Resumo sobre a Meteorologia na atualidade


Neste artigo sobre o resumo da meteorologia moderna você vai aprender tudo sobre esta importante área da ciência e o quanto ela interfere no seu cotidiano.

Resumo sobre a Meteorologia na atualidade

Mais do que simplesmente garantir as informações diárias se devemos ou não levar o guarda-chuva na bolsa, a compreensão do tempo e suas alterações permite uma melhor produção agrícola e proteção para as pessoas que vivem nas cidades. Ou seja, sem ela, seria bem mais difícil vivermos em sociedade e planejar os próximos passos.

Resumo sobre meteorologia moderna

A principal área de estudo da meteorologia moderna é a atmosfera terrestre, com o foco ainda mais estreito sobre as alterações climáticas que possibilitam uma previsão.

Apesar de estar presente no nosso cotidiano, esta área de estudos é muito antiga. Há mais de dois milênios o homem observa a natureza a fim de prever as alterações do clima. Os primeiros trabalhos nesta área se davam a partir da análise dos acontecimentos naturais e de sua comparação.

Depois, veio a criação de termômetros, medidores e até o uso de imagens de satélite a fim de garantir uma melhor compreensão dos fenômenos naturais. Mas o grande salto para a meteorologia moderna sem dúvidas foi o advento do computador e da internet, que possibilitou um acompanhamento global do que acontece no clima e uma comparação mundial a fim de garantir cada vez mais efetividade.

Atualmente, o intercâmbio de informações, a tecnologia e o conhecimento profundo dos profissionais garante uma previsão cada vez mais precisa a respeito das alterações climáticas, mesmo sendo elas bastante imprevisíveis e rapidamente alteradas.

É importante salientarmos neste resumo sobre meteorologia moderna, que trata-se de uma ciência bastante séria que reúnem conhecimentos de física, química, hidrologia, astronomia, oceanografia e também o uso de tecnologia.

Os fenômenos estudados pela meteorologia são observáveis em um determinado espaço de tempo e quando mais no futuro forem as previsões, mas elas podem se alterar com o passar do tempo. Isso acontece porque tudo muda muito rapidamente na atmosfera terrestre e a própria ação do homem pode interferir nestas mudanças, através da poluição e outros fatores.

Grande parte de todos os fenômenos meteorológicos acontecem na troposfera, uma das camadas mais baixas da atmosfera e que é capaz de afetar grandes regiões do planeta ou pequenas áreas isoladas, como, por exemplo, um bairro em uma cidade.

Fazem parte da meteorologia moderna, os estudos nas áreas de:

  • Micrometeorologia
  • Meteorologia de Meso escala
  • Meteorologia Sinótica
  • Meteorologia de escala global
  • Meteorologia física

Elas se diferem com relação a sua abrangência temporal ou espacial e servem para os mais diversos fins.

Equipamentos utilizados na meteorologia Moderna

O primeiro termômetro foi criado por Fernando II de Medici, em meados do século XVIII e a chuva foi um dos eventos naturais que deram início a previsão do tempo.

Como se trata de uma ciência, o estudo da meteorologia moderna só é possível através do uso de mecanismos e tecnologias especiais. Estes equipamentos são capazes de ler a infinidade de informações disponíveis na atmosfera da Terra, como, por exemplo, a umidade, a temperatura, a pressão, os ventos e muito mais.

A previsão, portanto, se dá a partir da leitura dos diversos equipamentos e do cruzamento de informações. Estes equipamentos podem revelar as condições climáticas de um exato momento em uma região ou ainda previsões futuras.

Cada central de meteorologia utiliza seus equipamentos. Entre os mais utilizados no mundo todo, podemos citar:

  • Anemógrafos – capazes de calcular a velocidade dos ventos
  • Barógrafos – que medem a pressão atmosférica em determinada região
  • Evaporímetros – que como o nome indica, mostram o grau de evaporação da água de uma determinada região
  • Heliógrafos – equipamentos que medem a duração dos raios do sol no local
  • Higrômetros – que medem quantidade de água no ar, ou seja a umidade
  • Pluviômetros – que medem diretamente a possibilidade de incidência de chuva em uma determinada região
  • Piranômetros – equipamentos que medem a radiação solar e sua intensidade
  • Termômetros – os mais comuns, que medem a temperatura e sua variação.

Geralmente os equipamentos ficam espalhados ou localizados em uma estação meteorológica, na qual todos eles funcionam de forma simultânea. A meteorologia moderna também não seria possível sem a coleta de dados em mares e oceanos pelo mundo todo, pelos radares e estações que ficam embarcadas em aeronaves, balões meteorológicos que utilizam radiossondas e satélites.

A previsão do tempo com cada vez mais precisão garante uma melhor qualidade de vida para as pessoas, melhora a produtividade de lavouras, protege vidas em caso de fenômenos agressivos como tsunamis, terremotos, furações, enchentes e secas.

Além disso, ainda garantem que a economia se mantenha em alta produtividade, já que a previsão do tempo interfere diretamente na produção de energia, na quantidade de água disponível, na construção civil, os eventos em geral e até nas viagens e no comportamento das pessoas.

A meteorologia moderna é uma importante área da ciência e que tende a ficar cada vez mais eficaz, garantindo uma previsão do tempo a longo prazo e possibilitando um planejamento mais seguro.