Linha do Tempo da História Antiga (499 a.C. – 31 a.C.)


499/494 a.C. – Os jônicos revoltam-se contra os persas: – Atenas envia vinte navios para ajudar as cidades revoltadas, em 498, mas os persas dominam a situação.
490 a.C. – Batalha de Maratona, uma expedição de 30.000 persas enviada pelo rei Dario I é derrotada por Milcíades.
483 a.C. – Aristides é exilado em Atenas por ser contra a construção da frota naval, defendida por Temístocles, que foi eleito general em chefe das forças atenienses.
483/474 a.C. – Guerra dos romanos contra os etruscos de Veius.
480/474 a.C. – Xerxes, rei da Pérsia, invade a Grécia – Batalha das Termópilas, onde há a resistência do rei espartano Leônidas – Batalha de Salamina, vencida pela frota grega.

História Antiga (499 a.C. - 31 a.C.)

479 a.C. – Batalhas de Plateia e Micala, onde ocorre derrota dos persas.
478/477 a.C. – Formação da Liga de Delos, liderada por Atenas, que tem como depositário do tesouro a ilha do Santuário de Delos.
464/461 a.C. – Terceira Guerra Messênica. Revolta contra Esparta.
460 a.C. – Atenas luta contra a Liga do Peloponeso, que recebe o apoio de Esparta.
459 a.C. – Péricles torna-se líder do partido popular de Atenas, conduzindo o poder naval e colonial ao seu auge
458 a.C. – Cincinatus torna-se ditador de Roma e derrota Aequi.
454 a.C. – O tesouro de Delos é transportado para Atenas.
451 a.C. – Címon, administrador ateniense que estava exilado, retorna e assina uma trégua de cinco anos com Esparta e comanda uma força ateniense contra Chipre. – Paz de Calias entre gregos e persas. – Há a codificação das leis orais romanas, vitória da plebe: os decênviros legislam a Lei das XII Tábuas.
448 a.C. – A Liga de Delos se transforma em instrumento de Atenas pela decisão de Péricles – As leis Valério – Horacinas reduzem o poder dos patrícios.
446/445 a.C. – Paz dos Trinta Anos entre Esparta, Atenas e a Liga do Peloponeso.
431 a.C. – Começa a grande Guerra do Peloponeso entre Atenas e Esparta.
430 a.C. – Péricles é deposto em Atenas.
429 a.C. – Péricles é reeleito general e chefe de Atenas, mas morre no   mesmo ano.
421 a.C. – Paz de Nícias entre Esparta e Atenas.
418 a.C. – Alcebíades, um aparente sucessor político de Péricles e discípulo favorito de Sócrates, conduz uma força para ajudar Argos, que havia sido atacada, onde é derrotado.
415/413 a.C. – Alcebíades lidera uma campanha contra Siracusa na Sicília.
411 a.C. – Alcebíades é novamente chamado a Atenas. É destruída a frota ateniense. – Os espartanos assinam um tratado com os persas.
405 a.C. – Uma frota espartana derrota a frota ateniense em Egospótamo.
404 a.C. – Atenas rende-se à Esparta, que terá a hegemonia na Grécia nos próximos trinta anos: – Fim do Império Ateniense. – O Egito depõe o poder persa.
401/400 a.C. – Ciro, príncipe persa, conduz um exército de mercenários gregos em uma disputa, onde é morto, realizando-se a famosa retirada dos dez mil, descrita por Xenofonte, em “Anabasis”.
399 a.C. – Sócrates é acusado de corromper a mocidade ateniense, e é condenado a tomar cicuta.
395/387 a.C. – Guerra Coríntia; Esparta aceita o domínio persa sob as cidades da Ásia.
371 a.C. – Uma paz geral é quase conseguida na Grécia, mas Esparta tenta controlar Tebas, quando é destruída por Epaminondas, e perde o seu domínio e liderança.
370 a.C. – Liderança de Tebas e seus aliados.
359 a.C. – Felipe II da Macedônia é elevado à regência, chegando a rei e organizando a Macedônia.
