Resumo do Reino Animal


A Biologia classifica e subdivide todos os seres vivos existentes no mundo em cinco grandes grupos, que são chamados de reinos. Mas o que é um ser vivo? Em geral, é um ser formado por células, que possuem a capacidade de se reproduzir, têm a necessidade de alimentação e respiração e a estrutura química composta tanto por substâncias orgânicas quanto inorgânicas.

Os cinco reinos da natureza são os seguintes: Animal, Vegetal, Monera, Fungi e Protista. A ciência específica que se encarrega de fazer esse tipo de classificação é chamada de taxonomia.

Vejamos agora um resumo do reino animal que, inclusive, é onde nós seres humanos nos encontramos dentro dessa divisão.

Reino Animal

Resumo do reino animal – características fundamentais

Esse reino é composto por mais de um milhão de espécies diferentes de animais e, de acordo com os estudos dos fósseis, é bem possível que muitas outras já tenham existido, mas tenham sido extintas.

• Heterotrofia

Uma das características mais importantes que marca o reino animal é o fato de que todos os seres que fazem parte dele são heterótrofos, basicamente, isso significa que não são capazes de sintetizar (produzir) o próprio alimento e precisam obtê-lo a partir do meio externo. Essa é uma grande diferença entre os animais e os vegetais, por exemplo, já que esses últimos são autótrofos, produzem o seu alimento.

• Eucariontes

Todos os indivíduos do reino animal são eucariontes, também chamados de eucarióticos. Isso significa que, lá dentro da célula, o núcleo é bem delimitado por uma membrana. Inclusive, é no núcleo que fica localizado o material genético.

É importante ressaltar que todas as células possuem núcleo, a diferença é que nas eucarióticas esse núcleo é organizado, justamente devido à presença da membrana nuclear.

• Pluricelulares

Os animais são seres formados por muita células, por isso que são chamados de pluricelulares. Só para você ter uma ideia, o corpo humano é formado por aproximadamente dez trilhões de células que funcionam em conjunto.

• Tipo de reprodução

Os componentes do reino animal se reproduzem por meio de reprodução sexuada, ou seja, a modalidade que envolve a união de dois gametas para formar o embrião, que dará origem ao feto posteriormente. Alguns invertebrados se reproduzem de forma assexuada, mas são a minoria se comparados ao restante do reino.

• Celoma

O celoma nada mais é do que uma cavidade embrionária que está presente em todos os animais vertebrados.

• Aeróbicos

Agora estamos falando sobre o tipo de respiração dos animais, que é aeróbico, ou seja, depende obrigatoriamente do oxigênio, que pode ser retirado do ar ou da água, dependendo do ambiente no qual cada animal vive.

• Simetria bilateral

Essa é uma característica da maior parte dos animais, nos quais as duas metades do corpo são simétricas. No entanto alguns deles possuem a chamada simetria radial, ou seja, os planos longitudinais saem do centro do corpo. E as esponjas são seres que não possuem simetria definida, portanto, assimétricos.

Resumo do reino animal – principais filos

Dentro desse reino, os seres vivos que o compõem são distribuídos em uma outra classificação, são os filos do reino animal, nove no total. Vamos ver quais são eles!

Poríferos: reúne as esponjas, animais de vida aquática cuja composição corporal é muito simples, tanto que não têm tecidos diferenciados e nem órgãos. A maior parte vive no mar.

• Cnidários: também é um filo de animais aquáticos, como as águas-vivas, caravelas e corais. Algumas espécies permanecem a vida toda fixas em um substrato, outras são capazes de se movimentar e nadar livremente.

• Platelmintos: temos as planárias, tênias e esquistossomos como principais representantes desse filo. Podem viver como parasitas, em água doce, salgada, ou em ambiente terrestre e úmido.

• Nematódeos: os nematódeos são caracterizados pelo corpo cilíndrico e levemente afilado nas duas pontas. Eles podem ser encontrados em praticamente qualquer ambiente e muitos vivem parasitando outros animais. Os parasitas mais populares desse filo são as lombrigas e filárias.

• Moluscos: são os animais de corpo mole, normalmente providos de uma concha calcária. Podem ser encontrados em água doce ou salgada, e também vivendo em terra firme. Os principais exemplos são lesmas, caramujos, mexilhões, polvos e lulas.

Anelídeos: esses animais se caracterizam por apresentarem o corpo cilíndrico dividido em segmentos que se parecem com anéis, podemos dizer que possuem o corpo anelado. Podem viver na água doce ou salgada e também no solo úmido. As minhocas são anelídeos, assim como as sanguessugas e poliquetos.

Artrópodes: os indivíduos desse filo são muito numerosos protegidos por um exoesqueleto de quitina. Aranhas, escorpiões, centopeias e os insetos são alguns exemplos dos artrópodes.

• Equinodermos: exclusivamente marinhos e complexos, como estrelas-do-mar.

• Cordados: por fim, chegamos ao filo em que os seres humanos se encontram. Basicamente é o filo que reúne todos os animais vertebrados e alguns invertebrados aquáticos, como ascídias e anfioxos.

O resumo do reino animal mostra o quão rico e complexo é esse reino!