Predicação Verbal (verbos transitivos diretos e indiretos)

Predicação Verbal

Verbo intransitivo

Todo verbo classificado como transitivo é um verbo que necessita de um complemento para transmitir o seu sentido. Vamos relembrar: verbos intransitivos conseguem transmitir o sentido completo sem complemento, então, os verbos transitivos são aqueles que precisam de uma junção de complementos verbais para ter o seu sentido completo.

Existem os verbos transitivos diretos e indiretos, simultaneamente. Antes esses verbos eram classificados como verbos bitransitivos, mas depois das reformas ortográficas, costuma-se chamar de verbos transitivos diretos e indiretos. Esses necessitam tanto de um objeto indireto como um objeto direto para ter o sentido e transmitir a mensagem.

Verbos transitivos diretos e indiretos: comunicar; emprestar; influenciar; pagar; agradecer; comemorar; oferecer; perdoar; informar; aconselhar; contar; entregar; devolver e ensinar.

Verbo transitivo direto

Os verbos transitivos diretos são os verbos que necessitam apenas de um complemento, sem preposição. O complemento desse tipo de verbo é chamado de objeto direto, e na maioria das vezes, o objeto é a resposta da pergunta “o quê?”.

Verbo transitivo indireto

Os verbos intransitivos diretos são os verbos que além do complemento, precisam de uma preposição para garantir a regência verbal. Na maioria das vezes, os complementos desse tipo de verbo (chamados de objeto indireto), respondem às perguntas: “para quem?”, “de quem?” e “a quem?”.

Classificação dos verbos

Um mesmo verbo pode ser classificado em:

– verbo transitivo direto
– verbo transitivo indireto, ou então;
– verbo intransitivo (quando não exige complemento)

A classificação dos verbos dependerá sempre do significado que ele representa em cada frase. Como citado acima, um mesmo verbo pode ser classificado de diferentes formas. Isso significa que ele pode ser intransitivo em uma frase (com sentido completo, sem complemento), como pode ser transitivo direto, ou ainda indireto em outras frases (exigindo assim um complemento).

Para que não se tenha erros na classificação, antes de classificar os verbos é preciso analisar o contexto em que o verbo está inserido.