Arte Literária


Primórdios

Foi com o passar dos anos que o homem percebeu a possibilidade e a necessidade que tinha de começar a se expressar por meio das palavras. E após a criação de tantas linguagens diferenciadas, vocabulários e maneiras diferenciadas de se expressar que o homem passou a encontrar novas e novas formas de se diferenciar das demais espécies do nosso planeta.

Arte Literária

E mesmo antes do surgimento da nossa escrita, o homem já conhecia formas de manifestação por meio da literatura oral, e foi só no terceiro milênio antes de Cristo que a palavra realmente começou a ser expressa. Assim, a poesia oral, o folclore e as próprias canções continuaram a existem mesmo depois do surgimento das palavras.

Começar a trabalhar com as palavras, há quem diga que já era uma tendência considerada natural ao humano, que com o passar do tempo, começou a trabalhar com as palavras não só no momento de trabalhar e conseguir o seu “ganha pão”, mas também passou a utilizá-las de forma artística.

Sobre a arte literária

Sendo assim, a arte literária nada mais é do que a famosa literatura, que pode nos representar os mais variados conceitos, já que a mesma é também considerada uma arte.

Em primeiro plano, devemos então destacar que a arte literária só acontece graças ao intermédio das nossas palavras, afinal, esta é a sua base, seu instrumento principal e de maior importância. Porém, as palavras que são encontradas na arte literária não são aglomerados de letras que são criados unicamente para a expressão de alguma informação ou para uma simples conversa, mas sim, uma palavra que transformada pode fazer a diferença nas emoções sentidas pelos humanos.

Sendo assim, o vocabulário presente na literatura ou arte literária é formado não só por palavras comuns jogadas em meio a um contexto, mas sim, um conjunto de imagens de caráter simbólicas, repletos de recursos expressivos e demais caracteres que juntos fazem com que o ser humano consiga despertar em si mesmo sentimentos como a emoção e a percepção.

Conceito intelectual

A própria palavra literatura significa letra, por meio da palavra “littera” presente no latim. Litterator, por sua vez, foi o professor latim responsável pelo ensino das letras, ou seja, pela escrita e pela leitura. E foi dessa forma que a palavra literatura foi criada, como uma arte em que podemos notar as condições tanto interiores quanto exteriores presentes em um indivíduo, sendo que a arte literária se alimenta tanto das palavras quanto da linguagem de uma forma geral.

A arte literária é uma arte que envolve uma série de finalidades de caráter estéticas, as quais só são possíveis graças a própria matéria prima da mesma, ou seja, a palavra. Além disso, devemos destacar que a arte literária muito se assemelha aos conceitos abstratos, já que utiliza-se de conjuntos de palavras que provocam emoção e outros sentimentos no ser humano. Por outro lado, a arte pode ser também considerada como uma representação da nossa realidade, porém, de uma forma mais meiga, doce, e por vezes, mais sensata. Alguns artistas e estudiosos defendem a ideia de que todos nós deveríamos ter um pouco de arte literária no nosso dia a dia, nos nossos relacionamentos, no trabalho e em diversos outros momentos.

Artistas

A existência da arte literária só é possível pelo fato de que existem os seus criadores, ou seja, os artistas que fazem com que ela aconteça.

E, devemos destacar que a arte literária é então a ficção criada pelos dados e intuição do próprio artista, já que o mesmo tem a obrigação por meio da literatura de recriar uma realidade, ou seja, algo real, e fazer com que isso se torne muito mais “doce” e singular conforme a sua própria visão de artista.

Assim, o artista é o responsável pela existência e pelos diferenciais que são proporcionados pela arte literária. Ele é aquele que escreve conforme os seus próprios pontos de vista, conforme os seus sentimentos, suas percepções, e é claro, as suas técnicas de escrita e narrativa como um todo.

Linguagem da arte literária

A literatura, ou arte literária, se difere de outros modelos de manifestação artística pelo fato de que a sua matéria prima é única: a palavra.

No que diz respeito então a própria linguagem da arte literária devemos destacar o fato de que a mesma contém uma função poética. Isto ocorre pelo fato de que a linguagem presente na arte literária é criada com a intenção (do emissor, no caso, o artista) de fazer com que aquele texto, ou aquela linguagem, se volte para ela mesma, fazendo com que cada uma das palavras carregue um significado único e no fim crie um contexto que promova as emoções causadas pela arte literária.

Além disso, uma obra literária é sempre dotada de um aspecto mais formal, característica bem presenta na arte literária. Isso ocorre pelo fato de que a sua composição e o seu conteúdo são mais valorizados neste determinado formato.

Gêneros da literatura

A literatura é encontrada então em três diferentes gêneros, no caso, o gênero épico, gênero lírico e o gênero dramático. Todos eles são válidos ainda nos dias de hoje, mesmo que criados nos primórdios literários pela civilização grega, que inclusive é o povo responsável por uma série de criações e características da arte literária que são encontradas nos poemas e demais expressões da arte até os dias atuais.

A arte literária pode ser criada nos mais variados gêneros, porém, ele se destaca em gêneros que mexem mais com os sentimentos e com o emocional do ser humano, motivo pelo qual as criações literárias estão sempre envolvidas com romances, amor, traição, ódio e outros em seus temas, que no caso são sempre sentimentos bem expressivos da nossa própria natureza humana, e que cria no ser humano uma determinada percepção necessária para o entendimento da arte.

Além disso, a dramaticidade também é uma característica bem presente na arte literária, já que o drama no caso faz parte de cada uma das criações literárias, pelo fato de que assim consegue despertar melhor o interesse dos indivíduos que o leem.