Período Neolítico


O Período Neolítico foi o último passado pelo homem na Pré-História, e o que antecedeu a Idade dos Metais. Também é conhecido como Período da Nova Pedra ou Período da Pedra Polida. Aconteceu entre 10 mil anos a.C. e 6 mil anos a.C., tendo finalizado com o surgimento da escrita. Foi uma época de grandes transformações culturais e econômicas. O homem passou a ser mais sedentário (acomodado em regiões específicas) e seu domínio sobre a natureza ficou maior.

Período Neolítico

Os agrupamentos humanos saíram do nomadismo e passaram para a sedentarização. Ele passou a viver em aldeias, localizadas normalmente próximas a rios. O lugar era estratégico porque havia água e terra fértil para o plantio, visto que o homem passou a dominar técnicas de colheita.

Nesse período o ser humano começou a domesticar animais para a otimização do trabalho, como cães, dromedários, cabras e bois. As funções também passaram a ser divididas. Os homens eram encarregados de caçar, pescar e cuidar da segurança do local, e as mulheres plantavam, colhiam e cuidavam dos filhos.

Devido à necessidade de armazenar sementes, as pessoas passaram a produzir diversos tipos de vasos para a conservação. Por causa disso, a peça de cerâmica passa a ser utilizada também como um fim decorativo. O comércio começou a ser praticado pelos habitantes, e o dinheiro começou a ser desenvolvido. A moeda utilizada pelos homens nesse período era representada por vários tipos de sementes, cada uma com um valor. Como a produção agrícola era muito rentável, sempre sobravam matérias-primas que eram trocadas por roupas e utensílios com outras aldeias.

Nesse período o ser humano também abandonou as tradicionais peles do Paleolítico. Como essa vestimenta dificultava a movimentação na hora da caça, as aldeias passaram a se vestir com tecidos mais leves, feitos de lã, linho e algodão.

Mudanças do Período Neolítico

A principal mudança que os povos do Neolítico enfrentaram foi de ordem econômica. Ao invés de gastarem toda sua energia com a caça, os homens desenvolveram técnicas de cultivo, pois elas lhes traziam muitos benefícios. As mudanças do período foram tão intentas que alguns estudiosos designam o período como “Revolução Neolítica” ou “Revolução Agrária”. Entre as principais mudanças estão:

  • Alterações climáticas que elevaram o nível do mar e aqueceram diversas regiões.
  • O surgimento de florestas tropicais e temperadas, além de grandes rios e desertos.
  • A vida vegetal passa a ser mais propícia para a existência humana.
  • Surge a fauna como conhecemos.
  • Animais de grande porte, muitos deles predadores em relação ao homem, desaparecem.
  • Evoluções das técnicas de trabalho humanas.
  • Domesticação de animais e desenvolvimento da agricultura.
  • Aumento da população graças ao novo estilo de vida.
  • Maior cooperação entre os indivíduos no trabalho, o que proporcionou um maior conhecimento organizacional.

O Período Neolítico marca o fim de uma era na qual o homem precisava se deslocar continuamente. A vida sedentária facilitou a organização social baseada em uma hierarquia clara, que mais tarde deu origem ao Estado. O surgimento da escrita é um dos acontecimentos mais importantes da história humana, pois marca tanto a transição do Neolítico para a Idade dos Metais (Bronze e Ferro), como também da Pré-História para a História.

Características culturais

Uma das principais características do Período Neolítico é o desenvolvimento dos materiais. A pedra polida passou a ser utilizada em machados e outros instrumentos importantes para o cotidiano. Técnicas de cerâmica, tecelagem, cestaria, entre outras, proporcionaram a criação de objetos que facilitavam a vida em sociedade. Outra descoberta importante foi a roda, que possibilitou criar veículos de tração animal.

A religião que marca a transição do Paleolítico ao Neolítico é baseada na adoração ao feminino. Muitas representações artísticas do período demonstram o quanto à mulher era associada à natureza. Muitos objetos encontrados por arqueólogos simbolizam a maternidade como o centro de importância da vida humana.

As casas tinham formato redondo, e eram feitas com argila seca ou madeira. Elas possuíam apenas uma divisão, e os seus alicerces eram feitos de pedras ou pilares de madeira. O teto era coberto com colmos, e dentro de um cômodo havia uma lareira para aquecer o ambiente. As camas eram criadas basicamente do mesmo material das paredes, e havia diversos bancos de pedra próximos às extremidades, que eram divididos de acordo com a posição social e a idade.

Os humanos usavam muitos acessórios de pedras de ouro, prata ou cobre. Novos tecidos foram utilizados para as roupas, o que permitiu a criação de peças diferenciadas. As mulheres, por exemplo, vestiam-se com roupas coloridas e utilizavam véus na cabeça que lhes cobriam os olhos.

O culto ritualístico também exerceu forte influência nos modos de vida. Por exemplo, a crença religiosa baseada no feminino era tão forte que os homens associavam a fertilidade da mulher à fertilidade da terra. Dessa forma, acreditavam que fenômenos sobrenaturais possibilitavam uma boa ou má colheita. Além de estatuetas e outras peças de culto, os povos faziam monumentos megalíticos, que eram construções de pedras utilizadas em alguns cultos.