Fotólise


Fotólise

A fotólise é o processo caracterizado pela degradação de moléculas orgânicas devido às radiações luminosas. Outros nomes recorrentes o fenômeno descrito são: fotodissociação ou ainda fotodecomposição. No geral, a etapa envolve a ação dos radicais livres, que dão início ao rompimento de ligações químicas de corpúsculos (partículas elementares), com a produção de íons. Para ilustrar melhor o processo, é válido debruçar-se sobre a fotossíntese, procedimento químico efetuado pelos vegetais com o intuito de obter energia.

Fotossíntese e a fotólise da água

Durante a fotossíntese uma das etapas fundamentais é justamente a fotólise da água combinada à clorofila, que ocorre na fase clara. Aqui, a energia luminosa é empregada para dividir os átomos que constituem a molécula de água. O processo de separação serve também para liberar elétrons que mais adiante serão utilizados para a reposição das partículas perdidas pela clorofila em sua excitação. Por sua vez, a molécula de oxigênio decorrente da reação é liberada para a atmosfera.

Em suma, a equação química que expressa a fotólise da água é a seguinte:

• 2H2O → 4H+ + 4e- + O2

A fotólise específica da água foi batizada ainda de reação de Hill, em homenagem ao bioquímico britânico Robert Hill. Ele foi o primeiro cientista a identificar a reação, em 1937. Apesar de ser um dos casos mais conhecidos, a fotólise da água é apenas um tipo de degradação de moléculas.

O processo de fotólise no peróxido de hidrogênio

Mais um exemplo de fotólise pode ser observado no peróxido de hidrogênio, popularmente chamada de água oxigenada. Tal suscetibilidade à fotodissociação é demonstrada na expressão química abaixo:

• H2O2 (aq) → H2O (l) + 1/2 + Oi2 (g)

Devido à sua sensibilidade à luz, o peróxido de hidrogênio deve ser armazenado em potes de vidro escuros ou recipientes de plástico fosco. Se essas precauções, a substância acabar por se corromper pela radiação e dispensa do oxigênio.