Divisão político-administrativa do Brasil


O Brasil é uma nação independente e autônoma politicamente, dispõe de uma região separada em estados, que nessa condição são 26, fora o distrito federal que corresponde a uma unidade da federação que foi estabelecida com o objetivo de acolher a metrópole do Brasil e também o polo do Governo Federal.

Foram diversas as razões que conduziram o Brasil a fazer uma separação interna da região, dentre eles os principais foram os aspectos político-administrativos e históricos. Esse procedimento começou ainda no período colonial, instante esse que o Brasil estava separado em capitanias hereditárias, dessa maneira estados como Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte são provenientes de velhas capitanias constituídas no antigo momento onde prevalecia esse modelo de separação.

político-administrativa do Brasil

Uma das razões que beneficiavam a separação interna da nação é quanto à gestão administrativa da região, onde se separa as obrigações de fiscalizar em porções menores, pois grandes distancias territoriais sem posse e inexistência de estado pode gerar uma sequência de problemas, até a perda de regiões para nações vizinhas.

No final do século XIX quase todos os estados estavam com seus próprios formatos atuais, contudo certos estados apareceram depois, como Tocantins, em 1988, e Mato Grosso do Sul, em 1977, gerando uma reorganização na posição cartográfica e governamental do interior da nação.

Estado quer dizer unidade da federação brasileira. O Brasil apresenta leis específicas, uma vez que está estruturado politicamente e retém toda autonomia. As leis são formuladas em padrão federal e são independentes, contudo, municípios e estados apresentam leis específicas, porém que são submetidas às leis nacionais, nesse caso, a Constituição Federal.

Além da separação em federações há uma no interior dos estados, a regionalização em cidade, que apresenta leis próprias que são dependentes das leis federais, essa regionalização ainda pode ser separada em distritos.

Divisão política

Na separação administrativa do Brasil, têm-se os estados, os municípios, os distritos e o distrito federal.

– Estados: unidades federativas do país. São gerenciados por governos estaduais, que são dependentes do Governo Federal. Cada estado tem sua própria capital, no qual está implantada a sua matriz administrativa.

– Municípios: equivalem as unidades administrativas que são menores que os estados. São gerenciadas pelos governos municipais, mais popularmente conhecidos como prefeituras, que são dependentes do Governo Federal e do Governo Estadual.

– Distritos: são unidades governamentais que fazem parte dos municípios. Um município pode ser formado por um ou mais distritos. O distrito matriz normalmente apresenta o mesmo nome que o município e os outros distritos costumam ser denominados de vilas. Quando uma vila se expande, ela é promovida a município.

– Distrito Federal: é a matriz do governo federal, lugar onde está a metrópole do país. É no Distrito Federal que estão às matrizes dos poderes executivo, legislativo e judiciário. No Brasil, o Distrito Federal está localizado no estado de Goiás, e a capital brasileira em Brasília.

O Brasil é uma República Federativa composta por 26 estados, onde 17 estão no litoral e nove no interior no país. O território brasileiro apresenta uma área de aproximadamente 8.514.876 km², que equivale praticamente a metade do continente sul-americano.

Conforme o IBGE, a região brasileira está separada em cinco regiões formadas por longos blocos territoriais. São elas:

Norte: Amazonas, Pará, Acre, Rondônia, Roraima, Amapá e Tocantins.

Nordeste: Piauí, Maranhão, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Sergipe, Alagoas e Bahia.

Centro-oeste: Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

Sudeste: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo.

Sul: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Região Norte

A região Norte é composta por sete estados, onde estão localizadas a Floresta Amazônica e a Bacia Amazônica. É a maior região brasileira, mas a menos habitada. O clima encontrado na região norte é o equatorial.

Região Nordeste

A região nordeste apresenta noves estados. É a segunda região com a maior quantidade de habitantes. O clima pode mudar conforme a localização, sendo semi-árido no centro e úmido nas regiões ocidental e oriental.

Região Centro-Oeste

A região Centro-Oeste apresente só três estados mais o Distrito Federal. É a segunda maior região brasileira, mas a menos povoada. Tem a agropecuária como principal atividade econômica. O clima dominante é o tropical.

Região Sudeste

A região Sudeste apresenta quatro estado. É a região mais avançada, em razão do grande crescimento econômico, agrícola e industrial, além de ser a com mais habitantes. O clima muda conforme a localização, sendo tropical de altitude nos planaltos, e tropical atlântico no litoral.

Região Sul

A região Sul apresenta três estado. É a menor região do Brasil, mas a que possui grande influencia européia, principalmente germânica e italiana. O clima dominante é o subtropical. Dessa forma, o Brasil apresente o quinto maior território com relação aos demais países.