Resumo sobre o que é a Ciência


Dentro da ciência, há um princípio no qual tudo deve ser experimentado para ser considerado verdadeiro, mas a teoria e o pensamento criativo também são importantes ferramentas de todos que dedicam suas vidas a esta importante área do conhecimento.

Resumo sobre a Ciência

Neste artigo sobre o resumo da ciência, você aprenderá um pouco do que é a ciência, quais seus princípios e porque é tão importante que existam cada vez mais cientistas no mundo todo.

O que é ciência?

A palavra ciência tem origem no latim e significa conhecimento. De forma geral, podemos dizer que o principal objetivo da ciência é buscar este conhecimento a respeito de todas as coisas do universo por meio de experimentos e estudos profundos.

Falar sobre um resumo da ciência é falar sobre algo que reúne um sistema complexo de conhecimentos, que tem como foco encontrar as verdades escondidas, descobrir como tudo funciona, como tudo surgiu e ainda como prever acontecimentos futuros. Com o passar do tempo, os cientistas foram descobrindo leis e regras que, por meio de muitos testes e experimentos, foram considerados universais.

Através de milhares de experimentos e questionamentos, a ciência desvenda o mundo que conhecemos e nos mostra a realidade por meio de todos os fenômenos naturais. Por isso, o principal motor da ciência é a curiosidade a respeito das coisas.

Quanto mais o ser humano se questiona a respeito das coisas ao redor de si mesmo, sobre a vida e o conhecimento do universo, mais se sabe sobre ele. Assim foram descobertos o funcionamento dos planetas, as fórmulas matemáticas, como a matéria se comporta, as leis da gravidade e todo o conhecimento médico que possuímos nos dias de hoje.

Os cientistas são, por natureza, curiosos. Pessoas que tentam descobrir como tudo funciona e como são formadas. Questionam a própria realidade e as informações que temos a respeito delas até que sejam capazes de compreender como cada um dos acontecimentos se dá.

A raiz da palavra ciência, além de significar conhecimento, também tem origem na palavra consciência e talvez este seja seu melhor significado. Quanto mais a ciência se aprofunda no conhecimento da vida e de tudo que a cerca, vamos conquistando mais consciência a respeito de nós mesmos.

Por isso, a ciência está sempre de braços abertos para quem deseja desvendar a realidade, provar ou encontrar princípios utilizando métodos bastante sérios. Qualquer descoberta científica só pode ser considerada verdadeira se conseguir ser comprovada por diversas teorias e técnicas.

A ciência não está presente somente nos estudos da vida e do universo. Mas também em tudo que fazemos no dia a dia, nos negócios, nos objetos e ferramentas que utilizamos para facilitar nossas atividades. Sem a ciência, a civilização humana, com certeza, não teria chegado onde está atualmente.

Fazem parte da ciência todo o conhecimento que temos em:

  • Matemática
  • Física
  • Geografia
  • Medicina
  • Tecnologia
  • E muito mais.

A história da Ciência

Estamos acostumados a ver nos jornais notícias sobre descobertas científicas. Os profissionais vestidos em jalecos brancos mostram os resultados conquistados em pesquisas profundas em laboratórios de última geração.

Mas nem sempre foi assim. A história da humanidade caminha lado a lado com o resumo da ciência e a curiosidade em descobrir como tudo funciona. Mas foi a partir do desenvolvimento da escrita que o homem foi capaz de transmitir o conhecimento a respeito das coisas para as gerações que viriam.

Com o tempo, o homem foi aprendendo sobre o mundo ao seu redor por meio da observação, o primeiro ponto da ciência. Aprendeu a dominar a agricultura, a tratar dos animais e descobriu como funcionavam os astros no céu.

Algum tempo mais tarde, foram encontrados os primeiros cálculos matemáticos, cerca de 3.500 anos antes de Cristo. Em seguida, vieram os princípios da astronomia, a criação dos calendários e um conhecimento cada vez mais profundo a respeito das ciências exatas, mãe de todas as outras.

No Egito antigo, as construções que até hoje impressionam só foram possíveis através de um profundo conhecimento da geometria, dos estudos das águas e houve até um princípio das ciências da medicina, com práticas que nasceram a partir de tentativas.

Na Grécia antiga, surgiu então o pensamento científico como o que conhecemos hoje em dia, com os muitos filósofos da natureza que dedicam suas vidas à observação e ao questionamento do funcionamento do mundo. Neste momento, tudo que pode ser observado e testado passa a ter mais importância do que aquilo que se acredita. Ou seja, a fé deixa de ser um princípio básico para que a ciência tome seu lugar.

Em seguida, a China, o mundo Árabe e diversas outras nações foram se desenvolvendo, na mesma velocidade em que a ciência também crescia. Durante o renascimento, Galileu eleva a humanidade a um grau mais complexo do conhecimento a respeito de si mesmo, e dá início a uma verdadeira revolução.

Hoje, é a ciência que garante que vivamos cada vez mais, com saúde, conhecendo profundamente o funcionamento dos nossos corpos e da natureza. É ela ainda que descobre e desenvolve materiais para que possamos crescer como sociedade produtiva.

A ciência é a melhor descoberta do homem e aquela capaz de transformar nossa civilização da era das cavernas para os dias de hoje.