Pentágono (EUA)


O Pentágono é a nomenclatura dada à sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, situado no condado de Arlington, Virgínia, próximo ao rio Potomac, em Washington, DC. Por ter se tornado um símbolo das forças armadas dos Estados Unidos, o prédio é comumente usado metonimicamente para se aludir ao Departamento de Defesa.

Pentágono (EUA)

A construção foi projetada por George Bergstrom (1876-1955), arquiteto norte-americano, e executada pelo empreiteiro geral John McShain, da Filadélfia. As obras iniciaram em 11 de setembro de 1941 e a inauguração do edifício deu-se em 15 de janeiro de 1943, durante a presidência de Franklin D. Roosevelt. O principal responsável pela iniciativa foi General Brehon Somervell, enquanto o coronel Leslie Groves supervisionou o seu andamento para o Exército dos Estados Unidos.

Um fato relevante sobre o Pentágono é que ele está entre os maiores edifícios de escritório no mundo inteiro, com aproximadamente 600.000 metros quadrados. Dessa área total, 340.000 m² são ocupados por escritórios. Em torno de 23 mil trabalhadores militares e civis e cerca de 3.000 equipes de apoio atuam no local. Como o nome indica, a construção conta com cinco lados e cinco andares sobre o solo, bem como dois pisos subterrâneos. Há também cinco corredores em forma de anel em cada andar, totalizando 28,2 km de extensão. A sede do Departamento de Defesa possui uma praça central, em formato de pentágono, com 20.000 m², apelidado de “ground zero” (algo como “marco zero”). Essa referência informal data do período da Guerra Fria na hipótese de que se tornaria um alvo importante da União Soviética caso uma guerra nuclear eclodisse. A seguir, explicaremos com maiores detalhes a história e a estrutura do Pentágono. Acompanhe!

A História e a Estrutura do Pentágono

Desde que foi inaugurado, em 15 de janeiro de 1943, o Pentágono estabeleceu-se com um dos prédios mais conhecidos de todos os tempos. Ele sempre pertenceu às forças armadas norte-americana e foi planejado ainda durante a Segunda Guerra Mundial. Na primeira metade de 1941, devido aos combates, o Departamento de Guerra teve como desafio o fornecer espaço para o crescente número de funcionários envolvidos na matrizes de um exército que se expandia. Inicialmente, o presidente elaborou um pedido para que o Congresso aprovasse a construção de prédios adicionais. No entanto, a proposta vencedora foi a do brigadeiro-general Brehon B. Somervell, chefe de construção, pois sugeria um esquema que recebesse todos os braços das forças armadas.

• O Pentágono ocupa uma espaço total de 116.000 m² e engloba um adicional de 21.000 m², referente ao pátio central;
• A sede foi criada para abrigar as forças armadas a partir da 2ª Guerra Mundial;
• Seu sistema de locomoção eficiente permite atravessar os pontos extremos do edifício em apenas sete minutos de caminhada;
• Esse complexo dispõe de mais de 20 lojas próprias de redes de fast food, entre as quais estão: McDonald’s, Starbucks, Subway e Dunkin’ Donuts;
• Há também um centro fitness, que atende militares e civis.

O Atentado de 11 de setembro de 2001

O capítulo mais marcante da história mais recente do Pentágono é o ataque terrorista de 11 de setembro de 2001. No dia em que o prédio completaria o 60º aniversário, cinco indivíduos ligados ao grupo extremista al-Qaeda sequestraram o Voo 77 da American Airlines. Após assumirem controle do avião, que ia do Aeroporto Internacional Washington Dulles ao Aeroporto Internacional de Los Angeles, eles colidiram deliberadamente com o Boing 757 contra o setor ocidental da sede. Esse ataque ocorreu às 9:37 EDT, como parte das demais ações de 11 de setembro de 2001 que atingiram os Estados Unidos. Como resultado, todos os 59 civis e os 5 terroristas que estavam dentro da aeronave acabaram morrendo. Em adição, 70 civis e 55 militares presentes no prédio do governo foram vitimados pelo impacto.

A área afetada tinha um melhor preparo para suportar eventuais ataques, o que contribuiu para um número menor de baixa. Esse reforço na segurança teve como motivação o atentado de Oklahoma City, de 1995, e a obra estava quase finalizada. Devido ao choque, a estrutura do prédio ficou bastante comprometida e houve colapso de um setor. Por sorte, no período do atentado, o Pentágono estava em reparos e vários escritórios estavam vazios.

Os mesmos profissionais encarregados de renovar o edifício realizaram as reconstruções dos setores danificados pelo atentado. A função adicional foi chamada de “Projeto Fênix” e as salas danificadas forma reocupadas em 11 de setembro de 2002, exatamente um ano depois do ataque.

Conforme a seção do Pentágono foi restaurada, criou-se no ponto de impacto um pequeno memorial e uma capela. Já no quinto aniversário dos atentados de 11 de setembro de 2001, elevou-se um memorial constituído por 184 feixes de luz no pátio central, cada luz representando uma das vítimas. Ainda, anualmente uma bandeira estado-unidense é hasteada no setor do Pentágono que avariado e, à noite, a lateral do prédio ganha uma iluminação azul.

• O atual Memorial do Pentágono é um parque com 8.100 m² e 184 bancos, que simbolizam cada morto. Ele foi aberto ao público em 11 de setembro de 2008;

• O atentado ao Pentágono foi a primeira ação estrangeira com grandes repercussões em instalações do governo em Washington desde que o incêndio de 1812 pelo Império Britânico na Guerra Anglo-Americana.