Hulha


A Hulha é uma espécie de carvão mineral, intermediário entre o antracito e o linhito, que dispõe de um dos maiores índices de carbono em sua composição, já que só perde para o antracito. Também chamado de “carvão de pedra”, o carvão mineral contém betume e foi uma das matérias primas mais utilizadas durante a Revolução Industrial do século XIX. Vale ressaltar que se denomina de Hulha o carvão mineral que apresenta teor de carbono entre 60% e 80%.

hulha

Obtida por meio do processo de fossilização da madeira na crosta terrestre, que é quando a matéria é enriquecida de forma gradativa em carbono, a Hulha é um tipo de carvão mineral ainda muito utilizado pelas indústrias. A partir da destilação seca do carvão é possível obter compostos como o “gás de iluminação”, o qual é utilizado para iluminar as ruas e, também, como combustível para a indústria; a fração líquida composta por alcatrão de Hulha e água amoniacais; e o alcatrão de Hulha, que é utilizado para obter compostos aromáticos.

Quer saber mais sobre o carvão mineral Hulha? Confira nesse artigo todas as informações e dicas que temos para você sobre o assunto!

Veja abaixo:

• O que é a Hulha?

A Hulha é um tipo de carvão mineral obtido através do processo de fossilização da madeira, que apresenta cerca de 80% de teor de carbono. Trata-se de um composto amplamente explorado pela indústria, haja vista que a partir da destilação seca da espécie de carvão mineral é possível obter a fração gasosa, ou “gás de iluminação”, bem como a fração líquida, as águas amoniacais e o alcatrão de Hulha, que ao passar pela destilação fracionada dá origem a frações como o óleo leve, óleo médio, óleo pesado, óleo de antraceno e piche.

Outra aplicação da Hulha é em relação à sua fração sólida, também chamada de “carvão coque”, que é muito utilizado pelas siderúrgicas na produção de aço, ferro e gasolina sintética. O processo de destilação seca, que também é chamado de pirólise, por sua vez, consiste no aquecimento do tipo de carvão mineral, que faz com que ele fique nas formas: sólidas (carvão coque), líquida (águas amoniacais e alcatrão de Hulha) e gasosa (gás de iluminação), todas utilizadas pela indústria, além do uso doméstico.

Isto é, a Hulha pertence ao grupo de carvões minerais mais utilizados pela indústria, de modo geral, já que através do processo de destilação seca o carvão natural é útil para dar origem a diversos tipos de produtos, como plástico, piche para pavimentação de ruas, medicamentos e tintas, entre outros. O alcatrão de Hulha, especificamente, é um dos compostos mais utilizados pelas indústrias de plástico e de aço, entre diversas outras. O carvão coque, por sua vez, é o principal produto da Hulha.

• Os principais produtos da Hulha:

Como você pôde ver ao longo desse artigo, a Hulha é um carvão mineral, ou carvão natural, que dá origem a 4 tipos de compostos amplamente utilizados pela indústria. São eles:

– O carvão coque, que é muito utilizado pela indústria siderúrgica para a obtenção de aço e ferro, entre outros produtos;

– O alcatrão de Hulha, um líquido escuro, viscoso, que não se mistura com a água e é composto por uma mistura de hidrocarbonetos aromáticos. Depois de passar pelo processo de destilação fracionada, esse tipo de alcatrão dá origem a óleos leves, como benzeno e tolueno; a óleos médios, como o fenol e as piridinas; aos óleos pesados, como a anilina; e ao piche, que é uma das matérias-primas mais utilizadas para a construção de asfaltos;

– O gás de Hulha, que foi muito utilizado como combustível para lampião no passado e, por isso, ganhou o nome de “gás de iluminação”;

– As águas amoniacais, que são utilizadas pela indústria para a produção de adubos e fertilizantes para o setor agrícola.

Ou seja, a Hulha é um dos tipos de carvão natural mais importantes para a economia do país, haja vista que é utilizada por diversos segmentos da indústria. Atualmente, a Rússia é o país líder na distribuição de Hulha, já que é responsável por produzir mais de 600 milhões de toneladas da espécie de carvão mineral todos os anos. Já no Brasil, a região mais abundante em Hulha é o sul e o carvão é utilizado, principalmente pelas usinas hidrelétricas para gerar energia.

Hoje, o Brasil produz cerca de 10 milhões de tonelada de Hulha por ano.

A composição química da Hulha é a seguinte:

– Carbono ………..de 60% a 80%;
Hidrogênio …….de 4,5% a 5,5 %;
Oxigênio ………..de 12% a 21% no carvão sub-betuminoso e de 5% a 20,0 % no carvão betuminoso.

Este artigo foi relevante para esclarecer todas as suas dúvidas a respeito da Hulha e auxiliar nos seus estudos? Então deixe um comentário!