Resumo das Mudanças Climáticas


Você certamente já ouviu falar no termo “mudanças climáticas”, mas talvez não entenda a real complexidade do que isso significa. Essas mudanças representam as modificações que estão sendo constatadas no clima do planeta Terra de um modo geral, provocadas tanto por ações humanas quanto pelas próprias condições naturais.

Esse assunto é tão sério, que aqui no Brasil, 16 de março foi instituído como o Dia Nacional de Conscientização sobre as Mudanças Climáticas, para que as pessoas possam refletir sobre o assunto e discutir, buscando possível alternativas para se relacionar com esse fenômeno, já que ele não pode ser controlado totalmente.

Vamos ver agora, nesse resumo das mudanças climáticas, quais são os fatores que estão provocando essa situação e quais são as reais consequências provocadas pelas mudanças.

Mudanças Climáticas

Resumo das mudanças climáticas – principais fatores

Primeiramente, é necessário ressaltar que as mudanças climáticas entraram em pauta porque foram registradas cientificamente, por meio de alterações em valores médios apontados no decorrer dos anos. Portanto, a partir do momento em que se comprovou que essas mudanças são uma realidade presente, foi necessário levantar suas causas e analisar as consequências.

Como mencionamos anteriormente, vários dos aspectos que provocam esse tipo de mudança são inerentes à própria natureza, dentre eles, podemos citar:

• Ciclo do sol: corresponde às variações percebidas no campo magnético solar e na intensidade do vento solar. Além disso, a energia emitida por essa estrela aumenta em cerca de 10% a cada um bilhão de anos;

• Variação orbital: diz respeito às mudanças na posição e movimento da Terra em relação ao sol, que podem provocar aumento ou diminuição da radiação solar;

• Deriva dos continentes: as placas tectônicas de movimentam cerca de 2 centímetros por ano, o que pode causar uma aproximação ou afastamento dos continentes em relação aos polos e isso também interfere no clima;

• El Niño e La Niña: fenômenos bastante conhecidos que modificam a temperatura em algumas partes do Pacífico;

• Vulcanismo: esse é um caso interessante, os vulcões emitem partículas que refletem a luz solar, impedindo a sua absorção, o que pode causar um resfriamento da temperatura terrestre. No entanto, para que a mudança fosse realmente significativa, seriam necessárias cerca de 100 mil toneladas de dióxido de enxofre na atmosfera!

• Impactos de meteoritos: é um fenômeno bem raro, mas que pode acontecer. Se o planeta sofrer um impacto grande de um corpo como esse, a biosfera pode ser alterada e a temperatura também.

Mas, de acordo com um órgão das Nações Unidas chamado Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, há uma certeza em torno de 90% de que o aumento da temperatura terrestre que tem sido verificado é provocado por ação humana.

A principal ação do homem que agrava radicalmente a questão das mudanças climáticas é a emissão de gases poluentes que intensificam o efeito estufa, como gás carbônico, clorofluocarbonetos (CFC), metano, óxido nitroso e outros. O
mais abundante realmente é o gás carbônico, que responde por mais de 60% do total.

A liberação desses gases ocorre principalmente por atividades industriais, pela queima de combustíveis fósseis, desmatamento das florestas e criação de gado.

Mas qual a relação entre o efeito estufa e as mudanças climáticas? O efeito estufa é um fenômeno natural e necessário para a manutenção da vida na Terra: graças a ele, quando os raios solares chegam ao planeta, cerca de 65% ficam retidos e os outros 35% são refletidos de volta para o espaço. Essa quantidade de radiação absorvida é a necessária para nos fornecer luz e calor.

No entanto, esses poluentes estão fazendo com que parte da radiação que deveria voltar para o espaço não consiga sair e fique no planeta, elevando a temperatura, ou seja, provocando uma mudança climática.

Resumo das mudanças climáticas – consequências

O aquecimento global é o principal fenômeno provocado pelas mudanças climáticas, que consiste justamente nesse aumento da temperatura terrestre que vem sendo registrado nos últimos anos.

Isso tem provocado o derretimento do gelo das calotas polares, que elevam o nível dos oceanos. A longo prazo, isso pode levar ao desaparecimento de ilhas e até de cidades litorâneas, que tendem a ser encobertas pela água. Muitas dessas regiões que estão correndo riscos, são intensamente povoadas.

Outra consequência das mudanças climáticas é o processo de desertificação observado em algumas regiões.

Por conta das mudanças e do aquecimento global propriamente dito, há uma tendência de maior ocorrência de alguns eventos climáticos, como inundações, tempestades tropicais, secas, nevascas, ondas de calor, tsunamis, furacões, tornados e outros. Perceba que todos eles podem trazer consequências graves para a humanidade e para os ecossistemas de modo geral.

Inclusive, no futuro, é possível até que determinadas espécies de animais e plantas acabem sendo extintas por conta dessas situações.

Esse resumo das mudanças climáticas demonstra a seriedade do assunto e a necessidade de se buscar formas para amenizar o fenômeno, pelo bem da humanidade e do futuro.