Resumo sobre o país Iugoslavia


A Iugoslávia se unificou após a Primeira Guerra Mundial, unindo diversas etnias que, durante séculos, se viam como inimigas. Localizada no sul da Europa, era composta por territórios que anteriormente faziam parte dos Impérios Turco-Otomano e Austro-Húngaro.

Resumo sobre o país Iugoslavia

Os conflitos nesse território são originários da Idade Média, época em que a Península Balcânica foi invadida e dominada por turcos muçulmanos, que subjugaram sérvios croatas. Ao longo do período em que os turcos dominaram esses povos, uma parte significativa dos moradores se converteram ao islamismo. Essa história de dominação e disputas gerou medo e ódio entre os povos da região.

A República Socialista Federativa da Iugoslávia era parlamentarista e sua capital era Belgrado. A língua oficial do país era o sérvio, apesar de ser formada por diversos outros povos, como albaneses, húngaros e montegrinos. Ela era composta por:

  • Federação de repúblicas: Macedônia, Bósnia-Herzegovina, Eslovênia. Croácia. Montenegro e Sérvia;
  • Regiões autônomas: Kosovo e Voivodina.

A Sérvia era a república com mais poder no território, já que detinha a maioria da economia e das forças armadas da Iugoslávia. Isso explica também porque o seu idioma foi escolhido como oficial.

Nas repúblicas da Eslovênia, da Croácia e da Bósnia-Herzegovina, foi feita uma tentativa de misturar os povos para tornar mais difícil a ocorrência de movimentos separatistas no país futuramente. Por isso, uma minoria sérvia está presente nessas regiões.

Nesse texto você encontra um resumo sobre Iugoslávia, os principais fatos, como ocorreu sua formação e seu desmembramento.

Resumo sobre Iugoslávia: história

Confira a seguir alguns dos fatos mais importantes da história do território conhecido como Iugoslávia:

  • Albaneses (muçulmanos) povoaram Kosovo (Sérvia histórica).
  • Eslavos muçulmanos aparecem na Bósnia-Herzegovina.
  • É criada a Krajina, com a ida dos sérvios para o norte da região.
  • Em Montenegro, os sérvios conseguiram se manter independentes.
  • Durante o século XIX, os turcos se enfraquecem e a Bósnia-Herzegovina se torna um domínio da Áustria.
  • Sérvia e Montenegro conquistam a independência do Império Otomano em 1878.
  • Com o auxílio de Bulgária e Grécia, Sérvia e Montenegro vencem, em 1912, as forças do Império Otomano (Turquia).
  • Também em 1912, os territórios turcos restantes são dominados pelos sérvios.
  • Após declarar guerra aos países que antes eram seus aliados, em 1913, a Bulgária é derrotada.
  • Em Sarajevo, um estudante assassina Francisco Ferdinando, arquiduque e herdeiro do trono austro-húngaro, criando assim o estopim para o início da Primeira Guerra Mundial.
  • Após austríacos fracassarem na Primeira Guerra, o reino dos sérvios, croatas e eslovenos é criado pelos eslavos.
  • Esse reino recebe o nome de reino da Iugoslávia em 1929.
  • Alemanha e seus aliados ocupam a Iugoslávia em 1941, ao se depararem com o risco do país ceder à pressão popular e se alinhar aos Aliados na guerra.

Assim, o território desse reino passa a ser dividido por Hungria, Bulgária, Itália e Alemanha.

  • Com a fundação na Croácia do movimento fascista e nacionalista, incluindo a Bósnia-Herzegovina, por Ante Pavelic, os sérvios sofreram um massacre cruel.
  • Os Partisans, liderados por Josip Broz Tito, e os Chetniks, cujo líder era Mihailovic, controlavam a resistência sérvia.
  • Quando a guerra acabou, a Iugoslávia aboliu a monarquia. O país foi transformado por Tito na República Socialista Federativa da Iugoslávia.
  • Assim, o marechal Tito foi eleito. Ele colocou em prática um ideal socialista nesse país, mas não aceitava interferências da União Soviética.
  • Aliado ao carisma de Josip Tito, o ideal socialista se sobrepôs às questões nacionais e as tensões internas da Iugoslávia foram amenizadas.
  • Em 1980, Tito morre.
  • Com a morte de seu líder unificador e pós uma fase marcada pelo crescimento, a economia dessa nação entra em crise.
  • O povo passa a conviver com questões como inflação, dívida externa e desemprego.
  • A independência é declarada pelos parlamentos da Croácia e da Eslovênia em 25 de junho de 1991, após a realização de um plebiscito.
  • Eleito em 1989, o presidente da Sérvia Slobodan Milosevic não reconhece a autonomia dos dois países e assim começa a guerra civil.
  • Após uma guerra civil marcada pela violência, o território passou a ter Macedônia, Bósnia-Herzegovina, Iugoslávia (Sérvia e Montenegro), Croácia e Eslovênia como estados soberanos.

Conflitos e mudanças recentes na região

Depois da morte de Tito, se inicia o desmembramento da Iugoslávia, dando origem a diversas nações ao longo de duas décadas. Entretanto, essa região ainda é tomada pela cólera étnica, originada e alimentada por questões e rancores antigos e também pelo medo de serem subjugados e ter opositores como governantes, como vimos acima. Esse resumo sobre Iugoslávia também mostra algumas alterações geopolíticas e conflitos enfrentados no território recentemente.

  • 2006: através de referendo, Montenegro se torna independente.
  • 2001: ocorrem conflitos na Macedônia entre a minoria albanesa e os macedônios.
  • 1999: conflito em Kosovo, território administrado pela ONU e que conta com a presença de tropas da Rússia e da OTAN.
  • 1991 a 1995: Guerra Civil na Bósnia-Herzegovina.