Estilos Literários: Resumo da Literatura Brasileira


A literatura brasileira, considerada um desdobramento da literatura no idioma português, é separada em várias fases.

Estilos Literários: Resumo da Literatura Brasileira

O marco da literatura brasileira é facilmente lembrado: uma vez que tudo começou logo após o descobrimento do Brasil. De início, ela era extremamente influenciada pela literatura metropolitana. Mas, com o tempo foi ganhando independência (principalmente pelos movimentos realista e romântico do século XIX) até atingir o seu ápice em 1922, com a Semana da Arte Moderna.

Nesta fase, inclusive, destacam-se nomes como: João Guimarães Rosa, Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira, Cecília Meireles e Clarice Lispector. A seguir, neste artigo, confira tudo sobre estilos literários: resumo da literatura brasileira.

Estilos Literários: Resumo da Literatura Brasileira – séculos XVI a XIX

Neste artigo, confira todos os estilos literários que marcaram a literatura brasileira com o passar dos anos, começando pelo quinhentismo.

Quinhentismo

Os primeiros registros de literatura em âmbito nacional fazem parte deste período. Vale destacar que o quinhentismo não ficou conhecido como uma escola literária, mas na realidade, é apenas o período que representa as primeiras manifestações literárias dos povos jesuítas e de viajantes no geral.

Quem mais se destaca neste período você já deve saber: Pero Vaz de Caminha, responsável por detalhar a frota de Pedro Álvares Cabral (falando sobre a flora, fauna e sobre os índios do Brasil) entre os anos de 1450 e 1500. Outro grande representante deste período foi o padre José de Anchieta, que escrevia poemas, sermões, autos, hinos e cartas.

Barroco

O barroco, por sua vez, é um estilo literário que nasceu em meio a conflitos espirituais e oposições.

Entre as características mais marcantes deste estilo estão: à oposição entre o mundo espiritual e materialista, a angústia e a conflitos envolvendo a figura feminina. Já as figuras de linguagem mais utilizadas foram: antíteses, metáforas e hipérboles.

Os artistas que melhor representaram essa época foram: Bento Teixeira (o pernambucano que criou o épico poema de ‘Prosopopéia’), padre Antônio Vieira (autor do ‘Sermão de Santo Antônio) e Gregório de Matos Guerra.

Arcadismo ou Neoclassicismo

O arcadismo, principal estilo literário do século XVIII, surgiu em um período de ascensão do povo burguês. Nesta fase da literatura os conflitos barrocos foram deixados de lado e substituídos pela preocupação com a razão e com o objetivismo.

A linguagem, antes complexa, também passa por uma enorme adaptação: se tornando muito mais simples. A vida bucólica, com temáticas relacionadas ao amor das mulheres e a idealização do meio ambiente, também são trabalhados neste estilo literário.

Romantismo

O romantismo é um estilo literário de grande importância – uma vez que marca o início da literatura brasileira em sua essência. Sua duração foi entre os anos de 1836 a 1881.

O principal objetivo do mesmo era a criação de uma identidade própria nacional para a literatura do país. Neste sentido, seus autores valorizaram, principalmente, características como: individualismo, idealização da figura feminina, nacionalismo (forte nesta época, uma vez que a independência do Brasil em 1822 ainda era novidade), exaltação de sonhos, criatividade, importância da liberdade e outros neste sentido. Seus principais representantes foram: Álvares de Azevedo, Casimiro de Abreu e Teixeira e Souza.

Naturalismo/Realismo

Na 2º metade do século XIX o romantismo entrou em total declínio, sendo substituído pela necessidade dos autores de ressaltar dois assuntos: os problemas individualizados do ser humano e a realidade social.

As principais características da fase são: objetivismo, trama psicológico, cenas do dia a dia, linguagem popular, valorização da realidade, crítica social e ironia quando em relação à realidade.

Simbolismo

Os artistas simbolistas, por sua vez, utilizavam uma linguagem mais sugestiva e abstrata para tratar sobre assuntos religiosos e místicos no final do século XIX. Entre os temas mais valorizados estão: subjetividade da morte, mistérios dos sonhos e conflitos entre o espírito e o corpo.

Estilos Literários: Resumo da Literatura Brasileira – século XX até atualmente

Parnasianismo

O parnasianismo brasileiro seguiu as mesmas ‘rédeas’ do europeu, tendo como principal objetivo a preocupação com o formato. Poesias descritivas de fenômenos da natureza e de fatores históricos também eram comuns neste período, que marcou o final do século XIX e início do século XX.

Seus principais representantes são Alberto de Oliveira, Olavo Bilac e Raimundo Correia.

Pré-modernismo

O pré-modernismo é caracterizado pela transição entre as estéticas do século anterior e o modernismo. Sua principal característica é a grande variedade de abordagens e temas – relacionadas especialmente ao positivismo e a questões éticas/sociais. A linguagem, por sua vez, fica entre o coloquialismo e rebuscamento.

Modernismo

O Modernismo, por fim, é iniciado em 1922 com a Semana da Arte Moderna. Suas características mais marcantes foram: temas urbanos, nacionalismo, linguagem bem-humorada, textos diretos e liberdade dos escritores e poetas na escolha de palavras.

Os principais representantes do modernismo brasileiro foram: Mario de Andrade, Alcântara Machado, Oswald de Andrade, Manuel Bandeira e Cassiano Ricardo. O período se divide em primeira, segunda e terceira geração.