Arquivos da categoria: Educação Física

A educação física é um campo muito importante para o conhecimento dos esportes e também faz parte do estudo de como as atividades físicas impactam em nosso organismo

Resumo sobre a Câmara de Arbitragem

As ações movidas na Justiça tradicional têm, cada vez mais, submetido as pessoas a longos e penosos processos, somados à incerteza da vitória e aos gastos financeiros altíssimos com honorários de advogados e custos administrativos.

História do Atletismo

O atletismo é a forma mais organizada de competição esportiva, e é considerado o esporte mais nobre de toda a história Olímpica. Ela não se restringe apenas as modalidades de corrida, e é dividido em três categorias: corrida, saltos e arremessos.

História do Atletismo

Em geral, as provas de competição de atletismo são realizadas em estádios fechados, com exceção da maratona, que é feita nas ruas da cidade.

Como Surgiu o Atletismo

O atletismo é um conjunto de atividades esportivas que envolvem corridas, saltos e arremessos. Forma mais antiga e organizada de competição, o atletismo é a única modalidade esportista convidada para participar de todas as olimpíadas.

Na verdade, o atletismo acompanha o homem desde a chamada pré-história, onde era necessário fugir dos predadores. Dessa forma, o homem exercitava as atividades de corrida, saltava obstáculos e lançava objetos, como a lança, para a caça. Quanto melhor elas eram feitas, mais o homem avançava na história da humanidade.

A primeira competição Olímpica da história, em 776 a.C., a única prova era a corrida de 200 metros. Depois, os atletas começaram a competir o pentatlo com lançamento de discos, salto e corridas de obstáculos, até que o Império Romano conquistou a Grécia e aboliu os jogos, que ficaram parados por séculos.

O atletismo começou a ganhar a forma competitiva que tem hoje a partir do século XIX, com competições em estádios de corridas, saltos e lançamentos. A Inglaterra restaurou essa modalidade e transformou o atletismo no esporte favorito dos ingleses.

Na primeira edição dos Jogos Olímpicos Modernos, em 1896, o principal atleta era um corredor de salto triplo, e o atletismo era a competição principal e mais importante dos jogos. Pela sua importância, fundou-se a Associação Internacional de Federação de Atletismo, com sede em Londres, que até hoje organiza os jogos, as regras e oficializa as marcas mundiais.

Modalidades do Atletismo

O atletismo é uma forma de superação dos movimentos humanos essenciais como caminhar, correr, saltar e arremessar. Esporte base de todos os outros, ele é capaz de testar a força humana que vai além da resistência física, passando também pela habilidade.

Por definição, o atletismo possui provas de pistas, onde são incluídas as três categorias principais do atletismo, corridas de rua como maratona e corridas na montanha, prova de cross country com obstáculos naturais e artificiais e a marcha atlética.

Todas as provas de pista estão incluídas nas Olimpíadas e estão separadas em três categorias, que possuem diversas modalidades no seu conjunto esportivo.

A primeira categoria é a corrida, com as seguintes opções: corrida de pista oval com 100, 200 e 400 metros rasos; corrida de meio fundo para 800 e 1500 metros; corridas de fundo, para percursos de 5000 a 100000 e maratona com trajetória de 42,19 km.

Ainda nas corridas, há os obstáculos com 100, 110, 400 e 3000 metros, para homens e mulheres. E o revezamento, que leva quatro atletas para a pista, onde cada um corre um quarto e entrega um bastão para o próximo.

A categoria de saltos possui duas especialidades: a primeira é o salto em distância, que faz com que o atleta corra numa pequena pista e ganhe impulso para saltar numa caixa de areia. Quem fizer o salto maior ganha a prova.

Os saltos em altura fazem com que o atleta corra numa pista de 20 metros, com uma vara pronta para saltar. Ele precisa jogar seu corpo acima do sarrafo e não o derrubar. Ganha quem restar sem desistir e nem derrubar o sarrafo.

