Ouro

O Brasil tem Minas Gerais como maior produtora de ouro. Esse metal foi responsável pela aceleração do povoamento do interior do Brasil no século XVII, mas o país não está entre os maiores produtores do mundo.