Dia Internacional da Mulher


Muitas das datas sobre as quais celebramos durante o ano passam despercebidas acerca de qual é a sua origem ou os motivos pelos quais são datas comemoradas até os dias de hoje. Dentre estas datas, o dia internacional da mulher destaca-se como uma data muito conhecida, mas sobre a qual, poucos sabem seu significado histórico e os motivos da sua permanência em calendários oficiais.

Comemorado no dia oito de março, a data foi instituída para relembrar as lutas e conquistas dos movimentos da sociedade civil de mulheres ao redor do mundo e ao longo de gerações. Mais do que relembrar, a data serve também para que sejam debatidas as conquistas e os desafios das mulheres no mundo atual.

Dia Internacional da Mulher

Origem do dia internacional da mulher:

Primeiro, é importante ressaltar que não há consenso histórico sobre qual a origem do dia internacional da mulher. A história mais conhecida faz referência ao incêndio de uma fábrica têxtil na cidade de Nova York, no dia 08 de março de 1857. Segundo esta versão, as operárias teriam sido confinadas em um dos galpões da fábrica, que foi intencionalmente incendiado, como forma de repressão às reivindicações de melhores condições de trabalho. Entretanto, não há registros deste incêndio, ao menos não nesta data. Em 1911 houve um incêndio na fábrica de Triangle Shirtwaist, uma fábrica têxtil sediada na cidade de Nova York, este sim com registros históricos que confirmam a tragédia. Neste incêndio, faleceu mais de cem operárias, a maioria imigrante. Embora, sobre este grupo de trabalhadoras, existam registros sobre reivindicações de melhores condições de trabalho, não é confirmada a hipótese de que teria sido um incêndio criminoso. Entretanto, é conhecido que as condições de trabalho eram péssimas, o que refletia nas instalações elétricas do galpão da fábrica. As más condições do prédio podem ter originado o incêndio. Mesmo com este fato histórico, a data de oito de março ainda não se justifica, pois o incêndio ocorreu no dia 25 de março. A data foi relembrada até a década de 20, nos países ocidentais, quando caiu no esquecimento. O fato só foi trazido à tona a partir dos movimentos feministas dos anos sessenta.

Dia internacional da mulher e a URSS:

Outra origem possível para o dia internacional da mulher está relacionada ao Movimento Socialista e a Revolução Soviética, em 1917. Durante a Segunda Conferência Internacional de Mulheres Socialistas, realizada em 1910 na cidade de Copenhague, a líder socialista alemã Clara Zetkin propôs o debate de uma data para reflexão das lutas das mulheres naquele momento. Entretanto, não se chegou a definir uma data, permanecendo apenas como uma sugestão. O dia oito de março só irá aparecer nas lutas femininas em 1917, na Rússia Czarista. Nesta data, mulheres trabalhadoras da indústria têxtil paralisaram suas atividades de trabalho e saíram às ruas em protesto contra a participação da Rússia na primeira guerra mundial e reivindicando melhores condições de trabalho e de vida. Este protesto foi brutalmente reprimido na Rússia czarista. Além disto, a data, na antiga união soviética, marcou fortemente a Revolução Bolchevique, como forma de apoio e mobilização popular. Em conseqüência, a data fazia parte do calendário oficial da URSS, utilizada também como forma de propaganda política pelo Estado.

A ONU e os direitos das mulheres.

No ano de 1975, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o dia oito de março como o dia internacional da mulher. Mais do que a preocupação com a precisão histórica, a data foi criada como um esforço da ONU de oferecer visibilidade para as reivindicações das mulheres dentro dos movimentos dos direitos civis. Esta atitude foi uma conseqüência dos movimentos feministas dos anos sessenta que, ao resgatar a história dos movimentos femininos trouxe à tona fatos históricos que estavam sendo esquecidos, relacionados às lutas e aos direitos das mulheres. Além disto, ao ser reconhecido por uma organização internacional, a data passou a ser um momento de reflexão e visibilidade das questões femininas em todo o mundo.

Uma data com várias interpretações.

O dia internacional da mulher foi instituído como forma de afirmar as lutas femininas nos âmbitos da política, da saúde, da educação e do trabalho em busca de equidade de direitos. Serve, ainda, como uma data para refletir sobre os aspectos históricos do movimento feminista, suas conquistas e, acima da tudo, da história das mulheres dentro da sociedade.

Embora com a definição da data pela ONU ela tenha ganhado importância e popularidade, por outro lado, a data banalizou-se em um período de comemorações bastante comerciais e vazias de significado político e social. Flores e chocolates são distribuídos neste dia em várias partes do mundo, além de mensagem simpáticas de homens direcionadas às mulheres.

É importante ressaltar o significado da data, que está bem distante das ações descritas acima. A data tem, em sua origem, um contexto social e político que justificam a sua permanência por tantos anos no calendário oficial.