Na categoria de arremessos e lançamentos, estão incluídas o arremesso de peso, lançamento de dardo, de martelo e disco. Para ganhar, é preciso conseguir arremessar uma dessas peças o mais longe possível, dentro da marca indicada.

Além dessas categorias, a maratona e a marcha atlética estão incluídas nos jogos Olímpicos, e são feitas nas ruas da cidade sede. O decatlo e o heptatlo não são mais competidos nos jogos, mas o atletismo está incluído no pentatlo.

O decatlo envolve dez modalidades de atletismo numa só competição, dividida em dois dias, e é feita só por esportistas masculinos. Ele precisa realizar provas de corrida, salto em distância e altura, lançamento de peso e disco, corrida com barreiras, lançamento de dardos, salto com vara e corrida de 1500 metros.

O heptatlo é semelhante, mas feito só por mulheres. As sete modalidades são semelhantes às do decatlo, sendo retirados o arremesso de peso, lançamento de disco e 110 metros com barreiras. As corridas de 800 metros rasos do masculino diminuem para 400 metros rasos femininos, e a de 1500 para masculino vai para 800 metros feminino. O vencedor do decatlo e a vencedora do heptatlo são considerados os atletas mais completos do mundo.

Atualmente, Usain Bolt é o maior ganhador de medalhas de todas as Olimpíadas, e é considerado o homem mais rápido do mundo, já que é recordista da corrida de 100 metros, considerada a mais difícil e que mostra melhor o nível de superação humana.

Resumo sobre o esporte Handebol

O handebol é uma modalidade esportiva coletiva onde os jogadores devem marcar gols utilizando as mãos. Para isso, devem arremessar a bola rumo à baliza sem pisar na área do goleiro, o que valida o gol. A história e as regras deste esporte olímpico que é um dos desportos coletivos mais praticados no mundo você conhecerá neste resumo sobre handebol.

Resumo Futsal

O futsal, chamado também de futebol de salão, é uma prática esportiva criada na década de 30 do século passado. Bastante popular no Brasil, a modalidade foi desenvolvida a partir do futebol de campo, adaptando as regras para que ele fosse jogado também em quadras. Hoje, ele é um dos exercícios mais comuns durante as aulas de Educação Física nos colégios.

Resumo O Hipismo no Brasil

O Hipismo existe desde a Antiguidade, mas como esporte surgiu mais tarde, inspirado no hábito dos ingleses de caçar raposas. Durante o século XIX, mais precisamente em sua segunda metade, eles decidiram adaptar suas caçadas, usualmente feitas em campos abertos, para recintos fechados e menores. Assim, criaram obstáculos com o objetivo de reproduzir os encontrados nas caçadas.

Resumo Ginástica Olímpica

Conhecida no Brasil mais comumente como ginástica olímpica, a ginástica artística é a modalidade em que os atletas devem se apresentar em aparelhos realizando um conjunto de exercícios, mostrando graça e domínio do corpo. As competições podem ser individuais ou por equipes, mas as apresentações são sempre individuais. As disputas são divididas entre as competições feminina e masculina.

Resumo Basquete

Acredita-se que o basquete surgiu em Springfield, Massachusetts, nos Estados Unidos em 1891. O responsável por criar essa modalidade esportiva foi um pastor presbiteriano chamado James Naismith, que lecionava Educação Física na Associação Cristã de Moços (ACM). A ideia era permitir que os alunos realizassem alguma atividade física coletiva em um ambiente interno, pois o frio os impedia de jogarem ao ar-livre. Para atender a esse pedido, o professor Naimsmith dividiu os estudantes em duas equipes e definiu que os atletas só poderiam se deslocar com a bola se batessem com ela no chão. Determinou ainda a meta principal, que era fazer com que a bola entrasse no cesto. Vencia então o grupo que fosse mais bem sucedido nessa ação. Relatos do período indicam que todas as bolas arremessadas dentro do cesto tinham de ser retiradas com a ajuda de uma escada. Isso porque o fundo da cesta só seria aberto um tempo depois. A partir dessa medida, a bola podia retornar para quadra rapidamente para que o jogo reiniciasse.

