Métodos de Mistura e Separação de Componentes na Química


A matéria pode se apresentar de várias formas. Mais de um elemento pode estar presente em uma matéria. É o caso, por exemplo, do cloreto de sódio, que contém cloro e sódio.

As misturas podem ser homogêneas (não é possível perceber a mistura) ou heterogêneas (a mistura é visível, mesmo que somente com visão microscópica).

As formas de separação das misturas baseiam-se em diversos critérios, sendo o principal deles o fato de serem as mesmas homogêneas ou heterogêneas. As propriedades da matéria e o tamanho das partículas são critérios importantes para a separação, como o grau de solubilidade.

Principais formas:

Separação de misturas heterogêneas

– Catação – é o mais manual dos métodos, utilizando-se instrumentos para separar um elemento sólido de uma mistura, processo que pode ser feito com as mãos. É preciso que esses elementos sejam visíveis.

– Levigação – é uma técnica bastante utilizada na mineração, em que se utiliza o fluxo d´água para separar um elemento sólido de outro com menos densidade.

– Flotação – é uma técnica em que se utiliza de um líquido para separar duas matérias sólidas ou uma sólida e outra líquida, valendo-se do desnível de densidade entre elas.

– Ventilação – é parecido com a levigação, só que nessa técnica a água é substituída pelo vento.

– Dissolução fracionada – é feita por meio da adição de um líquido a uma mistura sólida, com o propósito de dissolver um dos elementos sólidos dessa mistura. É o que acontece na separação entre o sal e a areia.

– Separação magnética – esse método é utilizado para remover um metal de um elemento sólido não metal, com a utilização de um ímã.

Decantação – colocam-se os elementos de uma mistura em repouso, que podem ser dois elementos líquidos ou um elemento líquido e um sólido, de modo que o elemento mais denso se separe da mistura.

– Centrifugação – é uma técnica para ampliar a velocidade do processo de decantação utilizando-se de uma centrífuga.

– Filtração – O filtro retém o elemento sólido, separando-o do líquido.

Separação de misturas homogêneas

– Fusão fracionada – é a separação de dois sólidos com pontos diferentes de fusão pela exposição ao calor.

– Sublimação fracionada – utiliza-se, também, do ponto de fusão, mas o elemento que se transforma em gás é resfriado num recipiente de vidro, que fica em cima do incipiente aquecido, voltando ao estado sólido.

– Cristalização fracionada – separa-se, simultaneamente, um líquido, pela evaporação, e dois sólidos, com coeficientes de solubilidade distintos, pela dissolução de um deles.

– Destilação simples – serve para separar um líquido da mistura com um elemento sólido, feita por meio do aquecimento, evaporação do líquido e transformação do gás num outro recipiente, por meio da temperatura, novamente em líquido.

Liquefação fracionada – transformam-se gases de uma mistura em substância líquida, que é exposta à liquefação. A separação é feita com base no ponto de ebulição, que precisa ser diferente entre os elementos.