Três maneiras de se elaborar dissertações


A dissertação é separada em três segmentos: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Introdução

O parágrafo inicial da dissertação deve apresentar a informação do que será discutido no desenvolvimento.

A introdução deve ser produzida em um parágrafo de cerca de cinco linhas, apenas em um parágrafo, nunca mais do que isso.

Tudo o que for mencionado na introdução deve ser debatido no desenvolvimento. Já o que não for mencionado não pode estar presente no desenvolvimento.

dissertações

A introdução é um tipo de indicio do desenvolvimento.

Desenvolvimento

É o texto em si. É onde os questionamentos devem ser debatidos.

Cada questionamento deve ser debatido em somente um parágrafo, e não pode passar disso. Além disso, em um mesmo parágrafo, não se deve apresentar dois questionamentos.

Os assuntos a seres inseridos no desenvolvimento devem ser relevantes para a sociedade de maneira geral. Os temas pessoais, ou muito semelhantes aos acontecimentos do dia a dia, devem ser poupados.

O desenvolvimento deve ser construído em três parágrafos de cerca de cinco linhas cada, ou em dois parágrafos de oito linhas cada.

Conclusão

A conclusão é o término da dissertação, dessa forma nunca mostre referencias novas nela. Se ainda existem questionamentos a serem debatidos, não comece a conclusão.

Procure finalizar a redação com desfechos sólidos, e não com rodeios. Esse parágrafo deve encerrar toda a redação, e não somente o questionamento do parágrafo final do desenvolvimento.

A conclusão deve ser construída em um parágrafo de cerca de cinco linhas, apenas um.

Mesmo a conclusão sendo o término da redação, ela já deve estar quase organizada no instante de escrevê-la. Quando realizar o planejamento, antes de iniciar a redação, questione-se: A que conclusão pretende chegar com os questionamentos que mostrou?

Três maneiras de fazer uma dissertação

1) Argumentação, resumo e perspectiva

Esse é o processo da indagação ao tema. Pergunte sempre ao tema o porquê dele está sendo tratado, oferecendo, em seguida, três respostas com frases inteiras, que transfiram questionamentos importantes.

Para construir a introdução do tema em questão, reescreva-o com suas próprias palavras, adicionando a elas a três frases apontadas como respostas a pergunta feita anteriormente.

É importante falar que é preciso reescrever, literalmente, o tema. Evite somente substituir as expressões por sinônimos, tente reorganizar estruturalmente o tema.

Para o desenvolvimento é preciso lembrar que cada questionamento precisa ser discutido em um parágrafo, apenas em um parágrafo, lembrando que não se podem discutir dois questionamentos em um mesmo parágrafo.

Nunca generalize. Utilize questionamentos consistentes, concretos, que realmente sejam relevantes para a sociedade de maneira geral. Escolha apenas dois ou três questionamentos para serem debatidos no desenvolvimento. É muito melhor debater a fundo poucos questionamentos do que vários superficialmente.

Por fim, na conclusão, é preciso apresentar pontos de vistas que trabalhem tendo em vista a compreensão geral.

É começar a conclusão com frases tipo:

– É imprescindível que

– É necessário que

– É preciso que

2) Comprovação, trajetória histórica e conclusão

Procurar questionamentos do passo, trazendo-os sem seguida para o presente, isto é, demonstrando um acontecimento histórico ou um personagem relevante para a sociedade de uma maneira geral do passado e outro personagem ou acontecimento do presente.

É importante debater a respeito das personagens ou acontecimentos demonstrados, cada um em um parágrafo, nunca juntos.

É sempre bom começar a conclusão com uma conjunção coordenativa conclusiva como, por exemplo, portanto, logo, por conseguinte, então e por isso.

Precisa tomar muito cuidado com a conclusão, uma vez que a conjunção une as orações, contudo, nessa situação, ela estará unindo a conclusão com o restante da redação. É preciso finalizar a redação inteira, e não apenas o parágrafo final do desenvolvimento.

3) Exemplificação, paráfrase e retomada da tese

É preciso parafrasear o tema, isto é, reescrevê-lo, mas tomando muito cuidado para não apenas substituir as expressões por sinônimos.

Exemplificar é procurar exemplos relevantes para a sociedade de maneira geral. Exemplos que demonstrem seu conhecimento do mundo, sua cultura ou seu nível de informação. Para achar esses exemplos é importante ler livros, revistas e jornais, sempre procurando as mais diferentes informações.

Sempre volte a introdução para escrever a conclusão. É reescrever a introdução já reescrita anteriormente, com o propósito de finalizar o tema, dando maior ênfase e verdade aos assuntos tratados.