Resumo Handebol de Campo

O esporte, como é jogado hoje, foi introduzido na Alemanha em 1912. O então secretário da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Carl Anton Hirschmann, levou-o para o campo.

Resumo Futebol

O futebol é uma paixão mundial, conhecido como o esporte mais praticado ao redor do mundo. E quando se fala de futebol, o Brasil é o País mais apaixonado pelo esporte e o mais vitorioso nele. No entanto, apesar de ser considerado o País do futebol, não foi aqui que este esporte nasceu. Trouxemos este resumo do futebol para que você possa aprender um pouco mais por este esporte tão popular.

Resumo Futebol

A história do futebol se confunde um pouco, principalmente no seu início, porém, os historiadores e estudiosos da bola dizem que o futebol tem origem inglesa, mais ou menos da época de 1895. O responsável por trazer o futebol para o Brasil foi Charles Miller, que conheceu o esporte durante o período em que estava estudando na Inglaterra. Charles Miller retornou ao Brasil com algo que mudaria para sempre a história deste País, tão vitorioso no esporte: uma bola de futebol. Junto, trouxe as regras do jogo e ensinou aos amigos como funcionava. Hoje em dia, Charles Miller é reconhecido como o pai do futebol brasileiro, além de ter seu nome da praça em frente ao Estado Municipal de São Paulo, o Pacaembu.

Os primeiros passos do futebol no Brasil

Segundo relatos da história, o primeiro jogo de futebol no Brasil ocorreu em 14 de abril de 1895, na cidade de São Paulo. Os times que jogaram essa partida histórica foram compostos por Charles Millers e ingleses que moravam no País na época. Os nomes dados foram Companhia de Gás e São Paulo Railway, esta que saiu vencedora do jogo por um placar de 4 a 2.

Já o primeiro time criado no Brasil surgiu em 1898, intitulado de Associação Athletic Club. Naquela época, devido à situação que a sociedade se relacionava, o futebol e o clube foram vistos como algo da elite paulista, onde apenas pessoas da alta classe social conseguiam praticar o esporte. A primeira liga a se organizar foi a Paulista, em 1901, organizando também o primeiro campeonato no País. Charles Miller foi três vezes campeão do Campeonato Paulista e fez com que seu time virasse uma sensação o esporte.

Apenas anos depois que os times profissionais começaram a surgir no Brasil, se espalhando pelos diversos estados nacionais, assim como as federações, campeonatos regionais e a Confederação Brasileira de Desportos, que depois ficou conhecida como a Confederação Brasileira de Futebol, a CBF, sendo responsável por administrar o futebol no País.

Os negros e o aspecto social do futebol

A história do futebol tem um forte apelo social e muito importante para toda história não só do esporte, mas do País em si. Primeiro, é preciso entender que o jogo chegou ao Brasil logo após a proclamação da república e da assinatura da Lei Áurea, que aboliu o trabalho escravo. No entanto, como a história diz, os negros ainda sofreram muito com a questão social no Brasil, incluindo no futebol.

Como um esporte de elite no começo da sua história no Brasil, o futebol acabou sendo muito praticado por negros e pessoas de classe social mais baixa de forma amadora, muito porque não era necessário muita coisa para praticar o esporte, tendo uma bola, meio caminho já estava andado. Os primeiros negros a jogarem futebol profissionalmente só apareceram em 1920, mas, ainda assim, a maioria era obrigada a entrar em campo com maquiagem de pó de arroz, para que parecessem brancos.

O Vasco da Gama, clube carioca, foi o primeiro time a dar um espaço real aos jogadores negros. Em 1923, o clube carioca montou um time inteiro formado por jogadores negros, que conseguiram obter um sucesso enorme e ficaram conhecidos como os Camisas Negras. O time vencedor do Vasco da Gama abriu caminho para que novos jogadores negros que jogavam de forma amadora ganhassem espaço nos campeonatos profissionais. Assim, o público e os esportistas viram que o futebol também era muito praticado pela parte mais pobre da sociedade, tendo um grande apelo social de inclusão.

