Verbo Haver


O verbo haver se comporta de modo um pouco diferente que os outros verbos. No sentido de ocorrer ou de existir, ele é impessoal, ou seja, permanece na terceira pessoa do singular afinal não tem sujeito. Não se deve flexionar o verbo no plural. Esse erro acontece por conta dos verbos similares, como existir e ocorrer que tem sujeito flexionando de acordo com o número e pessoa:

Verbo Haver

  • Ocorrerão fatos estranhos naquela cidade.
  • Existirão fatos estranhos naquela cidade.
  • Ocorrerão problemas para aqueles professores.
  • Existirão problemas para aqueles professores.

Mas agora fique muito atento, pois o verbo haver permanece no singular:

  • Haverá fatos estranhos naquela cidade.
  • Haverá problema para aqueles professores.

Ao ser usado como sinônimo de ocorrer o verbo fica invariável. Logicamente que isso não significa que ele nunca ficará no plural. Existem casos que o haver desempenha papel de verbo auxiliar indicando pessoa, tempo e modo verbal, sinônimo de ter em tempos compostos:

  • Elas haviam feito algo errado para todas as pessoas do recinto.
  • Elas tinham feito algo errado para todas as pessoas do recinto.

Ou

  • Eles haviam comido demais na última reunião de família.
  • Eles tinham comido demais na última reunião de família.

O verbo como sujeito também pode ter outra forma, no sentido de “obter”, “considerar” ou “lidar”. Apesar de poucos usados, ainda é uma possibilidade que a língua portuguesa oferece. Observe os exemplos:

  • Houveram (no sentido de obter) do informante uma prova do crime. (sujeito da oração: prova do crime);
  • Nós o havemos (no sentido de considerar) como culto por conta do modo como se expressa. (sujeito da oração: nós);
  • Os profissionais houveram-se (no sentido de lidar) muito bem nas tarefas do dia (sujeito da oração: os profissionais).

É possível notar que o verbo é cheio de particularidades, por isso merece bastante atenção ao ser usado em qualquer construção frasal.

Erra-se comumente o uso do verbo “haver” no passado de maneira errada como “Houveram diversos pedidos para que isso acontecesse”. “Houveram muitos fatos escusos naquela época”. Mas em outros verbos a concordância se dá de forma diferente, com o plural:

É errado dizer:

  • Falta 20 reais para comprar a roupa.
  • Falta dois dias para o evento.

O certo seria:

  • Faltam 30 reais para comprar a roupa.
  • Faltam dois dias para o evento.

Locução verbal do verbo haver

Outra regra bastante importante: quando o verbo haver faz uma locução verbal, o outro verbo segue a mesma regra de impessoalidade, ambos permanecendo no singular:

  • Deve haver uma forma de resolver isso.
  • Não sei de chegou a haver fatos contra ele.

Verbo ter no sentido de haver

E quando o verbo ter é usado como sinônimo do verbo haver? Apesar de não ser um uso oficial da língua portuguesa e norma padrão, nesse caso o ter segue a mesma regra do haver, ou seja, não indo para o plural:

  • Lá tinha muitas pessoas diferentes.
  • Tem profissionais que não executam bem o seu trabalho.
  • Na festa não teve muitas músicas boas.

O erro é frequente na hora de escrever, mas também na hora de falar. Isso ocorre porque as pessoas fazem a flexão do verbo a fim de torná-lo sujeito, mas está incorreto. Isso, por certo, ocorre pela analogia dos verbos existir e ocorrer.

Mais sobre o verbo haver

Por outro lado no presente do indicativo normalmente não há erros, afinal dificilmente alguém diria: “hão muitas pessoas nessa festa”. A confusão acontece quando o verbo está conjugado no pretérito do futuro: “na próxima prova haverá muitas pessoas” ou “na próxima prova haverão muitas pessoas? Pelo o que aprendemos até agora com certeza você já deduziu que a primeira frase é a correta.

A regra, apesar de não parecer, é a mesma neste caso. De qualquer forma não importa se o verbo está no pretérito, presente ou no futuro, o verbo não será flexionado.

Verifique mais alguns exemplos do uso do verbo haver:

  • Os ladrões haviam rendido o guarda da loja.
  • Os presos houveram de força para fugir da cadeia.
  • Alguns haviam-no por estranho.
  • O anônimo houve-se como herói da história.
  • O político corrupto terá que haver-se com a justiça.
  • Há pessoas de boa índole naquele local.
  • Houve fatos complicados naquela casa.
  • Há dias que não saio de casa.
  • Morávamos naquela velha casa há 20 anos.
  • Houve muitos eventos.
  • Não havia porque sair naquele momento.

Verbo haver nas provas e vestibulares

Esse tema é amplamente explorado nos vestibulares. Mas é fácil se sair bem em questões como essas, pois basta memorizar a regra principal e verificar qual é o sentido que o verbo haver tem na frase. Na dúvida você pode substituir o verbo haver por outros sinônimos a fim de tirar a dúvida. Se você ainda tem dificuldades, faça exercícios de vestibulares passados sobre o tema para poder praticar Logo o tema estará na ponta do lápis.