Educação e Socialização Secundária


Socialização Secundária
A socialização é o processo pelo qual passam todos os seres humanos, de diferentes formas e em variados ambientes. É algo que permanece durante toda a vida do indivíduo, pois cada ambiente trará novas experiências sociais por meio da aprendizagem e da imitação. A partir dessas assimilações de conhecimento social, desde as fases iniciais, é possível que o ser humano passe a ser um ser social, não apenas biológico.

Há uma divisão desse processo em duas perspectivas: socialização primária e socialização secundária. O critério para isso é em relação aos ambientes frequentados por esse indivíduo. Na socialização primária, cabe à família, e quaisquer pessoas que convivam com a criança, ensinar os fatores fundamentais de comportamento, cultural e a firmar o seu papel naquele contexto, seja de filho, irmão, neto, enfim. A identificação da criança com as pessoas ao seu redor permitirá a formação de sua identidade.

Na socialização secundária, cabe aos outros contextos e pessoas, exteriores ao ambiente familiar, auxiliarem na socialização desse indivíduo em formação. Normalmente esses local é a escola, quando ingressam em alguma instituição escolar os sujeitos assumem novos papeis sociais, não mais desempenham funções de filhos ali, ou irmãos, passam a ser estudantes. A escola passa a ser o ambiente de socialização secundária.

A escola é uma dos principais agentes no processo de socialização secundária, pois naquele local o sujeito aprenderá conhecimentos acerca da vida em sociedade e também dos saberes do conhecimento humano. Entretanto, há diversos locais que também possuem sua parcela nessa fase, tais como junto aos amigos, igreja, trabalho, experiências como uma viagem, entre outros a depender do próprio sujeito em questão.

A Educação é o instrumento de maior influência para o ser humano em construção, aspectos como disciplina, obediência às regras e respeito às autoridades diferentes, que não mais constituem seu ambiente familiar, são de extrema importância para inserção no corpo social.