Resumo sobre a Folia de Reis


A Folia de Reis, também chamada de Festa dos Santos Reis, Reisado ou Dia dos Três Reis Magos é uma festa de origem católica, considerada folclórica no Brasil e comemorada mais especificamente todos os anos no dia 6 de janeiro.

Resumo sobre a Folia de Reis

Segundo a tradição, nesta data, após Baltazar, Gaspar e Melchior (ou Belchior), conhecidos como os três reis magos, avistarem no céu a Estrela de Belém avisando o nascimento de Jesus, foram até o menino levando os seguintes presentes:

  • Ouro, simbolizando a realeza;
  • Incenso, simbolizando a divindade;
  • Mirra, simbolizando a imortalidade.

Diz-se também que os três representavam a humanidade, sendo um branco, um negro e um moreno.

Essa comemoração ocorre em muitos países e no Brasil sua celebração é feita de forma particular em cada região. Aqui, a celebração dura dias e seu início varia também em cada região, mas o fim costuma ser sempre no dia 6 de janeiro, data em que é costume de tirar as decorações de natal, desmontar presépios e guardar enfeites.

Em resumo, a Folia de Reis surgiu no Brasil com origens europeias, mas adquiriu formas, tradições e expressões locais variadas em suas músicas, orações e danças. Nessa comemoração, as “companhias”, ou seja, os grupos de foliões, vão de casa em casa para cantar com diversos instrumentos. É comum usar roupas características, como fardas, máscaras ou uniformes. Para receber a visita desses grupos é preciso ter um presépio ou uma imagem do menino Jesus em sua manjedoura e ao recebê-las é tradição oferecer comida aos seus participantes.

Principais personagens e características da Folia de Reis

Veja um resumo sobre os principais personagens que participam da Folia de Reis:

• Banda musical: os músicos tocam violão, zabumba, pandeiro, sanfona, triângulo, caixa, flauta e surdo, geralmente uniformizados.

• Festeiro: é na cassa dessa pessoa que costuma ser feita a cerimônia de “tirada da bandeira” e também é para onde ela retorna após o “giro” terminar. É comum a casa do mestre ser utilizada com esse fim, assim como o lar de pessoas que devido a alguma promessa acabam bancando as despesas da folia.

• Bandeireiro ou “alferes da bandeira”: é como o porta-bandeira da Folia de Reis. A bandeira recebe o nome de “Doutrina”, traz uma imagem com os três reis magos estampados e costuma ser feita de um pano brilhante. Em todas as casas em que a folia passa para receber doações da família ela é apresentada ao chefe do lar. Símbolo muito respeitado, a bandeira é o elemento sagrado da companhia.

• Mestre ou embaixador: é quem organiza a festa. É a principal figura da folia, já que organiza a logística do grupo, os instrumentos, os horários, o trajeto e também improvisa os versos cantados nas casas. É dele a responsabilidade de manter viva a tradição e fazer sua transmissão oral.

• Coro: responsável por cantar as músicas, os cânticos religiosos e os louvores, geralmente composto por seis pessoas, cada um tem uma função.

• Mestre palhaço ou bastiões: com dois ou três em cada grupo, é deles a responsabilidade de animar a festa com brincadeiras, danças e pulos. A principal função desses personagens é proteger a bandeira e também solucionar o letreiro (que é uma espécie de enigma).

• Três reis magos: pessoas fantasiadas que representam os reis magos que, de acordo com a história bíblica, visitaram Jesus após seu nascimento e levaram presentes.

Outras curiosidades sobre a Folia de Reis

Confira alguns outros fatos curiosos sobre essa comemoração folclórica:

No Nordeste, onde a tradição da Festa dos Santos Reis ainda é bastante forte, a festa tem características do catolicismo e do candomblé, as duas religiões com maior presença na região. A Folia de Reis não é celebrada em todas as cidades do Brasil, sendo que as cidades pequenas e de interior são as que mais se preocupam em preservar essa tradição. Essa festa é composta por atrações diversas, como músicas para louvar Jesus e os reis com diversos tipos de instrumentos.

O Espírito Santo tem mais de 90 grupos de foliões que celebram a data com desfiles e outras tradições, esse é um dos estados com mais tradição nessa comemoração. No país, algumas das cidades em que a Folia de Reis se mantém como tradição, são: Sorocaba (SP), Parati (RJ), Teresópolis (RG), Rio de Janeiro (RJ), Sabará (MG), Nova Fátima (GO), Salvador (BA), Presidente Olegário (MG), entre outras.

O Reisado tem origem egípcia e era considerada uma comemoração profano-religiosa. Também celebrada no dia 6 de janeiro, era conhecida como Festa do Sol Invencível no Egito.

Há quem defenda que na folia não pode haver presença de mulheres, já que não há relatos de mulheres visitando Jesus após seu nascimento. Para essas pessoas, a participação feminina deturparia o sentido da apresentação. Porém, em diversas regiões essa ideia já está sendo modificada, com mulheres presentes nas folias como participantes.