Representações da Modernidade no Brasil


Modernidade no Brasil

Do ponto de vista sociológico, a modernização no Brasil foi um fenômeno bastante intenso e que rendeu reflexões bastante complexas sobre a sociedade brasileira. Do ponto de vista histórico, esse processo pode ser explicado pelo processo de independência do Brasil e sua consolidação como um estado-nação propriamente dito.

Diferente do que ocorreu com a maioria esmagadora dos países europeus, cujas nações foram se constituindo no decorrer de vários séculos, no Brasil esse mesmo processo se deu de maneira abrupta, e rapidamente foi necessária a constituição de uma nação legitimada e soberana.
A forma como essa modernização ocorreu tem impactos até os dias atuais, como será visto abaixo.

Principais marcos modernos no Brasil
É possível afirmar que nosso país foi tardio em quase todos os aspectos em relação a outros países, que inclusive eram colônias, como é o caso dos Estados Unidos.
O primeiro grande marco da modernização foi sem nenhuma dúvida as cidades. Aos poucos, a população foi migrando do campo, segmento que se concentram as principais atividades econômicas do Brasil na época da independência e ainda hoje, para as cidades.
Com isso, além da urbanização, houve a formação do proletariado e com ele a consolidação de um mercado consumidor interno.
Mais tarde, houve grandes investimentos na industrialização do país, fazendo com que universidades surgissem para a formação de mão de obra qualificada.
Isso significa que foi um período de intensas transformações sociais, econômicas e culturais.

Consequências da modernidade
Apesar de fato ter havido modernização no Brasil, ela ocorreu por meio de episódios esparsos e sem planejamento.
Como resultado desse processo, existem diversas consequências:
-Falta de investimento no sistema de ensino público básico, grande diferencial dos países desenvolvidos;
-Mentalidade pré-capitalista de empresários nacionais;
-Altos índices de desigualdade social, especialmente nas cidades;
-Grande déficit público orçamentário;
-Poder decisório concentrado na mão de uma pequena, mas poderosa elite.
Se o Brasil não superar essas representações da modernidade dificilmente se tornará um país próspero para todas as pessoas.