Graças a histórias como esta, que um jogador negro ficou conhecido como o maior jogador de todos os tempos, Edson Arantes do Nascimento, reconhecido mundialmente como Pelé, o camisa 10 da seleção brasileira e do Santos Futebol Clube.

O maior campeão mundial

O futebol se popularizou no Brasil e se tornou uma paixão nacional por volta de 1950, quando a Copa do Mundo de Futebol foi realizado no país, com uma grande final entre Brasil x Uruguai no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Para um público grandioso, a seleção brasileira perdeu aquela final que ficou conhecida como Maracanazzo. No entanto, a derrota só fez aumentar o amor do brasileiro pelo futebol.

O primeiro título mundial só aconteceu oito anos mais tarde, em 1958, na Copa do Mundo realizada na Suécia. O Brasil, que na época já contava com o jovem Pelé, com apenas 17 anos, se tornou o primeiro campeão a vencer fora do seu continente. O segundo título, com Garrincha como o grande herói, ocorreu 1962, no Chile. O tricampeonato mundial veio em 1970, com uma grande seleção de jogadores, até hoje considerada uma das melhores da história. Pelé, Zagallo, Carlos Alberto Torres, Gérson, Tostão, Jairzinho e Rivelino trouxeram a taça Jules Rimet do México.

Após um longo jejum, o Brasil só voltou a comemorar uma Copa do Mundo em 1994, nos EUA, tendo como heróis nomes como Romário, Bebeto, Dunga, Branco, Raí e outros. Em 2002, no Japão, Ronaldo, Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho, Cafu, Roberto Carlos, Marcos e companhia trouxeram o pentacampeonato para o Brasil após a final contra a Alemanha, tornando a seleção brasileira na maior vencedora de títulos mundiais.

Resumo Copa do Mundo de Futebol

A Copa do Mundo de Futebol é considerada a competição esportiva mais valiosa do mundo. Não só pela questão capital, mas também pelo quesito da audiência. Criada no ano de 1930, com disputa realizada no Uruguai, a competição poderia ter estreado cerca de 25 anos antes de sua primeira disputa.

Resumo Natação

A atividade de natação começou a ser praticada no período da antiguidade, quando os homens primitivos começaram a nadar em busca de alimentos. Posteriormente, a prática foi adotada como método de treinamento na Grécia Antiga, até ser proibida e ficar adormecida por bons séculos. A natação volta ao cenário global séculos mais tarde, sendo incentivada pelo império de Luís XIV, na França. Neste período foi realizada a construção da 1ª piscina para a prática comunitária deste esporte.

Resumo Beisebol

Esse é um resumo sobre beisebol, um dos esportes mais praticados no mundo. O objetivo do jogo é somar mais pontos, ou “runs”. É jogado por duas equipes de 9 jogadores cada. O campo possui a forma de um semicírculo. Dentro, há um quadrado com quatro bases, uma em cada ponto de encontro com o circulo.

Resumo Atletismo

Com certeza durante as últimas olimpíadas você viu alguma prova de atletismo. Trata-se de um conjunto de atividades esportivas com saltos, arremessos e corrida. A origem dos primeiros jogos foi na Grécia Antiga em 776 a.C. Por outro lado existem algumas evidências de que o atletismo era feito já no Antigo Egito e no Oriente há 5 mil anos.

Resumo sobre Futsal

O futebol de salão, esporte também conhecido apenas como ‘futsal’, foi desenvolvido entre o final da década de 30 e meados dos anos 40. Neste artigo confira um resumo sobre o futsal, sua história, principais regras e algumas curiosidades.

Resumo sobre Futsal

História e regras do futsal

Basicamente, o esporte foi criado na Associação Cristã de Moços do estado de São Paulo. Tudo o que os garotos da instituição queriam era uma quadra para jogar futebol. Com a impossibilidade disso, passaram a improvisar alguns jogos em quadras de basquete. Nesta época não haviam muitas regras e cada equipe era composta por 5, 6 ou até mesmo 7 integrantes.

