Resumo sobre as touch screens


O Touch screen é a tecnologia sensível ao toque, que hoje já está presente em equipamentos eletrônicos, como tablets, smartphones, notebooks, smart TV, caixa eletrônico de bancos e computadores, entre outros. Com a tecnologia das telas sensíveis à pressão, que dispensam a utilização de elementos como teclados avulsos e mouse, basta encostar o dedo, a mão ou canetas específicas no visor do eletroeletrônico para interagir com o conteúdo do display.

Resumo sobre as touch screens

Alguns eletrônicos, como smartphones e tablets, vêm acompanhados com a caneta própria para a tela Touch screen. Nessas opções, o usuário também pode utilizar as mãos e os dedos para pressionar a tela, a diferença é que com a caneta específica é possível, por exemplo, desenhar e fazer assinatura com maior precisão. De qualquer forma, é o usuário quem escolhe como deseja manusear o seu eletrônico.

No entanto, muitas gente ainda tem dúvida em relação à tecnologia sensível ao toque. Para esclarecer melhor o tema, confira o Resumo sobre Touch screen que temos para você nesse artigo! Veja abaixo:

• Resumo sobre Touch screen: História

O primeiro artigo sobre a tecnologia sensível ao toque (“ecrã tátil”), desenvolvido por E. A. Johnson foi publicado no ano de 1965. Porém, a primeira tela Touch Screen foi criada pelos cientistas da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), Bent Stumpe e Frank Beck, no ano de 1973. Onze anos depois, surgiu o primeiro computador com tecnologia sensível ao toque, fabricado pela Hewllett-Packard: o HP-150.

No entanto, a tecnologia desenvolvida na década de 1980 não era propriamente o ecrã tátil, pois, o que as telas sensíveis da época reconheciam eram as posições de quaisquer objetos não transparentes através de sensores infravermelhos. O Touch Screen tal como conhecemos hoje só começou a ser desenvolvido no início década de 1990, com o primeiro smartphone da História: o IBM Simon, fabricado pela Internacional Business Machines (IBM), em 1994.

Foi a partir do IBM Simon que as telas sensíveis aos toques começaram a se popularizar ao longo da década de 1990. Mas, justamente por ser uma tecnologia extremamente inovadora nessa época, a popularização do ecrã tátil era restrita às empresas de tecnologia e empresários de grande poder aquisitivo. Dessa forma, pode-se dizer que as telas Touch Screen só chegaram ao alcance da população de forma significativa a partir do lançamento do iPhone, de Steve Jobs, em 2007.

• Resumo Touch screen: como funciona essa tecnologia?

Para que as telas consigam reconhecer o toque humano, ou das canetas apropriadas para Touch screen, existem três sistemas que permitem o ecrã tátil: o Sistema Resistivo, o Sistema Capacitivo e o Sistema de onda acústica superficial. Nos iPhones e iPads, que são reconhecidos por ter as melhores telas Touch Screen do mundo, é utilizado o Sistema Capacitivo, que oferece precisão de praticamente 100% e é de alta durabilidade. Para entender melhor o funcionamento das telas sensíveis ao toque, vamos abordar o Resumo Touch screen de cada um desses sistema. Acompanhe:

1- Sistema Resistivo

As telas Touch screen com esse tipo de sistema são compostas por três camadas: uma camada de vidro, uma camada resistida e outra camada de metal condutor. A camada resistiva e a camada de metal condutor são separadas por espaçadores, sendo que entre elas há a passagem de uma corrente elétrica de baixa intensidade, imperceptível ao toque humano. Dessa forma, quando a tela é pressionada pelos dedos, essas duas camadas se encontram é assim que o dispositivo reconhece o toque e, automaticamente, envia as mensagens para o computador. O processador, por sua vez, utiliza um software para traduzir e transformar o toque em comandos.

2- Sistema Capacitivo

As telas Touch screen com sistema capacitivo, por sua vez, é formada por uma camada capacitiva (carregada eletricamente), que transmite elétrons para a mão com baixa intensidade, o que torna impossível perceber esses pequenos choques na ponta do dedo. A descarga elétrica na tela é reconhecida pelo processador do aparelho eletrônico, que possui a função de calcular os movimentos dos pontos que foram tocados e traduzir, transformando esses movimentos em um comando. Em comparação ao sistema resistivo, o capacitivo é mais eficiente porque permite uma maior passagem de luminosidade (até 90% da luz da tela).

3- Sistema de onda acústica superficial

Já as telas Touch screen com sistema de onda acústica superficial dispõem de dois transdutores: um instalado nas extremidades (superior e inferior) e outro nas laterais da tela. Um transdutor tem a função de ser receptor e o outro emissor. Outros componentes da tela são os refletores, que são responsáveis por enviar sinais elétricos para os transdutores através de ondas. Assim, quando o monitor é tocado, as ondas são interrompidas e os sensores traduzem o local exato do toque, enquanto o computador reconhece o comando. O Sistema de onda acústica superficial é o mais eficiente da atualidade, por permitir a passagem de 100% da luminosidade da tela.