Teoria das Colisões e Fatores que alteram a Velocidade de uma Reação


Teoria das Colisões

O contato entre seus reagentes é o que influencia a velocidade de uma reação química.
Caso eles não entrem em contato, a reação não acontece.
É por meio desse contato quer as moléculas se encontram umas com as outras. Isso forma uma colisão – o chamado choque entre moléculas -, formando os produtos da reação.
O choque entre as moléculas deve ocorrer com um mínimo de energia para que o complexo ativado seja formado – a energia de ativação. Esse choque entre as moléculas dos reagentes, por fim, é chamado de a Teoria da Colisão.

Fatores que alteram a velocidade de uma reação
Pressão
Interfere na velocidade das reações entre gases. De líquidos e sólidos não influencia tanto.

Natureza dos reagentes
As reações orgânicas costumam ser mais lentas, pois há um grande número de ligações covalentes para serem rompidas).
Já as reações inorgânicas são mais ágeis, por haver poucas ligações a serem rompi¬das.

Superfície de contato
Quanto maior a superfície de contato entre os reagentes, maior a velo¬cidade da reação. Isso porque o número de colisões entre as molécu¬las aumenta, por ter mais contato, aumentando a velocidade da reação.

Temperatura
Quanto mais elevada a temperatura, mais rápida a reação. Isso porque as moléculas têm sua quantidade de movimento au¬mentada, colidindo mais entre si.
Vale destacar que essa regra é bastante limitada. Isso porque, na prática, o valor quantitativo do aumento da veloci¬dade das reações por conta de um aumento na temperatura deve ser testado, analisado e avaliado para cada situação.

Eletricidade
Passagens de corrente elétrica impulsionam algumas reações.
Concentração de reagentes
Quanto mais partículas reagentes, mais colidem efetivamente, aumentando a velocidade da reação.

Luz
As reações costumam ser aceleradas pela ação da luz. É o que ocorre no processo de fotossíntese, por exemplo.
Catalisador
Usar catalisadores específicos pode acelerar determinadas reações.