Resumo Tênis


O tênis é um esporte que começou a se tornar popular em nosso território quando Gustavo Kuerten, tenista brasileiro, venceu um dos maiores torneiros em âmbito mundial: o “Rolland Garros”, que ocorreu entre os anos de 2000 e 2001. Além disso, o tênis também é transmitido com grande regularidade pelos principais canais de esportes da televisão a cabo.

Resumo Tênis

Neste artigo, confira um resumo sobre Tênis, sobre sua história, regras e até mesmo um pouco mais sobre as principais palavras que compõem o “vocabulário” do esporte.

Tênis: sua história, regras e como jogar

Basicamente este esporte pode ser praticado tanto de modo individual (um contra um) como em duplas de oponentes. O principal objetivo é rebater a bola para o outro lado da quadra (ou seja, para o lado do adversário) até que ele já não consiga mais rebatê-la novamente.

Uma partida de tênis ocorre em uma quadra dividida ao meio por uma rede baixa (com menos de 1,5m de altura).

Basicamente, são dois os instrumentos necessários para a prática do tênis:

1. Raquetes;
2. Pequena bola.

Os jogadores usam a raquete para rebater uma pequena bola (com padrões estruturais e de peso) de um lado da quadra para o outro.

História do tênis

Muitas são as versões sobre a história deste esporte.

A mais comum diz que o tênis foi praticado pela primeira vez pelos persas e egípcios na Antiguidade. Porém, eles não utilizavam raquetes e sim as próprias mãos para jogar a bola de um lado para o outro da quadra. A raquete só passou a ser integrante fundamental das partidas a partir do século XVI.

Porém, o tênis só se tornou o esporte que conhecemos nos dias de hoje no ano de 1873, quando o inglês Wingfield levou para o seu país um jogo conhecido como “sphairistike”, que significa ‘esférico’, na tradução literal do grego.

O jogo, originado na Índia, sofreu algumas alterações até ser chamado como “lawn tenis” pelos ingleses no ano de 1875. Esse foi o apelido escolhido para o esporte uma vez que ele era praticado em quadras de grama.

Principais regras do tênis

Cada partida de tênis se inicia com o saque de algum jogador. Caso a bola seja “devolvida” pelo oponente, o jogo continua até que a bola seja lançada para fora da quadra ou fique na rede.

A pontuação é dada para o que conseguir fazer o maior número de sequências de “rebates” (só contabilizados quando a bola toca no ‘chão’) em qualquer lado ou parte da quadra do oponente.

A raquete utilizada pelos jogadores profissionais deve ter até 81,2 cm de comprimento, além de ser obrigatoriamente confeccionada com fios de nylon.

Já sobre a quadra, ela deve ter 8,23m de largura e 23,7m de comprimento para partida de um contra um; e 10,97m de largura e o mesmo de comprimento para as partidas entre duas duplas.

A pontuação no tênis é separada em games e sets (ou jogos e partidas, em português). Um set consiste em um conjunto de games, enquanto um game nada mais é do que um conjunto de pontos.

Curiosidades sobre o tênis e sua ‘linguagem’

Algumas curiosidades interessantes sobre o esporte são as seguintes:

-> Mundialmente o esporte é organizado pela ITF (Federação Internacional de Tênis, na tradução literal). Já em território brasileiro, este é um dever da CBT – Confederação Brasileira de Tênis;

-> Além de melhorar a condição respiratória e cardiovascular do indivíduo que pratica este esporte, o tênis também auxilia na melhora dos reflexos, concentração e coordenação motora;

-> E também é um ótimo aliado do emagrecimento, já que queima entre 500 a 600 calorias por hora de jogo.

A seguir, confira quais são os principais termos utilizados na ‘linguagem’ do tênis.

• Ás ou ace: é um saque tão ‘forte’ ou bem batido que praticamente não há chances de que o oponente consiga alcançar a bola para rebatê-la;

• Backhand: consiste em “pancadas” com a mão esquerda – ou com a mão direita, no caso dos canhotos. Elas devem ser batidas com o lado oposto da mão virado para frente;

• Approach: já esse termo se refere a uma espécie de golpe que faz com que o tenista que o realizou vá até o limite da rede de seu lado na tentativa de fazer um voleio;

• Baloeiros: baloeiro é uma espécie de gíria utilizada como referência aos jogadores que mandam balões, ou seja, bolas muito altas e dificilmente devolvidas pelos seus adversários. A ‘técnica’ é comumente utilizada por jogadores iniciantes, que abusam dessa tática para vencerem seus oponentes;

• Break: quando o game é vencido pelo jogador que não fez o saque;

• Break point: esse ponto geralmente favorece quem recebe a bola, que pode conduzir então o ‘break’;

• Drive: golpes dados no ‘fundão’ do adversário;

• Falta: esse termo se refere a erros no saque, como quando a bola fica na rede, por exemplo.