344/338 a.C. – Demóstenes lidera o partido antimacedônico, pregando uma aliança contra Felipe, até que é preso.
343/341 a.C. – Roma envolve-se na Guerra Samnita.
340/338 a.C. – A guerra latina, onde Roma subjuga as cidades que abandonaram a Liga Latina.
338 a.C. – Batalha de Queronéia, onde se quebra a resistência grega.
336 a.C. – Felipe da Macedônia é assassinado, sendo substituído por Alexandre, com 20 anos de idade.
327/325 a.C. – Alexandre, o Grande, chega até a índia.
323 a.C. – Morre de febre, na Babilônia, Alexandre. – Guerra dos generais sucessores de Alexandre, que querem a posse do império. Ptolomeu, com o Egito; Selêucida, com a Babilônia; Antígono, com a Macedônia.
322 a.C. – Morre Aristóteles. – Demóstenes suicida-se.
278 a.C. – A Lei Hortênsia dá uma igualdade teórica entre patrícios e plebeus.
287/272 a.C. – Guerra contra Pirro, rei do Épiro, que veio em socorro de Tarento.
264/241 a.C. – A Primeira Guerra Púnica, entre Roma e Cartago, que termina com a destruição da frota da segunda e a conquista da Sicília pela primeira.
238 a.C. – Sardenha e Córsega são anexadas por Roma.
218/201 a.C. – Segunda Guerra Púnica. Motivo: rivalidades na Península Ibérica, que culminaram com o exército de Aníbal invadindo a Itália.
217 a.C. – Vitória de Aníbal em Trasimene, que avança sobre Roma.
202 a.C. – Cipião destrói o exército cartaginês na batalha de Zama.
192/189 a.C. – Roma derrota o Reino Selêucida e apossa-se da Ásia Menor, Báctria e Armênia.
149/148 a.C. – Quarta Guerra Macedônica, terminando com a vitória de Roma e a anexação da região como província. – III Guerra Púnica, término com a destruição de Cartago.
146 a.C. – Roma ataca e toma Corinto.
133 a.C. – Tibério Graco é eleito tribuno e começa as reformas. Redistribui as terras públicas e favorece os
pobres. 123/121 a.C. – Caio Semprônio Graco, irmão de Tibério, é eleito tribuno de Roma. Introduz reformas nas leis, e
estende o comércio.
100 a.C. – Caio Mário, general romano, torna-se cônsul pela sexta vez.
80 a.C. – Guerra Civil em Roma. Lúcio Cornélio Sila, pupilo do Senado, e Mário, candidato do povo, lutam pelo comando das legiões, saindo vencedor o segundo.
87/84 a.C. – Roma vence Mitríades VI, rei do Ponto, conseguindo impor um tributo. – Cinna, o cônsulo romano, toma Roma com a ajuda de Mário. – Período do terrorismo político na Itália.
83 a.C. – Sila  retorna a Roma e massacra a oposição.
82 a.C. – Sila torna-se ditador romano.
78/77 a.C. – Lépido tenta suceder Sila na ditadura, mas é barrado por Pompeu.
73/71 a.C. – Spártaco revolta-se contra a servidão, comandando os escravos que tomam o monte Vesúvio e são derrotados por Crasso e Pompeu.
70 a.C. – Crasso e Pompeu são eleitos cônsules de Roma.
64 a.C. – Pompeu ocupa Jerusalém. – Domínio romano na Palestina.
63 a.C. – Cícero denuncia a Conspiração de Catilina.
60 a.C. – O Primeiro Triunvirato é uma aliança pessoal de Crasso, César e Pompeu.
59 a.C. – César tornar-se cônsul romano.
58/51 a.C. – César conquista a Gália e tenta invadir a Britânia.
54 a.C. – César desembarca na Britânia.
53 a.C. – Crasso morre na Guerra contra os Partos.
52 a.C. – Pompeu é nomeado único cônsul pelo Senado Romano. – Revolta dos gauleses de Vercingetorix, dominados por César.
48 a.C. – César derrota Pompeu, que se refugia no Egito, onde é assassinado.
44 a.C. – César é assassinado nos Idos de Março.
43 a.C. – Forma-se o II Triunvirato com Marco Antônio, Lépido e Otávio
31 a.C. – Otávio torna-se o primeiro imperador romano.