Regras da Natação Maratona aquática 10km


A maratona aquática de 10 km virou um esporte olímpico desde as Olimpíadas de Pequim em 2008, sendo mais um esporte do qual o Brasil dispõe de representantes. A disputa consiste em um trajeto de dez quilômetros em águas abertas e o nadador que chega primeiro vence. É chamada de maratona devido à sua extensão, tratando-se de provas longas e que exigem um grande preparo físico dos atletas.

As Regras da Natação Maratona aquática 10 km são bastante diferentes em relação às regras da natação em piscinas, que é um esporte mais popular e com o qual o público já tem certa relação de proximidade. Entre as Regras da Natação Maratona aquática 10 km, por exemplo, uma das grandes diferenças é que nessa modalidade as braçadas específicas não são uma exigência.

Maratona aquática

Ou seja, é o nadador que escolhe qual tipo de nado realizará para tentar vencer a maratona, entre nado livre, borboleta e outros tipos. Além disso, na natação maratona aquática de 10 km os atletas não ficam separados em raias, como estamos acostumados a ver nas piscinas. Nessa modalidade, os nadadores competem juntos no mar e são guiados pelos seus treinadores para fazer o percurso da maneira correta já que as provas são longas.

O fato de os treinadores ficarem em boias e poder ajudar os atletas durante o percurso, aliás, é outra peculiaridade entre as Regras da Natação Maratona aquática 10 km. O papel do treinador, durante a prova, é fornecer instruções e bebida para o atleta, sendo que ele não pode cair da boia em nenhum momento do percurso, sob pena de desclassificar o nadador.

Devido ao fato de nesse esporte os nadadores não serem separados pelas raias, uma das grandes preocupações dos juízes que fiscalizam a maratona é em relação ao contato entre os atletas. Durante a maratona aquática um atleta pode, por exemplo, puxar o seu adversário para tentar atrapalhá-lo. Quando o juiz percebe que alguma irregularidade aconteceu, ele está autorizado a desclassificar o nadador que infligiu as regras.

Características da Maratona Aquática Olímpica

10 km de maratona é a distância que foi estipulada para o esporte como uma modalidade olímpica. Devido a essa extensão, portanto, as provas de maratona aquática olímpica são classificadas como provas longas (de 3 a 15 km) e de grande duração. Sem dúvidas, essa é uma modalidade de esporte que exige grande preparo físico do atleta, além de muito treino e sintonia com o treinador durante o percurso.

Na prova olímpica, o nadador precisa dar quatro voltas de 2,5 km em torno das boias que caracterizam o percurso da maratona. Para que tenham um norte, os atletas dispõem de um barco que os orientam durante o trajeto da maratona aquática. Nas boias que marcam o trajeto é onde ficam os treinadores dos nadadores, encarregados de guiar e dar bebidas aos atletas.

De acordo com a Federação Internacional de Natação (Fina), todas as maratonas aquáticas olímpicas devem, obrigatoriamente, acontecer em águas abertas que não tenham uma temperatura inferior a 16º C. Isso porque as provas são longas, duram bastante tempo e, caso as temperaturas fossem muito baixas, poderiam sofrer com problemas graves, como hipotermia.

Em relação à fiscalização dos juízes e eventuais desclassificações, na maratona aquática de 10 km os atletas só podem ser eliminados da prova caso ocorra uma segunda penalização. A principal preocupação em torno da fiscalização é a trapaça em relação aos puxões e empurrões nos nadadores que são considerados os favoritos, já que os adversários, muitas vezes, tentam prejudicá-los.

Tratando-se de provas que são divididas em circuitos, quando o primeiro nadador termina a maratona aquática todos os outros competidores devem se dirigir ao funil da chegada, independente do número de voltas nas boias que eles deram. Por fim, nas provas de natação em maratona aquática o atleta não pode fugir da agitação das águas. É obrigatório respeitar o trajeto preestabelecido pela organização.

Regras da Natação Maratona aquática 10 km:

• A prova tem que sempre acontecer em águas abertas;

• Os nadadores devem seguir o percurso estabelecido pela organização, que é indicado pelas boias que demarcam o espaço;

• Não há um estilo de braçada definido ou obrigatório durante a corrida aquática;

• O treinador não pode cair da boia;

• O treinador é responsável por orientar seu atleta e dar bebidas para a hidratação dele;

• Quando o treinador cai de sua boia, imediatamente o atleta é desclassificado da prova;

• É proibido tentar prejudicar os outros competidores com braçadas, puxões ou outros tipos de contato físico proposital sob pena de desclassificação;

• A desclassificação ocorre após a segunda penalização do mesmo nadador;

• Os juízes são os responsáveis pelas desclassificações e decisão final;

• Como em todos os esportes olímpicos, os atletas estão sujeitos a exames de doping e não podem ser pegos, sob pena de desclassificação;

• Durante todo o percurso, o nadador tem de seguir e passar pelos pontões flutuantes.