Resumo do Primeiro Reinado


Primeiro Reinado

O primeiro reinado foi o período iniciado logo após a declaração da independência do Brasil, com a coroação do imperador Dom Pedro I. Isto aconteceu devido ao fato de que, ao contrário da maioria das outras colônias americanas, o Brasil não adotou a república com sua independência.

Assim, o período conhecido como primeiro reinado foi o início do Brasil Imperial, que perdurou durante os anos em que Dom Pedro I comandou o Brasil, entre 1822 e 1831.

Constituição de 1824 e guerra da Cisplatina

Uma das principais características do primeiro reinado foi o autoritarismo de Dom Pedro I. Isto se faz muito perceptível com a implementação da primeira Constituição do Brasil, colocada em vigor em 1824.

Durante a elaboração da Constituição, em 1823, muitos políticos tentaram limitar os poderes de Dom Pedro I, mas não obtiveram resultados positivos, sofrendo duras represálias, inclusive com a prisão de muitos políticos. Assim, a Constituição de 1824 obteve um caráter extremamente elitista e excludente, na qual o imperador possuía poder total, contribuindo assim para seu autoritarismo.

Além disso, o primeiro reinado também foi marcado por muitos conflitos espalhados pelo país, sendo uma das mais importantes a guerra da Cisplatina, na qual os moradores da província Cisplatina buscavam a independência do Brasil.

Após conflitos muito sangrentos, com várias mortes e uma guerra declarada à Argentina, houve a intervenção da Inglaterra, fundamental para a criação de um novo país na província da Cisplatina, originando assim o Uruguai.

Abdicação do trono

Sofrendo com a forte oposição e a baixa credibilidade de seu governo, Dom Pedro I se viu em uma situação insustentável, de forma que não haveria mais condições de se manter no poder.

Isto fez com que, em 7 de abril de 1831, Dom Pedro abdicasse do trono em favor de seu filho, na época com apenas cinco anos de idade, Pedro de Alcântara, futuramente conhecido como Dom Pedro II. Após a abdicação, Dom Pedro I retornou imediatamente à Portugal.