Contador


Uma das profissões mais importantes do Brasil, os serviços do contador estão entre os 10 mais acionados no país. Saiba o porquê.

Contador

Embora existam certas facilidades na hora de abrir uma micro empresa individual ou, ainda, na administração desta contabilidade “virtual”, o contador ainda é um dos mais importantes profissionais na hora de orientar e preparar corretamente documentos, declarações de imposto e outras “papeladas” que fogem da prática e do conhecimento específico de cada negócio.

Segundo o Ipea – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, a profissão de Contador está entre as 10 mais atuantes em todo o Brasil. A pesquisa revela, ainda, que 93,87% estão empregados e atuando em suas áreas.

Assim, o contador é o profissional que melhor administra e pode orientar sobre as questões econômicas, tributárias, financeiras e patrimoniais de uma empresa. No dia a dia, o contador lida com guias de imposto e recolhimento, contas a pagar ou a receber, planilhas e dados demonstrativos, dentre outras funções.

Este profissional só pode exercer a função com diploma de Contabilidade e registro no Conselho Regional de Contabilidade. Mesmo técnicos em contabilidade precisam do registro.

Contudo, o que faz um Contador em seu escritório?

Responsável por acompanhar todas as transações de uma atividade comercial, este profissional, que pode trabalhar por conta ou com carteira assinada, é o responsável por registrar a abertura de uma empresa nos órgãos governamentais e conseguir para estes serviços o alvará de funcionamento.

Iniciada as atividades da empresa, é o contador quem cuida da burocracia na hora da contratação de funcionários, preparando contratos e agrupando documentações necessárias. É de sua alçada, também, o fechamento da folha de pagamento, calculando férias e licenças médicas permitidas na Lei, além de possíveis horas extras e faltas. Também prepara documentos de rescisão contratual.

É o que acontece muito em empresas de pequeno porte, quando o contador assume também a função de “RH” (Recursos Humanos). Tão logo começa a entrar dinheiro no caixa, o contador prepara o registro de toda a movimentação, ciente das contas a pagar, contas a receber, fluxo de caixa, empréstimos, investimentos, dentre outros. Dependendo de sua função no negócio, o contador pode elaborar demonstrativos mensais e anuais, apontando aos diretores as diretrizes econômicas e ajudando em várias tomadas de decisão.

A viabilidade econômica de projetos no setor, é, por exemplo, um dos assuntos que o administrador da empresa obrigatoriamente tratará com ele, a fim de não comprometer a saúde financeira de seu negócio.

O contador emite, ainda, guias de recolhimento de imposto para Governos Municipal, Estadual e Federal. Taxas como PIS/Cofins; IPI, ICMS, dentre outras, são calculadas e recolhidas pelo contador.

Outra atividade importante é o envio mensal ao Fisco do SPED – Sistema Público de Escrituração Digital. Esse documento reúne toda informação escritural da empresa e notas fiscais eletrônicas, tal qual um arquivo digital, através de um programa próprio da Receita Federal.

O Contador também pode trabalhar na chamada controladoria. Neste departamento, ele cuidará do planejamento estratégico e supervisionará os requisitos estabelecidos para que nada fuja do controle.

Neste caso, é o próprio contador quem define esses requisitos para obtenção do êxito fiscal e financeiro. Em seguida, ele formula uma análise dos resultados alcançados, comparando-os com cada meta antes e depois de ser adotada.

É um trabalho importante, tendo em vista que, com base neste relatório final, o contador poderá apontar as falhas e os pontos positivos do trabalho e traçar novos rumos para que a empresa cresça mais forte.

Outras Funções

Um Contador muitas vezes também pode ser contratado no intuito de “checar” as contas de uma administração e combater fraudes ou corrigir irregularidades. Ele promove, então, a AUDITORIA CONTÁBIL. Isso quer dizer que ele verifica as informações contidas nos registros contábeis da empresa e examina documentos, fiscalizando setores financeiros, administrativos e patrimoniais do negócio.

Pode atuar, também, com seguros e planos de previdência e capitalização. Com relação aos seguros, ele calcula prêmios, indenizações e probabilidades; com relação à previdência, ele calcula tanto a previdência social quanto a particular, e produz relatórios e avaliações que mostrem as vantagens e os riscos em cada caso; com relação aos planos de capitalização, o contador gerencia e pesquisa fundos de investimentos, tal qual um consultor financeiro.

Perícia Contábil é outra área de atuação forte do Contador. A fim de auxiliar na conclusão de casos judiciais e extrajudiciais, o contador atua como um perito, capaz de fornecer opiniões técnicas em um laudo pericial, com base em vistorias, investigações, arbitramentos e avaliações.

É comum as partes envolvidas indicarem, ainda, um técnico para acompanhar o trabalho deste contador como perito. Assim, ele se debruça sobre um alvo de todo o processo que corre na injustiça, para descobrir a peça que falta naquele “quebra-cabeça”.

Não à toa, ao contador não falta trabalho e ocupação. Em meio a tantas necessidades e dívidas, seu trabalho não acaba nunca.