Trigonometria nos Triângulos: Teorema de Pitágoras e Lei dos Senos e Cossenos


Trigonometria nos Triângulos

Neste post, você vai revisar de forma rápida e focada sobre o Teorema de Pitágoras e a Lei dos senos e cossenos. A trigonometria nos triângulos estuda a relação que existe entre os ângulos e as medidas nos diferentes tipos de triângulos. Vamos lá?

Teorema de Pitágoras

A fórmula do teorema de Pitágoras é dada por:

a2 = b2 + c2

Desta maneira, a soma dos quadrados de seus catetos corresponde ao quadrado de sua hipotenusa, que é, simplesmente, o maior lado em um triângulo retângulo e também o lado oposto do ângulo reto. Os outros lados no triângulo retângulo são denominados catetos.

Trigonometria nos triângulos: lei dos senos e cossenos

Resolver questões ou problemas que exigem domínio em trigonometria dos triângulos é sempre um desafio. É necessário conhecer e estabelecer um conjunto de cálculos a fim de encontrar os valores dos lados, ângulos e outras partes. Para encontrar a solução do problema, é fundamental conhecer sobre a lei dos cossenos e senos.

A fórmula para representar a lei dos senos é:

• sen(α)a=sen(β)b=sen(γ)c

Por essa lei, a razão que existe entre a medida de um lado e o seno do ângulo oposto é considerada constante em um mesmo triângulo.
A fórmula para calcular a lei dos cossenos é:

• c2=a2+b2−2abcos(γ)

De acordo com essa fórmula, o quadrado de um lado corresponde, ou seja, é igual à soma dos quadrados dos outros dois, além de duas vezes o produto desses dois lados pelo cosseno do ângulo formado.

A trigonometria dos triângulos é um assunto que exige muita prática de exercício, para que você possa entender melhor sobre o teorema de Pitágoras, lei dos senos e cossenos. A dica é que você resolva exercícios do assunto para compreender e entender, principalmente, não apenas o uso da fórmula, mas a aplicabilidade do conhecimento. Que tal resolver exercícios e testar os seus conhecimentos?