Reações Químicas


Uma reação de caráter química acontece toda vez em que determinadas substâncias passam por transformações no que diz respeito ao seu próprio estado inicial, que são chamados nesse caso de reagentes.

Para que essa ação se torne possível, a ligação entre as moléculas e os átomos deve ser, em primeiro plano, rompida, para que, depois, possam se reestabelecer de uma maneira diferenciada: e é exatamente nesse processo que as reações são caracterizadas. Geralmente, essas ligações químicas são realmente muito fortes. Por isso, para que a reação realmente dê início, se torna necessária a presença de energia em forma de calor.

Reações

Dessa forma, é interessante destacar também que grande parte das reações químicas só se tornam possíveis de acontecerem em meio a circunstâncias próprias, como é o caso da presença de eletricidade ou de presença de luz, o fornecimento de calor e assim por diante.

Como reconhecer uma reação química

É possível identificar uma reação química por meio do aparecimento de novos produtos, ou melhor, substâncias que sejam diferenciadas das originais, ou melhor, dos reagentes.

Assim, toda vez que essas substâncias conseguem reagir, é possível até mesmo notar alguns fatos que são visíveis a olho nu, motivo pelo qual estamos rodeados de reações químicas a todo tempo, por mais que não consigamos as perceber.

Entre essas reações químicas que proporcionam fatos visíveis e que confirmem, então, a olho nu, a ocorrência da reação, podemos destacar alguns bem comuns e familiares a muitos, como é o caso do desprendimento da luz ou do gás, a mudança de cheiros ou de colorações, a formação de alguns precipitados, e assim por diante.

Em alguns casos, devemos ainda destacar que os reagentes, ou seja, as substâncias originais contam com a presença de algumas impurezas e, dessa forma, a reação química não tem como ser realizada com integral aproveitamento.

Por isso, devemos destacar que nem todas as reações químicas ocorrem envolvendo um aproveitamento total, até mesmo porque elas não acontecer unicamente em laboratórios, mas estão presentes por todos os lados e em todos os momentos.

Entre as reações químicas que acontecem com maior frequência no nosso próprio dia a dia, podemos destacar as reações de redução e de oxidação.

Exemplo

Vamos imaginar então que dois reagentes foram misturados e, agora, não estão mais presentes em iguais proporções. Dessa forma, se torna claro que um deles poderá ser consumido de forma integral, enquanto o outro deixará uma determinada quantidade de reagente praticamente sem qualquer reação.

O reagente que consegue garantir o aproveitamento de maneira integral é caracterizado como o reagente limitante, enquanto o outro é chamado como o reagente em excesso. Um exemplo bem comum e presente no nosso próprio dia a dia no que diz respeito às reações químicas é a famosa reação de combustão.

Para que uma reação de combustão possa realmente acontecer, há a necessidade de presença de três diferenciados fatores: um comburente, um combustível e energia para que seja possível a ativação do processo de reação química.

Essa reação química é caracterizada então pela queima que acontece com algum combustível que, por sua vez, pode ser o álcool, o diesel, gasolina e outros. Esse processo ocorre por meio da energia de ativação que, neste caso, é uma faísca elétrica, ou melhor, o calor de uma determinada chama. Vale destacar que esse processo deve acontecer na presença de algum comburente, que geralmente é caracterizado como o próprio oxigênio do ar O².

Principais reações químicas

Existem algumas reações químicas que são mais comuns do que outras, ou seja, acontecem com maior frequência e são processos bem importantes.

Vamos para algumas dessas reações.

Reação de decomposição

A reação de decomposição é aquela em que um composto de caráter químico se decompõe em um número de pelo menos duas substâncias. Quando a decomposição precisa de uma fonte de calor, ela se torna uma decomposição térmica.

A fórmula geral desse tipo de reação é: AB  A + B.

Reação de síntese/ reação de combinação direta

Por outro lado, esse é o tipo de reação em que duas ou um número superior de substâncias combinam entre si de maneira direta e, dessa forma, conseguem formar um composto químico novo.

A fórmula geral para esse tipo de reação química é: A + B  AB.

Reação de troca simples

A reação química de troca simples é aquela em que um dos elementos acaba substituindo o outro em um determinado composto químico, produzindo um novo composto, e assim o elemento é também deslocado.

A fórmula geral é caracterizada como: A + BC - AC + B.

Reação de dupla troca

Por fim, entre as mais conhecidas reações químicas, temos também a reação de dupla troca, que é aquela em que dois compostos de caráter químico trocam os seus radicais e, dessa forma, geram dois compostos novos.

A fórmula geral para essa reação química é: AB + CD - AD + CB.