Resumo conto A Cartomante – Machado de Assis


A Cartomante é um conto de Machado de Assis publicado no ano de 1884 no jornal Gazeta de Notícias (do Rio de Janeiro). Posteriormente, ele foi incluso em duas obras: ‘Contos – Uma Antologia’ e em ‘Várias Histórias’. A seguir neste artigo confira um resumo A Cartomante.

Resumo A Cartomante

Resumo A Cartomante

Tudo começa com a apresentação do casal Vilela e Rita. Vilela é um advogado bem renomado que, já no início da trama, reencontra um amigo de infância: Camilo.

Camilo pede sua ajuda para assumir um processo judicial envolvendo a morte da própria mãe. Neste meio tempo, Rita começa a se envolver com Camilo e um triângulo amoroso é criado na história.

De modo misterioso, cartas anônimas começam a ser endereçadas para Camilo. Nesses bilhetes ele é julgado como adúltero, o que faz com que ele mantenha um pé atrás quando em relação à mulher de seu amigo.

Camilo começa a evitar Rita após receber as cartas, apesar de não conseguir negar os sentimentos de desejo por ela.

Rita também está cautelosa, não sabe ao certo o que sente por Camilo e também teme perdê-lo. Por isso, ela passa a encontrar periodicamente uma cartomante.

A cartomante, por sua vez, é uma mulher cheia de mistérios e que gostava de dizer – apenas – aquilo que seus clientes gostariam de ouvir. Não à toa, mentir de modo descarado era sua principal característica.

Depois de algum tempo, quem envia uma carta para Camilo é seu melhor amigo, chamando-o para visitá-lo urgentemente – mas sem especificar a razão da visita.

Camilo fica preocupado com o bilhete e visita a cartomante. Ela, por sua vez, traz a ele uma enorme revelação, com potencial para provocar uma grande mudança em sua vida. A cartomante diz a Camilo que seu futuro será regado muito amor.

O relacionamento entre Camilo e Rita chega ao fim, com ele mais feliz do que ela. Rita tinha certeza de que era amada – assim como Camilo, tanto por saber que ela arriscava seu casamento com ele, como também pela descoberta de suas visitas à cartomante para se certificar que ficariam juntos.

Com a certeza de que no final as coisas dariam certo – e de que seu amigo nem se quer desconfiava do romance entre ele e sua mulher – Camilo vai ao encontro de Vilela. Chegando lá, logo reconhece o corpo de sua amante morto e o olhar de raiva praticamente irreconhecível de seu amigo de infância. O jovem fica sem reação e em seguida se torna a próxima vítima do advogado, que lhe elimina com um tiro no estilo “à queima roupa”.

Vilela, todo esse tempo, (desde o envio das primeiras cartas) estava apenas aguardando para vingar a traição de sua mulher e de seu melhor amigo.

O conto ocorre no ano de 1869 no Rio de Janeiro. Machado de Assis, em duas situações, discorre até sobre nomes de ruas na capital – como a Rua dos Barbonos (onde os encontros entre Rita e Camilo aconteciam) e a Rua da Guarda Velha.

Personagens e estilo da obra A Cartomante

Os personagens da obra A Cartomante são:

  • Rita: ela é apresentada na obra como uma mulher meiga, curiosa, ‘tonta’ e graciosa de 30 anos;
  • Camilo: Camilo é o mais jovem dos três principais personagens – com apenas 26 anos de idade. Ele trabalha como funcionário público, não possui intuição, é ingênuo e inexperiente;
  • Vilela: o marido é um advogado que, apesar de ter apenas 29 anos, aparenta ter mais idade do que sua mulher Rita;
  • Cartomante: por fim, a cartomante é uma italiana de olhos esbugalhados e grandes, magra e na faixa dos 40 anos. A cartomante não tem nome próprio.

Já sobre o estilo do conto devemos destacar que Machado de Assis preferiu idealizá-lo em terceira pessoa.

Seu objetivo foi o de trazer um enfoque mais pessimista sobre a vida e nossas decisões. Isso fica ainda mais claro quando a cartomante começa a propagar mentiras – tanto para Rita como para Camilo. Não à toa, ela acaba provocando a morte de ambos os personagens, que acreditavam que no final poderiam ficar juntos.

Já de uma perspectiva mais psicológica, o conto brinca com a malícia e ingenuidade de Camilo ao mesmo tempo. Essas características permitem que ele traia uma das pessoas mais importantes e fieis de sua vida: seu amigo de infância e o único disposto a lhe ajudar com o processo judicial envolvendo a morte de sua mãe.

Além disso, o conto também está repleto de situações e regras de comportamento que circundam as relações humanas.

O enredo também merece ser destacado, uma vez que é altamente envolvente. Machado de Assis busca, em vários momentos, trazer e envolver o leitor para dentro da trama, invocando-a a participar e dar a sua opinião. Além disso, comportamentos pessoais de Rita, Camilo e Vilela são mostrados, assim como o uso de metáforas também é muito frequente.