Resumo do sistema cardiovascular


Os vasos sanguíneos e o coração formam o que conhecemos como sistema cardiovascular. Este é o grande responsável por levar o sangue que é pobre em gás carbônico e rico em oxigênio para o corpo todo. Em seguida, o sangue que é pobre em oxigênio e o que é rico em gás carbônico é levado para os pulmões, onde acontece a troca de gases que faz com que o sangue fique novamente rico em oxigênio.

A anatomia do sistema cardiovascular

Podemos dizer, que o coração é um músculo totalmente oco, que funciona como uma espécie de bomba, fazendo com que o sangue seja levado para todo o corpo. Situado no centro do tórax, o coração encontra-se dividido entre ventrículos e átrios, totalizando quatro partes. O lado esquerdo desse órgão, recebe e leva até os pulmões, o sangue rico em gás carbônico, onde esse irá receber o oxigênio. Em seguida, o sangue é bombeado para o átrio do lado esquerdo, e em seguida, para o ventrículo esquerdo, onde a artéria aorta tem origem. Esta por sua vez, leva para o corpo todo, o sangue que é rico em oxigênio.

sistema cardiovascular

O coração possui ao todo quatro válvulas (mitral, pulmonar, aórtica e tricúspide), que servem para fazer com que o sangue seja bombardeado em apenas uma direção. O sangue então, para que possa ser circulado pelo corpo todo, acaba fluindo por dentro dos vasos sanguíneos, que podem ser classificados em: artérias, artérias menores e arteríolas, capilares e veias.

As artérias são vasos flexíveis e bem fortes, que são as responsáveis por transportar o sangue do coração, suportando elevadas pressões do sangue. Essa característica das artérias, de ser elástica, acaba contribuindo para que durante os batimentos haja uma manutenção da pressão arterial.

Já as arteríolas, também conhecidas como artérias menores, possuem paredes de músculos que são capazes de ajustar seu diâmetro, com o objetivo de diminuir ou de aumentar o fluxo de sangue de uma área determinada.

Os capilares são vasos sanguíneos pequenos que possuem paredes finas ao extremo. Sua principal função é permitir que os nutrientes e o oxigênio passem do sangue para os tecidos, e que passem dos tecidos para o sangue, os resíduos dessa atividade metabólica, atuando como verdadeiras pontes.

E por último, as veias são as responsáveis pelo transporte do sangue de volta para o coração.

Vale ressaltar que o funcionamento do sistema cardiovascular todo se baseia nos batimentos cardíacos. É a partir daí que os ventrículos e os átrios se contraem e relaxam, dando origem assim a um ciclo capaz de garantir a circulação toda do organismo.

Podemos dizer que quanto a fisiologia, o sistema cardiovascular é composto pelas etapas abaixo. Através das veias cavas, o sangue que é oriundo do sangue, rico em gás carbônico, mas pobre em oxigênio flui até o átrio do lado direito. Quando este se enche, o átrio bombeia o sangue até o ventrículo do lado direito. Quando o ventrículo direito também se enche, o sangue passa a ser bombeado até as artérias pulmonares através da válvula pulmonar, que vão acabar suprindo esses órgãos. O sangue então, flui nos pulmões para os capilares, fazendo com que o gás carbônico seja eliminado e que o oxigênio seja absorvido. Através das veias pulmonares, o sangue que é rico em oxigênio flui até o átrio esquerdo do coração.

Quando enche se enche, o átrio do lado esquerdo acaba enviando o sangue rico em oxigênio para o ventrículo esquerdo. Quando este por sua vez se fica cheio, o sangue é bombeado até a aorta através da válvula aórtica. Esse sangue irriga todo o organismo, já que se encontra rico em oxigênio, exceto é claro nos pulmões. Todo esse sistema recebe o nome de circulação sistêmica ou de circulação pulmonar.

As principais doenças que acontecem no sistema cardiovascular

As principais doenças que acontecem no sistema cardiovascular são: angina no peito, infarto, arritmia cardíaca, insuficiência cardíaca, miocardiopatia, doença cardíaca congênita, valvulopatia, derrame ou acidente vascular cerebral.

A arritmia cardíaca é uma doença caracterizada pela presença de batimentos cardíacos irregulares, capazes de provocar falta de ar e palpitações. O infarto é caracterizado por dores no peito causadas pela falta de sangue no coração. Já a angina de peito aparece quando o indivíduo realizar algum esforço muito grande, mas esse problema se alivia com o repouso. A miocardiopatia é uma doença que afeta o músculo do coração. Já a insuficiência cardíaca acontece quando o coração não é capaz de bombear uma quantidade de sangue que seja suficiente para que as necessidades do organismo sejam satisfeitas, provocando principalmente inchaço nos tornozelos e falta de ar. A valvulopatia é uma doença que acontece nas quatro válvulas do coração, que são responsáveis por controlar o fluxo de sangue. As doenças cardíacas congênitas por sua vez são caracterizadas por serem malformações do coração que nascem com o indivíduo.

Em geral, as doenças desse sistema que chamamos de cardiovascular, em especial os acidentes vasculares cerebrais e as doenças coronarianas, são as principais e maiores causas de morte no mundo todo. Apesar do avanço da medicina, o melhor tratamento para estes e outros problemas, continua sendo a prevenção.