Leitura de Textos, Construção do Período e Pontuação (Ponto, Vírgula e Ponto-E-Vírgula)


Leitura de Textos

Leitura de Textos, Construção do Período e Pontuação (Ponto, Vírgula e Ponto-E-Vírgula)
Os escritores podem produzir sues textos mudando a ordem dos temos da oração. Isso pode ser feito para dar ênfase a alguma palavra, para dar mais clareza à frase ou para deixa-la mais formal, culta, rebuscada.

Mudar a ordem dos termos em uma oração requer atenção à sua pontuação para que não se corra o risco de perder o sentido pretendido ou de cometer desvios gramaticais.
Para entender melhor esses mecanismos e como podemos fazer uma boa pontuação dos nossos textos, siga a leitura:

Ponto final
O ponto final, como aprendemos no início da nossa vida escolar, serve para fechar uma frase. É por meio dele que compreendemos quando uma ideia foi finalizada. Sem ele, o texto fica confuso e as ideias se misturam.
Exemplo:
Meu nome é Ana Maria eu estudo em uma universidade pública faço aulas de natação de manhã vou ao parque sempre
Sem a pontuação, podemos concluir que o nome do falante é “Ana Maria eu estudo em uma universidade pública faço aulas de natação de manhã vou ao parque sempre”, pois ele não separou as ideias.
Cada afirmação é uma informação nova sobre o falante, então, ele deve segmentar em frases menores.
Ainda, não se sabe se Ana Maria faz aulas de natação de manhã ou se de manhã vai ao parque.
Além de esse mecanismo organizar as ideias, dará mais fluidez à leitura do texto.

Vírgula
Separa elementos dentro de uma oração, faz enumerações, substitui termos, separa advérbios deslocados… Tem uma infinidade de usos.
Quando usamos a ordem direta da oração – sujeito, verbo, complemento verbal, advérbio -, não podemos separá-los por vírgula. No entanto, quando deslocamos um advérbio, ele deve ser separado por vírgula.
Exemplo:
Eu comi sorvete durante o verão.
Durante o verão, eu comi sorvete.
EU, durante o verão, comi sorvete.

Ponto e vírgula

Se usa para separar termos já separados por vírgula:

Exemplo:
Ana, que gosta do Gabriel; Maria, que gosta de mim; Pedro, que não gosta de ninguém e eu fomos ao cinema.

Também se usa para separar orações mais extensas, que não queremos finalizar com ponto final ainda:
Muitas pessoas da minha escola já fizeram vestibular; entre elas, estão os pequenos Ana, Sara, Caio e Luiz.
Não tirei uma nota muito boa na prova; na verdade, acho que essa prova determinou minha reprovação.