Como escrever um projeto de pesquisa para bolsa


Como não é novidade para ninguém, uma sociedade mais justa e o alcance do status de desenvolvido para um país são alcançados através do fortalecimento do tripé educação, cultura e tecnologia, e foi justamente isso que começou a ocorrer no Brasil na última década. Graças a programas criados pelo governo federal e a boa economia, o ensino superior passou por um verdadeiro boom, e muitas pessoas que antes não teriam nem a mais remota possibilidade de cursar uma graduação hoje estão matriculados em instituições de ensino superior (IES).

Como escrever um projeto de pesquisa para bolsa

Para o país, este salto na educação representa um enorme passo, pois com mais pessoas especializadas o mercado teoricamente não sofre com a falta de bons profissionais e a tecnologia e inovação do país são desenvolvidas de maneira muito mais rápida, beneficiando uma enorme quantidade de pessoas.

No entanto, com este crescimento no número de alunos matriculados em IESs surge a questão da competição por bolsas, já que somente uma parcela dos projetos de pesquisas pode ser premiada com incentivo financeiro. Além disso, a realidade imposta pelo governo interino à educação, notadamente a superior, é bastante grave, com cortes inimagináveis no orçamento e pouco incentivo.

Assim, se conseguir uma bolsa de pesquisa já era difícil antes, hoje é ainda mais. Isso significa que não basta uma boa ideia, é necessário que um projeto de pesquisa para bolsa seja persuasivo, adequado às normas impostas por aquela instituição de fomento à pesquisa e, principalmente, bem fundamentado. Mas como fazer isso? É o que você irá descobrir na sequência.

Estrutura do projeto

Apesar dos modelos de projeto de pesquisa serem diferentes conforme a instituição, a divisão de seu conteúdo é basicamente a mesma. Por isso, aqui iremos usar uma prototípica, que mesmo que não seja idêntica ao seu modelo, é certamente muito parecida em termos de conteúdo.

  • Tema

Toda e qualquer pesquisa busca encontrar a resposta para a resolução de um problema. Porém, este tema deve ser adequado ao momento acadêmico do estudante. Um estudante de graduação faz pesquisa de iniciação científica, ou seja, como já indica o próprio nome seu projeto deve ser simples e analisar um tema objetivo, pois mesmo que ele não chegue à solução, terá atendido aos requisitos de sua bolsa de pesquisa, que é ser cientificamente iniciado. No mestrado as ambições são maiores, mas os objetivos modestos, pois em 2 anos não é possível inventar a roda. Assim, deve priorizar uma boa revisão bibliografia. Já no doutorado, espera-se que o aluno invente alguma coisa (uma teoria, um produto, uma nova abordagem a um velho problema, etc.), por isso o escopo do projeto pode ser bastante amplo, sempre focado em resultados.

  • Justificativa

O principal requisito para obter uma bolsa de pesquisa é ter um projeto relevante. Assim, seu projeto deve responder o mais claro possível o porquê escolhê-lo, e aqui entra à justificativa. Explique a razão do problema abordado é relevante dentro da área de pesquisa, apoie em trabalhos feitos, citando suas limitações e seus apontamentos, use fontes confiáveis e sempre que possíveis dados relevantes e, principalmente, justifique quais serão os benefícios de ter o problema tratado resolvido.

  • Objetivos

Os objetivos são a forma resumida do que você irá alcançar com seu trabalho. Por isso, seja breve e claro na escrita, de modo que seja possível identificar como os meios e materiais utilizados na próxima seção são agentes possibilitadores desses objetivos.

  • Materiais e métodos

Parte mais importante de todo e qualquer projeto de pesquisa para bolsa, pois é aqui que se verificará a consistência de seu trabalho. Discuta previamente com seu(a) orientador(a) e escolha autores e abordagens reconhecidos na área e capaz de subsidiar de maneira sólida sua empreitada.

  • Cronograma

Pode parecer algo simples, mas o cronograma deve ser bem planejado, pois seus prazos de entrega dependerão dele. Portanto, não seja irreal, elabore um cronograma que você tenha certeza que conseguirá cumprir, principalmente no tocante aos relatórios de pesquisa.

Informações adicionais

O recebimento de uma bolsa implica em diversas obrigações financeiras e de protocolos acadêmicos. Fique sempre atento à realização de eventos que sejam importantes para a sua pesquisa, pois as agências de fomento cobrem custos desta natureza. Mas também é necessário que você guarda nota fiscal e recibos de tudo o que foi comprado utilizando o dinheiro da bolsa, de uma simples impressão até os gastos com equipamentos, pois tudo isso entra como obrigação na prestação de contas.

Lembre-se que ao ser contemplado com uma bolsa para a realização de seu projeto de pesquisa você não está ganhando um dinheiro de graça, mas sim oferecendo seus esforços científicos em prol do bem da comunidade. Assim, sempre leve a sério tudo o que você fará enquanto um pesquisador bolsista.

Além das dicas de escrita e conteúdo que você recebeu aqui, converse com professores e alunos que já possuem bolsa, pois a orientação deles pode ser de grande valia para você conquistar seus objetivos.