Arquivos da categoria: Literatura

A literatura é um campo cultural de extrema importância para todos. Conheça mais sobre a literatura infantil, brasileira e faça uma revisão dos seus estudos aqui.

Molly Bloom – Ulisses

Considerada como a obra mais clássica do escritor irlandês James Joyce, Ullises é um dos romances mais importantes do século XX. Lançado em 1922, o livro consiste em uma adaptação do também clássico Odisseia, de Homero, no qual Odisseu, herói do romance de Homero, é Leopold Bloom. A obra consiste na narração de um dia na vida do protagonista.

Molly Bloom - Ulisses

Trata-se de uma obra bastante complexa e polêmica na época em que foi lançada, uma vez que narra diversos aspectos da fisiologia humana considerados como inaceitáveis na época, tanto que o livro foi censurado em diversos países, em especial nos Estados Unidos e na Inglaterra, países mais influentes.

A complexidade de obra fica por conta tanto de sua estrutura, dividida em 18 episódios, quanto pelo modo como a narrativa é organizada, considerada por muitos como caótica, fato que se justifica pela narração direta do fluxo de consciência dos personagens e pelo fato de não haver qualquer separação entre narrativa e descrição. De fato, muitas vezes não há sequer a indicação do personagem sobre o qual se fala.

No entanto, o que interessa a este artigo é a personagem Molly Bloom, esposa do já mencionado protagonista que aparece pela primeira vez no livro no episódio 4, Calipso.

A introdução e desenvolvimento de Molly Bloom

O capítulo 4 de Ulisses muda abruptamente o fluxo da narrativa que vinha sendo feita até então, pois ele se passa entre 8h e 9h da manhã, e tem como cenário uma casa no subúrbio de Dublin na qual vive Leopold Bloom, que está preparando um pequeno almoço para ele e sua mulher, Molly Bloom, que ainda se encontra na cama.

Para tanto, sai de casa para comprar rim de porco, e já de volta à casa o cozinha e leva para sua mulher, cujo verdadeiro nome é Marion, juntamente com uma carta do organizador de concertos Blazes Boylan. Antes de entregar a carta à sua mulher, lê uma carta escrita por sua filha, Milly. Por fim, o episódio termina com a ida de Leopold ao quintal, onde defeca enquanto lê o jornal.

A personagem só aparecerá novamente no décimo oitavo e último episódio da obra, Penélope, que consiste nos pensamentos de Molly quando está deitada ao lado de Leopold, de madrugada. Neste episódio, a personagem se lembra de vários episódios de sua vida, em especial no que diz relação ao sexo.

A personagem se põe a pensar sobre o já referido Boylan, seu amante viril e astuto, sobre diversos admiradores de seu passado, como o tenente Gardner, sobre a (sugestão) de uma relação homossexual que manteve na infância com sua amiga Hester Stanhope, outros acontecimentos de sua infância, sua carreira de cantora e, claro, sobre Leopold, seu marido pelo qual ela não tinha desejo mas possuía uma amizade. Esses pensamentos são constantemente interrompidos por distrações, como vontade de urinar ou o apito de uma comitiva que passa por perto da casa. O capítulo final do livro termina com a personagem lembrando sobre a proposta de casamento de seu marido e do seu “sim”.

Vale ressaltar que esse monólogo é considerado como o ponto alto do livro e como um dos episódios mais significativos de toda história da literatura.

O significado de Molly Bloom

Um dos aspectos mais interessantes da personagem Molly Bloom é sua caracterização enquanto mulher, em especial no último episódio da narrativa, que fornece uma imagem bastante completa da mesma. Trata-se de uma mulher que aceita livremente sua sexualidade, de uma mulher que às vezes está melancólica, que às vezes tem ciúmes de outras mulheres, que tem plena consciência das excentricidades de seu marido e que é bastante exigente com seus amantes.

No entanto, mesmo diante dessa caracterização bastante tangível, a personagem também se constitui como uma figura simbólica durante toda a obra, com diversas camadas de significado. Em primeiro lugar, porque ela pode ser considerada a personificação de uma deusa na terra ou, em outras palavras, uma mulher mundana no sentido mais positivo possível. Quando ela é apresentada no quarto episódio, sua caracterização dá a impressão ao leitor de uma mulher preguiçosa, em especial quando diz a Leopold “Se apresse com esse chá”, deitada na cama.

Ela é uma deusa mundana, mas em queda. Ela também é Calipso em um casamento infeliz, mas em que ela mesma se mantém. Seu amante, Boylan, é bastante insensível e bruto, enquanto que seu marido é quase um masoquista, uma vez que faz o café exatamente como ela ordena, dá um jeito dela ficar livre da filha Milly para facilitar o caso que sua esposa mantém com outro, abandona sua chave de casa com medo de acordá-la, compra seu hidratante, dentre diversos outros exemplos.