Não tardou até que a nova modalidade esportiva fosse disseminada por todo o Brasil. Só para ter uma ideia, entre o final de 1955 e começo de 1956 foi organizado no Rio de Janeiro o 1º campeonato oficial do esporte, com 42 equipes na disputa.

Até o ano de 1959 as regras para o jogo eram diferentes no estado de São Paulo e no Rio de Janeiro. Foi nesta data que a CBD (Confederação Brasileira de Desportos) tornou o jogo oficial, definindo as regras e impondo a obrigatoriedade na utilização de uniformes.

Certamente a característica mais marcante do esporte diz respeito ao dinamismo. Diferentemente do futebol praticado em campos de grama, no futsal a rapidez com que a bola é passada de um jogador para o outro até pontuar no gol é muito maior.

E apesar de serem muito similares, é certo afirmar que futebol de salão e futsal possuem algumas diferenças – começando pelas federações responsáveis pelos mesmos. Enquanto o futebol de salão é de responsabilidade da Federação Internacional de Futebol de Salão (FIFUSA), o futsal é organizado e regido pela FIFA (sigla francesa para Fédération Internationale de Football Association).

A seguir, confira quais são as principais características e regras do futsal:

  • Um jogo de futsal possui tempo determinado: 40 minutos. São dois diferentes tempos de 20 minutos com 10 minutos de intervalo entre um e outro;
  • O futsal é uma das únicas modalidades esportivas que conta com divisão de categoria por faixa etária. São elas: entre 5 a 9 anos; entre 9 e 10 anos; entre 11 e 12 anos; entre 13 a 14 anos;
  • entre 15 a 16 anos; entre 17 a 19 anos; entre 20 a 32 anos; 33 a 50 anos e a partir dos 50 anos;
  • Apesar de ser um esporte bem disseminado em todo o Brasil e América do Sul, o futsal não é uma modalidade olímpica;
  • As equipes de futsal são compostas por 5 jogadores (incluindo o goleiro). Já as equipes reserva podem ter até sete integrantes;
  • A quadra de futsal deve ser retangular e de piso resistente. Já as medidas variam com base na categoria. Para a categoria profissional masculina, por exemplo, a quadra deve ter entre 18 a 25m de largura e entre 38 a 42m de comprimento;
  • A bola da modalidade esportiva também conta com algumas especificações. Basicamente, ela deve ter entre 400 a 440g e, em média, 63cm de circunferência;
  • Para punição o árbitro pode utilizar dois diferentes cartões: o amarelo, para advertência, e o vermelho para expulsão do jogador da quadra. Diferentemente do futebol de campo de grama, no futsal existem dois diferentes tipos de expulsar um jogador: deixando-o fora da quadra por dois minutos ou até que a sua equipe tome um gol;
  • Não há número determinado de substituições e elas podem ocorrer em qualquer minuto ou momento do jogo;
  • Os jogadores em quadra se dividem da seguinte maneira: jogadores fixos (que ficam na defesa), jogadores pivô (que ficam no ataque), jogadores de ala (que ficam nas laterais) e goleiro;
  • Tanto os escanteios como os laterais são cobrados com os pés.

A seguir, confira ainda algumas curiosidades relacionadas ao futsal.

Curiosidades sobre o futsal

Algumas curiosidades sobre a modalidade esportiva no Brasil e no mundo são as seguintes:

  • A Associação Mundial do Futsal (AMF), por sua vez, é a confederação responsável pelos jogos e campeonatos internacionais. Neste sentido, são organizados por ela: Copa do Mundo de Seleções Nacionais, Campeonato Mundial AMF (Feminino e Masculino), Campeonato Mundial de Clubes e Eurofutsal.
  • Alguns campeonatos também são organizados pela FIFA, como é o caso da Eurocopa e do Mundial de Futsal da FIFA.
  • Na Copa do Mundo de Futsal o Brasil já foi campeão 5x. A conquista do último título neste campeonato foi em 2012, contra a fortíssima seleção da Espanha.
  • Já no Futsal organizado pela AMF o time mais forte do mundo é o colombiano, sendo tri campeão mundial.
  • O próximo mundial da Associação Mundial de Futsal será em 2019, na Argentina.
  • Nos dias de hoje o futsal está entre as mais comuns atividades esportivas em aulas de educação física por todo o Brasil.

