Socialismo, Valores e Sistema Social para Marx e Engels


Marx e Engels

Durante o século XIX, muitos países desenvolveram algumas correntes que defendiam o socialismo como uma resposta direta aos conflitos que foram muito comuns na Europa neste período, especialmente entre patrões e empregados.

Estas ideologias socialistas serviram como uma espécie de guia para tais tentativas de revolução socialistas, pois, como foram definidas por Marx e Engels, eram, na verdade, ideais socialistas utópicos.

Os próprios Marx e Engels trabalharam para que fosse cunhado o socialismo científico, ideal que marcou as ciências sociais, influenciando-as a partir de então, tendo como base as obras destes autores.

O socialismo para Marx e Engels

Para Marx e Engels, o socialismo aconteceria de forma inevitável, como a primeira fase depois da derrocada e do desmoronamento do capitalismo, uma vez que o capitalismo enfrentaria suas contradições, como a queda da taxa de lucros, extrema pobreza dos trabalhadores, mecanização da produção, entre outros.

Assim, nesta fase após a queda do capitalismo, para Marx e Engels, haveria então um enfraquecimento do poder do estado e uma consequente socialização dos meios de produção, antes concentradas apenas nas mãos das classes dominantes, e não dos trabalhadores. Estes meios de produção, que segundo Engels e Marx seriam socializados eram, especialmente, os maquinários e as terras.

Porém, para que se chegasse ao socialismo, tanto Marx quanto Engels defendiam que não haveria outro caminho senão a revolução dos trabalhadores contra seus patrões, de maneira que fossem, assim, retirados do poder destes os meios de produção e o controle sobre eles.

Isto fez com que Marx e Engels se envolvessem de maneira direta com os trabalhadores, organizando associações e liderando ações que tinham como objetivo organizar os atos revolucionários dos trabalhadores.

Desta maneira, a definição de socialismo e de seus valores para Marx e Engels é muito mais do que um sistema social comum, sendo uma forma de libertação dos trabalhadores de sua exploração.