Particípio: uma forma nominal dotada de particularidades


Particípio

O particípio, em companhia com o gerúndio e o infinitivo, é uma das denominadas formas nominais do verbo. É conhecido assim por não possuir qualquer terminação modo-temporal ou número-pessoal.

É uma maneira mais firma, utilizada para todos os indivíduos, e flexionando-se em número e grau, assimilando-se mais com um adjetivo do que com uma estrutura verbal. Mais uma razão para ser conhecido como forma nominal.

O infinitivo como, por exemplo, pode adquirir o papel de substantivo; o gerúndio pode desempenhar um papel de adjetivo o advérbio, a medida que o particípio pode ocupar o lugar de um adjetivo.

Linguisticamente falando, a língua portuguesa possui dois particípios: o particípio passado e o particípio presente. O particípio passado é aquele, aceito por todos os especialistas, que utiliza as terminações –ado e –ido. Já o particípio presente, por sua vez, é determinado pelas terminações –ante, -ente e –inte.

Apesar disso, a grande parte dos gramáticos considera que há somente um particípio no português, o particípio passado. O gerúndio, utilizado na língua portuguesa, também pode fazer o papel igual ao do particípio presente.

Entretanto, outras particularidades são empregadas a forma em discussão, tendo em vista que é exatamente nessa forma nominal que estão os denominados verbos abundantes e, se assim se definem, é porque existem duas formas: o particípio regular e o particípio irregular.

Particípio regular

Os verbos localizados no particípio regular serão usados na voz ativa junto com os verbos auxiliares haver e ter. Nos seus formatos regulares, o particípio termina em IDO OU ADO.

FALAR – FALADO

O menino havia falado bobagens no discurso.

CAMINHAR – CAMINHADO

Nós já tínhamos caminhado de tarde.

MORRER – MORRIDO

A sua tia havia morrido há três anos.

COMER – COMIDO

A moça tinha comido tudo que sobrara.

PARTIR – PARTIDO

Ela tinha partido pela manhã, cedinho, antes que o resto acordasse.

SORRIR – SORRIDO

Por mais que estivesse triste, havia sorrido para mim com muita firmeza.

Como pode ser observado nos exemplos acima, a principal utilidade do particípio é manifestar uma ação já finalizada, terminada. Contudo, existem muitos episódios em que ele se iguala com o adjetivo:

Ex:

1) O rapaz chegou na escola todo molhado.

2) Aquele rapaz é falado em toda a vizinhança.

3) As bolsas estavam jogadas no canto da sala.

4) Aqueles rapazes não eram amados, porém maltratados pelas mulheres.

Particípio Irregular

Os verbos localizados no particípio irregular serão usados na voz passiva junto com os verbos auxiliares estar e ser.

Ex:

1) O documento foi escritohá mais de dez anos.

2) A loja será aberta no fim de semana.

3) A menina já está coberta.

4) Os estudantes têm feito o dever de casa com primor.

No entanto, há certos verbos no particípio que podem ser irregulares ou regulares, esses são denominados como verbos abundantes. Eles possuem duas ou mais maneiras semelhantes para a mesma pessoa e mesmo tempo.

1ª conjugação

– ACEITAR – aceito, aceitado

– MATAR – morto, matado

– ENTREGAR – entregue, entregado

– EXPULSAR – expulso, expulsado

– EXPRESSAR – expresso, expressado

– SOLTAR – solto, soltado

– SALVAR – salvo, salvado

2ª conjugação

– ACENDER – aceso, acendido

– ELEGER – eleito, elegido

– BENZER – bento, benzido

– PRENDER – preso, prendido

– MORRER – morto, morrido

– SUSPENDER – suspenso, suspendido

– ROMPER – roto, rompido

3ª conjugação

– EMERGIR – emerso, emergido

– EXTINGUIR – extinto, extinguido

– EXPRIMIR – expresso, exprimido

-IMERGIR – imerso, imergido

– FRIGIR – frito, frigido

– INSERIR – inserto, inserido

– IMPRIMIR – impresso, imprimido

– TINGIR – tinto, tingido

-SUBMERGIR – submerso, submergido

Há certos verbos que, apesar de serem abundantes, são mais usados no particípio irregular, não considerando o verbo precursor, ter e haver ou ser e estar. Esse descumprimento não é visto como errado, porém como um funcionamento natural do dialeto, que, por ser enérgico, sofre com mudanças culturais, históricas e sociais.

Ex:

– ABRIR – aberto

– DIZER – dito

– COBRIR – coberto

– FAZER – feito

– ESCREVER – escrito

– VER – visto

– PÔR – posto

– VIR – vindo