Resumo Voleibol

O voleibol é um esporte razoavelmente novo, uma vez que surgiu em 1895. Ele nasceu nos EUA e seu ‘pai’ é o norte-americano e professor de educação física, William Morgan.

Resumo Voleibol

O objetivo de Morgan era criar um novo esporte para os seus alunos da Associação Cristã de Moços, um clube estadunidense voltado apenas para garotos. Para criá-lo ele decidiu juntar regras e elementos do basquete e do tênis (em maior predominância).

Dois anos depois, em 1897, as primeiras regras para as partidas de voleibol foram esboçadas e passaram por poucas mudanças até chegarem ao que conhecemos atualmente.

O vôlei, como é carinhosamente apelidado, só chegou ao Brasil no século XX – mais especificadamente, em 1915. Desde então ele é um dos mais populares nas escolas e centros esportivos de todo o país.

Neste artigo confira mais sobre a história, regras, movimentos e demais curiosidades sobre o voleibol.

Regras básicas do voleibol

Atualmente o voleibol pode ser praticado tanto em quadras fechadas como abertas. No vôlei de quadra, o jogo deve ser disputado por duas equipes – sendo cada uma delas formada por seis jogadores.

Cada um dos grupos também deve ter 6 jogadores reservas e um técnico para orientá-los.

Além disso, os jogos também contam com um anotador, dois árbitros (um de cada lado) e quatro ‘fiscais’ de linha, sendo estes os responsáveis por prestar atenção se a bola ficou – ou não – dentro da quadra em momentos de indecisão.

Cada partida de voleibol conta com cinco “sets”. Mas, se o mesmo time vencer os três primeiros sets, ela é finalizada com antecedência.

Cada set deve ter no mínimo 25 pontos – porém, há a obrigatoriedade de que haja diferença de 2 pontos entre a equipe vitoriosa e a perdedora.

Vamos imaginar que o set está 24 x 24. Neste caso, a partida vai até 26 (caso apenas uma das equipes marque os dois pontos). Se a partida novamente empatar aos 26 pontos, ela vai até 28 e assim por diante. Até que essa vantagem mínima de dois pontos não seja alcançada, o set continua.

Os pontos, por sua vez, são obtidos toda vez que a bola cai no chão da quadra do time adversário.

Depois do saque, cada equipe só pode tocar na bola três vezes até passá-la para o outro lado. Além disso, o mesmo jogador não pode tocar na bola duas vezes seguidas (mas pode ser o responsável pelo 1º e 3º movimento).

Vence a partida de voleibol o time que conquistar o maior número de sets. Vale ainda destacar que os jogos de vôlei não contam com tempo definido.

No que diz respeito à estrutura oficial do jogo, a quadra de voleibol é retangular e conta com as seguintes dimensões: 18m de comprimento x 9m de largura. A bola deve pesar no máximo 270g e deve ser, obrigatoriamente, confeccionada em couro.

Principais movimentos e curiosidades sobre o voleibol

Os principais fundamentos/movimentos do voleibol são os seguintes:

• Saque: o primeiro e mais importante movimento da partida é o saque, uma vez que ele é repetido a cada ponto. O saque deve ser feito em um movimento só e atrás da linha de fundo da quadra. Caso a equipe adversária não consiga tocar na bola e ela caia no chão, é computado ponto para a equipe que sacou.

• Passe: já o passe costuma ser o movimento de recepção após o saque ou ataque. Esse movimento costuma ser feito de duas maneiras: toque ou manchete. O passe, além de receber a bola, também tem o objetivo de “passá-la” da melhor maneira para o levantador.

