Biomas


Alguém me explica?

Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre biomas, que nada mais são do que diversos tipos de ecossistemas semelhantes entre si. Classificados como “comunidades biológicas” o termo surgiu no ano de 1943, criado pelo botânico estadunidense Frederic Edward Clements.

Frederic definiu conceitualmente os biomas como unidades do tipo biológicas, e até mesmo, espaços geográficos que podem ser definidos a partir de características peculiares, como por exemplo, solo, altitude e até mesmo o tipo de vegetação. É por isso que muitas vezes temos uma dessas características atreladas ao nome do próprio bioma, por exemplo: Bioma de Savana (refere-se ao tipo de vegetação), Floresta Tropical Úmida ou Seca (diz respeito ao clima do lugar).

Grosso modo diz-se que os biomas são diversos ecossistemas que se ligam. E, para que não restem dúvidas, é bom lembrar que ecossistemas são definidos como “sistemas ecológicos” no qual a principal característica é a própria interação entre os seres vivos que ocupam tal espaço.

Biomas

Tipos de biomas existentes no mundo

Em todo território mundial podemos identificar diferentes tipos de biomas, a título de exemplo citaremos alguns: Florestas Tropicais (Secas e Úmidas); Tundras; Florestas Temperadas e Coníferas; Desertos; Savanas; Bioma do Mediterrâneo; Chaparral; Prados Temperados e Montanhas.

É importante ressaltar que cada um apresenta uma característica muito específica que irá o diferenciar e torná-lo único. Cabe dizer ainda que cada bioma pode “conter” dentro de si biomas, ou, conjuntos de ecossistemas menores com características e desenvolvimento próprios.

Mas, já que falamos sobre isso, é necessário falar também dos biomas existentes no Brasil, e mesmo que de maneira rasa, trazer algumas de suas características. Vamos lá?

Os biomas brasileiros

Por ser um território de grandes extensões pode-se imaginar que o Brasil apresente diversos tipos de bioma, no total são seis, sendo eles: Amazônia; Pantanal; Caatinga; Cerrado; Mata Atlântica e Pampa.

É claro que cada um tem suas peculiaridades, e, por esse motivo abriga variados tipos de animais e também de vegetação. A seguir veremos cada um separadamente:

1- Amazônia: ocupando pouco mais de 49% da área total do país é considerado o maior e um dos mais diversificados biomas do planeta, além de levar o título de maior bacia hidrográfica do mundo com 1.100 afluentes. Pode-se dizer ainda que entre as principais características desse bioma estão suas riquezas naturais: grande quantidade de madeira, minério, plantas, peixes e demais animais. Entretanto, atualmente, tais recursos vêm sofrendo a ação da exploração do homem e colocam em risco o equilíbrio desse conjunto de ecossistemas.

2- Pantanal: bem menor do que sua precedente a Amazônia ocupa apenas 1,76% da área total do Brasil, é conhecido por ser a maior extensão úmida contínua do mundo, outra característica desse bioma é que o mesmo sofre influência de três outros conjuntos de ecossistemas brasileiros (Mata Atlântica, Cerrado e Amazônia). O Pantanal abriga espécies consideradas ameaçadas de extinção em outros biomas, por isso apresenta grande quantidade de peixes, anfíbios, répteis e mamíferos. Por fim, cabe dizer que a vegetação da região é vasta e apresenta características medicinais.

3- Caatinga: localizada em pouco mais de 9% da extensão territorial brasileira engloba diversos estados, entre os quais, Minas Gerais e Bahia. Comumente lembrada por sua biodiversidade é morada de centenas de espécies de animais. Hoje esse bioma vem sendo protegido, principalmente por Instituições de Ensino Superior, que fizeram do bioma seu campo de estudos, além de uma área de conservação ambiental.

4- Cerrado: é classificado como o segundo maior bioma da América do Sul, ocupando 22% do território brasileiro. Famoso pelo potencial hidrográfico, haja vista que lá nascem três das maiores bacias hidrográficas do país, além, é claro, de sua biodiversidade. Outra característica marcante desse conjunto de ecossistemas é ser considerado o mais rico bioma de savana do mundo. Vale ressaltar que além da importância ambiental, o Cerrado representa “sustento” e desenvolvimento para uma expressiva parte de brasileiros que vivem da exploração das riquezas naturais do local.

5- Mata Atlântica: classificado como Patrimônio Natural da humanidade ocupa 15% do território nacional. No quesito biodiversidade apresenta pouco mais de 20 mil espécies vegetais, além de tantas outras animais; assim como o Cerrado exerce grande importância na vida de muitos brasileiros, principalmente pela extração dos recursos naturais. A Mata Atlântica apesar dos percalços enfrentados tem muito que comemorar, afinal, recentemente tem recebido apoio do Governo Federal, e também, do Estadual.

6- Pampa: por fim chegamos ao último bioma brasileiro, mas não menos importante, o pampa, um bioma localizado exclusivamente no Estado do Rio Grande do Sul (dentro do território brasileiro é claro, afinal estende-se por Uruguai e Argentina). Caracterizado por serras, planícies, morros e coxilhas apresenta extrema biodiversidade com matas ciliares, encostas e até mesmo banhados.

A importância

Como você pode observar a importância dos biomas está não apenas em sua biodiversidade, mas também, em toda a importância que exercem na economia local de determinadas regiões. Portanto, fica aqui o apelo pela conscientização de preservá-los e investir em ações para recuperar o que já foi destruído.