Regras da Canoagem – Slalom C-1, C-2 e C-x


Embora seja uma das competições mais emocionantes das disputas olímpicas, a canoagem nem sempre foi utilizada com este fim. Na verdade, este tipo de embarcação já tem um passado muito mais distante do que muitas pessoas imaginam. A canoagem é uma prática que utiliza uma das embarcações com estruturas mais simples, sendo lógica a ideia de que, na verdade, os primeiros barcos inventados foram as canoas. E elas foram utilizadas para a pesca, para o transporte, para auxiliar nas guerras e assim por diante. Mas é claro que, nestes casos, o objetivo não era a velocidade, mas sim a mobilidade.

Canoas, caiaques e os esportes radicais

Depois de lá nos anos 1840 um escocês chamado John McGregor ter inventando um modelo inovador de canoa, o esporte passou a cair no gosto das pessoas. Através da invenção de McGregor, era possível ter mais velocidade e melhor movimentação. E daí para as disputas de velocidade, foi um pulo.

Canoagem Slalom

Acontece que, mesmo com toda essa velocidade, parecia que faltava algo a mais. Era preciso mais adrenalina, mais velocidade, mais umas doses radicais no esporte. E eis que, quase um século depois de McGregor e seu Rob Roy terem revolucionado o mundo dos esportes, surgiu uma pessoa lá nas frias águas do mar báltico que decidiu mesclar as manobras do esqui à velocidade da canoagem. Como? Descendo corredeiras de água, cachoeiras e outros lugares inóspitos que levariam a adrenalina de qualquer um lá na altura. E foi assim que nasceu a Canoagem Slalom.

Na verdade, a Canoagem Slalom recebeu esse nome do próprio esqui, que tem uma modalidade de velocidade e também uma modalidade voltada exclusivamente à superação de obstáculos, tais como passar por bastões, realizar manobras e completar percursos irregulares sem cair. A grande diferença é que na canoagem as regras precisaram ser adaptadas, mas, ainda assim, elas continuaram priorizando a adrenalina, o que fez muito bem no contexto geral da competição.

Entendendo as regras da canoagem slalom

Basicamente, as regras da canoagem slalom valorizam a velocidade e a execução técnica dos movimentos. Assim, a competição acontece em corredeiras que podem ser naturais ou artificiais. Em cada uma delas é possível seguir um percurso pré-definido e que tem o objetivo de valorizar a técnica dos competidores e a sua capacidade de executar os movimentos exigidos. Ganha quem chega em menos tempo no destino final e sofre o menor número de punições, ou seja, nem sempre o mais rápido é aquele que consegue a maior pontuação, o que pode fazer as competições serem um pouco mais lentas que a canoagem de velocidade, mas igualmente emocionantes.

Durante a descida de uma prova de canoagem slalom são distribuídas entre 20 e 25 portas que sinalizam o caminho a ser percorrido. A grande dificuldade da competição está no fato de que estas portas estão distribuídas em um percurso que varia entre 250 e 400 metros, ou seja, pouco espaço para muitos obstáculos a serem cumpridos. Com isso, é muito comum que os competidores diminuam a velocidade para tentar sair de um lado e ir para o outro, priorizando a sua capacidade de passar por porta e ter assim o mínimo de pontos descontados.

E mesmo as portas têm ordem específica de passagem: as portas com listras vermelhas indicam que precisam ser ultrapassadas no sentido contrário à corrente, o que exige um esforço e uma qualidade técnica muito mais apurada, se tornando assim um dos pontos altos das competições. Já as portas com listras verdes indicam a ultrapassagem no sentido da corrente, o que pode ser utilizado como recurso para ganhar velocidade e diminuir o tempo da execução do circuito.

As categorias de competição da canoagem slalom

Por ser um esporte muito mais técnico, existem poucas variedades de embarcações que podem ser utilizadas na canoagem slalom. Basicamente, é possível utilizar um modelo de caiaque e dois modelos de canoas. São eles:

• K1 – Caiaque para uma pessoa com comprimento mínimo de 3,50 m, largura mínima de 60 cm e peso mínimo de 9 kg;

• C1 – Canoa para uma pessoa com comprimento mínimo de 3,50 m, largura mínima de 65 cm e peso mínimo de 10 kg;

• C2 – Canoa para duas pessoas com comprimento mínimo de 4,10 m, largura mínima de 80 cm e peso mínimo de 15 kg.

A canoagem também é um esporte que pode ser executado tanto em categorias masculinas, quanto nas femininas. Em ambos os casos, os percursos respeitam os limites de distâncias que variam entre 250 e 400 m. A nível olímpico, normalmente as raias de provas individuais são de 300 m, enquanto as raias para as competições em duplas são de 400 m. O número de obstáculos também pode variar, mas normalmente mantêm-se os limites de 20 a 25 raias, sendo que poucas vezes são utilizadas apenas as 20 dadas como mínimo.