Não à toa, as próprias fantasias sexuais de Molly possuem um lado masoquista, já que um de seus livros favoritos é Ruby: the pride of the ring, que consiste em uma narrativa na qual uma mulher nua é seduzida por um homem sádico. A tudo isso, soma-se a dificuldade de Leopold de falar para ela como ele verdadeiramente se sente.

No entanto, o que James Joyce sugere através dos personagens Molly e Leopold é que a dor matrimonial acaba por se transformar em uma espécie de alegria, uma vez que ao final de seu monólogo a personagem não chega a considerar Boylan como seu futuro marido.

Os Gêneros Literários

Os gêneros literários são agrupamentos de textos que dividem as mesmas características básicas. São importantes pois, ao falarmos de literatura, podemos nos referir a dezenas de diferentes tipos de texto, cada um com sua construção e seu propósito. Aliás, vale ressaltar que a literatura é o ponto focal aqui, e não apenas qualquer amontoado de palavras: a ideia desses gêneros não é apenas transmitir informações, mas também sentimentos, emoções e ideias. Além disso, estaríamos tratando de gêneros de texto, e não de literatura.

O Humanismo

O Humanismo é uma corrente filosófica e artística que teve lugar no período de transição da Idade Média para a Idade Moderna. No âmbito da literatura fez a transição do trovadorismo para o classicismo. Está diretamente ligado à Renascença, movimento que surgiu em Florença, na Itália, e se alastrou pela Europa.

Prosa Romântica no Brasil

O romantismo foi um movimento artístico e literário que teve início na Europa no final do século XVIII. Chegou ao Brasil no decorrer do século XIX, particularmente após a declaração da independência do país em relação a Portugal.

Realismo Mágico

O Realismo Mágico tem seu surgimento marcado ainda no começo do século XX. Ele também é conhecido por outros nomes, como realismo maravilhoso (Espanha) ou realismo fantástico e é considerado como sendo uma diversificação própria da literatura latino-americana.

Cubismo – Literatura

Você já ouviu falar sobre Cubismo? Trata-se de um movimento artístico que teve sua origem no século XX, nas artes plásticas. Posteriormente, esse movimento importou suas influências para a literatura e também para a poesia através de grandes escritores, como Vladimir Maiakovski e John dos Passos.

Escritores do Gênero Policial

Ah… Literatura. É muito difícil falar de gêneros sem falar de autores. Sejam os internacionais ou os nacionais, para cada leitor há milhares de opções disponíveis. Porém, é preciso entender exatamente como funcionam os livros do gênero policial. Quem gosta de ler sabe que os livros policiais são na verdade romances, que apesar do nome, pouco têm a ver com histórias de final feliz. Todos os grandes clássicos são chamados de romances, mesmo aqueles que não acabam tão bem ou nem contam com histórias de amor.

Resumo sobre a Tropicália

O tropicalismo foi um movimento de suma importância para a transformação cultural do Brasil. Surgiu entre o período de 1967 e 1968 com um coletivo de artistas da música, artes plásticas e cênicas, fazendo parte da transição pós-bossa nova e quebrou o conservadorismo da arte através de uma proposta de universalização da linguagem, mais afinada com a revolução da própria década.

Resumo sobre a Bíblia – Antigo e Novo Testamento

Quem nunca ouviu falar sobre a Bíblia? Um dos livros mais antigos do mundo todo, a bíblia conta a história da humanidade desde a criação de tudo o que existe até os primeiros acontecimentos após a morte e a ressurreição de Jesus, o filho de Deus.

Resumo sobre a obra O Casamento Suspeitoso

A título de apresentação, Ariano Villar Suassuna, o autor dessa obra, é o ocupante da cadeira número 32 da Academia Brasileira de Letras desde 1990. Fora esse aspecto de sua vida, que o torna especial e um ícone da literatura brasileira, Ariano Suassuna é, além de teatrólogo, poeta e romancista, professor e advogado, disciplina em que se graduou no ano de 1950.

Resumo A Hora da Estrela

A Hora da Estrela é uma das obras literárias brasileiras mais famosas de todos os tempos. Escrito por Clarice Lispector, o romance conta a história de Macabéa, uma datilógrafa alagoana que se muda para o Rio de Janeiro e tem o dia a dia narrado por Rodrigo S.M, um escritor fictício.

Resumo sobre o conto A Caçada – de Lygia Fagundes Telles

Lygia Fagundes Telles é uma reconhecida e premiada escritora brasileira, ocupante da cadeira número 16 da Academia Brasileira de Letras, para a qual foi eleita em 24 de outubro de 1985. Nascida em São Paulo, em 19 de abril de 1923, viveu a infância no interior daquele estado, filha da pianista Maria do Rosário e do promotor público Durval de Azevedo Fagundes.