• Levantamento: o levantamento, por sua vez, costuma ser o segundo ‘toque’ da equipe na bola. O levantador geralmente recebe a bola de um passe e entrega-a novamente (dessa vez, para o ataque).

• Ataque: o ataque, no caso, costuma ser o 3º e último movimento da equipe antes de mandá-la para o outro lado da quadra. O principal objetivo deste movimento é fazer com que a bola toque o chão na quadra adversária – ou seja, impedindo o recebimento da mesma pelo oponente. Não à toa, o ataque costuma ser realizado o mais próximo possível da rede.

• Bloqueio: por fim, o bloqueio é um movimento de defesa. Ele é realizado por um ou mais jogadores que estão na frente da quadra quando o ataque da equipe adversária é realizado. Basicamente, ele é a tentativa de rebater a bola com as palmas das mãos, fazendo com que ela retorne para a quadra do adversário.

A seguir confira ainda algumas curiosidades sobre o esporte:

• Estima-se que, em uma partida de vôlei, algo como 70 saltos são dados por cada jogador;
• A mais longa partida de vôlei da história ocorreu em Montreal, nos Jogos Olímpicos de 1976. Ela durou, ao todo, 4h e 36 minutos;
• Tanto a seleção masculina como feminina de vôlei brasileiro estão entre as melhores do mundo.

Resumo Judô

O judô é uma das artes marciais mais praticadas em todo mundo. Teve origem no Japão e significa algo como “caminho da suavidade”. Neste resumo judô, você vai aprender tudo sobre esta luta.

Resumo Paralimpíadas

Historicamente, indivíduos com deficiência sofrem diversos tipos de descriminação e, por consequência, sentem-se desestimulados por sua condição. Por isso, as Paralimpíadas são eventos que visam integrar essas pessoas e elevar a sua autoestima, tanto como esportista quanto como cidadão. Os Jogos Paralímpicos apresentam um programa com 27 atividades adaptadas ou exclusivas. É importante destacar que duas novas modalidades passarão a ser disputadas na edição de 2020. Conheça mais sobre a história das Paralimpíadas a seguir.

Resumo Tênis

O tênis é um esporte que começou a se tornar popular em nosso território quando Gustavo Kuerten, tenista brasileiro, venceu um dos maiores torneiros em âmbito mundial: o “Rolland Garros”, que ocorreu entre os anos de 2000 e 2001. Além disso, o tênis também é transmitido com grande regularidade pelos principais canais de esportes da televisão a cabo.

Índice de Massa Corporal (IMC)

É muito comum que as pessoas definam se estão acima, abaixo ou dentro do seu peso ideal sem saber realmente quais são os critérios para isso e o que deve ser levado em consideração. Pior ainda: há quem utilize padrões de beleza socialmente impostos para tentar reconhecer o próprio corpo, o que pode trazer consequências muito negativas para a saúde.

Ginástica laboral

A Ginástica Laboral corresponde a uma série de exercícios físicos que são realizados no ambiente de trabalho e durante o horário de serviço. Esse procedimento tem por intuito trazer benefícios para a saúde dos colaboradores da empresa, bem como evitar possíveis lesões dos funcionários devido ao esforço repetitivo e algumas doenças de caráter ocupacional. Além disso, a Ginástica Laboral pode apresentar um perfil lúdico e funciona também como uma forma de descontrair o ambiente.

A Ginástica Laboral tem por base alguns alongamentos que atuam em várias partes do corpo, tais como o tronco, os membros superiores e também inferiores. Os variados tipos de alongamento são distintos para as diferentes funções executadas pelo funcionário. A Ginástica Laboral se caracteriza por não ser de alta intensidade e não exigir um grande esforço físico, pois deve ocorrer durante um curto período de tempo. Dessa forma ela não atrapalha, não provoca nenhum tipo de cansaço e nem sobrecarrega o trabalhador.

