Glicerina


Conhecida também como glicerol, a glicerina é uma substância utilizada como matéria prima de diversos produtos, inclusive de cosméticos. Não possui cor nem cheiro e é obtida a partir de vegetais ou gordura animal. Apesar de ser chamada tanto de glicerina quanto de glicerol, seu nome como composto químico é propano-1,2,3-triol.

Glicerina

A glicerina possui a consistência de um xarope e apesar de ser utilizada na fabricação de tintas e explosivos, hoje também faz parte de produtos para a pele e cabelos, já que possui um alto poder de hidratação. Outro uso comum do glicerol é na fabricação de sabonetes, como um subproduto ou parte da matéria prima. Os cigarros também contam com a glicerina em sua composição, pois é ela que permite que as fibras de tabaco não se quebrem.

A maior parte da produção de glicerol provém da indústria do sabão através da mistura de óleos e gorduras naturais. Ainda assim é possível obter a substância de forma sintética como subproduto da fabricação do propileno.

Tanto a glicerina vegetal quanto a glicerina animal são originadas a partir de fontes naturais. A diferença está no que é misturado a soda caustica. Quando a glicerina é originada a partir de sebo animal ou banha de porco ela é de origem animal. Agora quando é originada a partir de óleos vegetais a glicerina é de origem vegetal. Vamos conhecer mais sobre a glicerina e suas aplicações:

Usos da glicerina

A glicerina possui muitos usos e aparece em variados produtos. O mais comum é no sabão, principalmente nos sabonetes glicerinados – aqueles com um aspecto transparente. Dentre as principais aplicações da glicerina estão:

Alimentos e bebidas
O glicerol aparece na composição de alguns alimentos e bebidas e tem por objetivo contribuir para uma maior duração do produto, ação solvente e suavizante e até mesmo umectante. Bolos, sorvetes, queijos, carnes, margarinas e refrigerantes são exemplos de alimentos que se utilizam de glicerina em sua produção.

Medicamentos
A indústria de medicamentos também utiliza a glicerina como componente na fabricação de pomadas, xaropes, anestésicos e tranquilizantes.

Cosméticos
Devido a sua capacidade de absorver água do ambiente, a glicerina aparece na grande maioria dos cosméticos, como batons, blush, sombras, loções de barbear, cremes hidratantes, produtos para os cabelos e óleos para unhas e cutículas.

Além disso é possível encontrar o componente na fabricação de dinamites – depois de ser transformado em nitroglicerina -, em tintas de impressões, loções hidratantes, lubrificantes para máquinas industriais, na fabricação de tecidos, cremes dentais, na produção de cigarros e até mesmo como forma de preservar bactérias em baixas temperaturas.

Esse amplo uso se deve ao fato da substância ser hidroscópica, ou seja, capaz de absorver água do ambiente em que se encontra. Normalmente quase todos os produtos que usam a glicerina contam também com a presença de água.

Benefícios da glicerina

A glicerina é uma substância que possui uma série de benefícios não apenas para a saúde como também na preservação do ambiente e redução da poluição. Inclusive vem sendo estudada como parte da química verde, para substituir os combustíveis fósseis. Dentre os principais benefícios da glicerina podemos citar:

Prevenção a diabetes
A substância é utilizada em alimentos que contém pouca quantidade de carboidratos e tem o objetivo de garantir o sabor doce e manter o alimento úmido. É comum também que esteja presente em produtos voltados para quem sofre de diabetes. O motivo? A glicerina ajuda a diminuir os níveis de glicose do sangue.

Substitui o álcool como solvente
Quem trabalha com a produção de tinturas, ervas e extratos também pode contar com a glicerina para evita a exposição ao álcool. Isso porque a substância pode ser utilizada como solvente.

Tratamento de queimaduras e doenças da pele
Devido a seu efeito hidratante, a glicerina pode ser utilizada como remédio, sendo aplicada diretamente na pele – após ser dissolvida em água – queimada. O produto também é muito bom para quem sofre de psoríase, por exemplo, e irá ajudar a dar um aspecto mais bonito a pele.

Fortalecimento dos cabelos
Além de ajudar a hidratar os fios, a glicerina serve também para fortalecer os cabelos, diminuindo a quebra e o ressecamento dos fios e também o surgimento de pontas duplas.

Subproduto da produção de biodiesel
Cada vez mais se buscam por novas fontes de energia que substituam os combustíveis fósseis. Assim, o biodiesel tem sido a alternativa mais viável e a glicerina acaba se tornando um subproduto. Como a glicerina resultante da produção de biodiesel não pode ser descartada na natureza, ela deve ser direcionada para o uso em outros produtos.

Produz substâncias essenciais para a síntese de compostos cíclicos
Quando a glicerina é fermentada de forma anaeróbia um dos compostos resultantes da fermentação é o 1,3-propanodiol, utilizado na composição de poliésteres e poliuretanos. Outros produtos também podem formar o mesmo composto, no entanto resultam em outros elementos nocivos ao ambiente. Sendo assim o melhor é apostar na glicerina.