Brasil Colonial: Invasão Francesa e Holandesa, Domínio Espanhol, Cana de Açúcar


Brasil Colonial

Durante o primeiro século de Brasil Colonial, a metrópole, Portugal, acabou parando sob o comando espanhol quando o rei português D. Sebastião morreu sem deixar descendentes, colocando a coroa à disposição do rei espanhol Felipe II, neto de D. Manual. Neste período, conhecido como União Ibérica, as colônias portuguesas foram invadidas por inimigos da Espanha. Falaremos da invasão francesa e holandesa no Brasil.

Durante os anos de União Ibérica, a administração da metrópole tratava ao Brasil de forma negligente, pois a colônia portuguesa tinha pouca produção de ouro comparadas ao territórios espanhóis. Assim, o Tratado de Tordesilhas passou a ser desconsiderado, enquanto inimigos da Coroa Espanhola viram nisso uma oportunidade para invadir e conquistar partes do território brasileiro.

Invasões Francesas

Durante o Século XVI, a França tentou invadir o território brasileiro tanto a Sudeste, como na região Nordeste, mas não obteve grandes êxitos em nenhuma das tentativas. Na Paraíba e no Ceará foram os dois estados onde os franceses chegaram mais longe em suas invasões, porém, a presença franca no local perdurou até por volta de 1615, quando as tropas portuguesas expulsaram de vez os invasores e construíram fortificações nos locais visados pelos estrangeiros.

Invasões Holandesas

Diferentemente dos esforços franceses para invadir o Brasil, os holandeses tiveram mais sucesso e chegaram a dominar algumas regiões do Nordeste brasileiro, grandes produtoras de cana de açúcar na época. Com a União Ibérica, a coroa espanhola proibiu as negociações de açúcar entre o Brasil e a Holanda. A intenção dos países baixos era retomar o comércio proibido no local.

Os Holandeses invadiram com sucesso as cidades de Salvador, estabelecendo governo local por 1 ano, e depois Olinda, onde foi estabelecida uma colônia holandesa em território brasileiro por 17 anos (1637-1654), quando os portugueses (apoiados por militares ingleses) conseguiram expulsar as tropas holandesas comandadas por Maurício de Nassau.