Ginastica

Entre os benefícios da ginástica laboral é possível destacar:

– Redução do estresse cotidiano;

– Evita o sedentarismo, principalmente em escritórios onde o profissional passa boa parte do tempo sentado;

– Alongamento dos músculos, com o intuito de evitar lesões;

– Efeito relaxante.

– Descontração e integração dos funcionários no ambiente de trabalho;

– Estímulo para o desempenho profissional;

– Quebra da rotina de trabalho;

Já para a empresa, é possível salientar os benefícios:

– Incentivo ao trabalho em equipe, uma vez que algumas atividades da Ginástica Laboral possuem perfil de interação.

– Reduz os índices de acidente de trabalho.

– Mantém o trabalhador sempre disposto.

– Garante um ambiente harmonioso de trabalho.

– Traz uma boa imagem da empresa perante os seus funcionários.

A história da Ginástica Laboral

Essa atividade física surgiu na Europa, em meados dos anos de 1920, quando o processo de industrialização de fábricas e empresas se consolidou. Em sua fase inicial, chamava-se ainda de “Ginástica de Pausa”, e teve o seu embrião nas indústrias de países como a Polônia e a Rússia. Mais tarde, já no final da década de 20, essa novidade chegou ao Japão e rapidamente se tornou popular.

A Ginástica Laboral foi útil para promover o bem-estar dos funcionários, reduzindo assim os efeitos estafantes (físicos e mentais) das jornadas de trabalho.

Atualmente a Ginástica Laboral já é prática corriqueira em várias empresas, promovendo a interação, a descontração, o estímulo e o bem-estar da equipe.

No Brasil essa prática surgiu de forma lenta e gradual, atualmente ela faz parte das diretrizes de várias empresas.

Os diferentes tipos de ginástica Laboral

Essa atividade física apresenta tipos e funções distintas, de acordo com o momento em que ela é efetuada. Por exemplo, se for feita no início do trabalho, ela é preparatória. Caso seja realizada durante o expediente ela é compensatória. No final do turno, por sua vez, ela é de relaxamento.

– Preparatória: Tem como objetivo aquecer o funcionário para a jornada de trabalho, preparando assim os músculos que serão exigidos durante o trabalho para evitar uma possível Lesão por Esforço Repetitivo, a temida LER.

– Compensatória: Ela tem como intuito quebrar a rotina, estimular o trabalhador e também alongar músculos que ficam muito tempo sem uso durante a jornada. A Ginástica Laboral Compensatória apresenta exercícios que visam melhorar a postura e evitar qualquer tipo de lesão.

– Relaxamento: Tem a intenção de diminuir o desconforto muscular adquirido durante a jornada de trabalho. Graças a tais exercícios de relaxamento, as lesões musculares e nos tendões são evitadas, bem como recompõem fisicamente o funcionário.
Para coordenar exercícios de Ginástica Laboral, o profissional adequado é aquele graduado em Educação Física. Esse é o profissional que possui a competência e os conhecimentos necessários para a aplicação dos exercícios e demais atividades.

O profissional de Educação Física deve levar em conta não apenas os preceitos de ergonomia, anatomia e fisiologia do corpo humano, mas também os elementos pedagógicos, psicológicos e também culturais que compreendem as necessidades referentes aos exercícios no ambiente de trabalho.

A Ginástica Laboral, de uma forma geral, pode ser empregada em empresas de qualquer ramo. Esses exercícios podem ser aplicados em escritórios, bem como em fábricas e indústrias. Para cada tipo de empresa e propósito, o professor de Educação Física irá elaborar um quadro de exercícios adequado. As sessões de exercícios geralmente compreendem movimentos de aquecimento, alongamento e respiração, sempre respeitando os limites físicos do indivíduo.

O tempo de duração de tais atividades de alongamento, preparação e reparação gira em torno de 10 a 15 minutos por dia. Essa quantidade é ideal para beneficiar a musculatura dos trabalhadores. No Brasil existe a Associação Brasileira de Ginástica Laboral (ABGL). Essa organização sem fins lucrativos tem por o objetivo de integrar os profissionais de Educação Física que atuam no ramo da Ginástica Laboral.