A biologia comprova


Diante de todos os avanços tecnológicos que fazem parte do nosso dia a dia, muitas vezes nos questionamos ou paramos para pensar em como as descobertas científicas são realizadas e como isso interfere diretamente na nossa vida e na forma que enxergamos o mundo. São tantas as inovações, em todas as áreas do conhecimento, que é difícil acompanhar todas e acabamos nos atendo apenas aos ramos da ciência e do conhecimento que nos interessam, ou que temos que saber por conta de estudos e obrigações escolares.

Entretanto, é fundamental percebermos que nós, os seres humanos, fazemos parte de um conjunto amplo e complexo, com diversos níveis de estrutura e que tudo na verdade, está interligado. Percebemos isso mais claramente quando enfrentamos problemas ambientais graves, que interferem em nosso cotidiano, e um exemplo recente é a crise hídrica que afeta populações inteiras. Analisando questões como essa, percebemos e entendemos que a biologia comprova a estreita relação entre os hábitos contemporâneos de vida com os problemas causados pela ocupação do homem na terra. Portanto, o estudo da biologia é uma grande fonte de informações úteis e necessárias para entendermos o funcionamento do planeta como um todo e nos situarmos corretamente nesse contexto.

biologia comprova

A curiosidade move o pensamento humano

Desde os tempos mais remotos, quando habitávamos as cavernas e temíamos o fogo, um elemento sempre foi fundamental para o desenvolvimento do ser humano, a curiosidade. Se não fosse por ela e pela coragem dos primeiros humanos, ainda estaríamos vivendo nas cavernas e enfrentando animais selvagens para sobreviver.

A curiosidade é o motor que impulsiona todo o conhecimento humano e mantemos isso até os dias de hoje. Se observarmos as crianças ao nosso redor, vamos perceber isso facilmente, pois cada dia de vida é um universo novo que se abre diante dos olhos dos pequenos, e esse interesse nas crianças é visível e fundamental para que elas descubram o mundo ao seu redor.

Sabemos que a biologia é o estudo da vida, em seu sentido mais amplo, e que estamos cercados de vida por todos os lados. Seres microscópicos estão ao nosso redor e dentro do nosso organismo, numa perfeita sintonia que permite que a vida se perpetue e se renove. Portanto, é através do seu estudo e da observação diária que absorvemos os conhecimentos mais simples, como aprender a caminhar ou identificar o que é comestível e o que pode nos fazer mal.

A Biologia comprova boa parte das nossas experiências cotidianas, através de estudos e da reprodução de processos químicos e físicos em laboratório, o que legitima nossas experiências e enriquece o conhecimento do ser humano a respeito de si mesmo e de todos os demais organismos vivos que o cercam.

As fronteiras do estudo da vida se estendem a cada dia

Já sabemos que somos resultado de todas as interações possíveis entre os seres vivos, de todas as espécies, que habitam o Planeta Terra. E na incansável busca por conhecimento e principalmente por respostas, somos impelidos a cada dia a um novo mundo de descobertas fascinantes e inimagináveis. Até mesmo o funcionamento do nosso cérebro, essa máquina perfeita e ainda misteriosa, é objeto de estudo constante e sistemático.

Como ocorre um pensamento, como surge uma ideia, como explicar a criatividade? São perguntas para as quais ainda buscamos respostas, mesmo que executemos essas ações o dia todo, durante toda nossa vida. Como determinar o que é mais relevante em nossos estudos, como cobrir toda a gigantesca e infinita gama de inter-relações entre os seres vivos e como absorver tanto conteúdo? O estudo da biologia comprova que nosso organismo é um micro universo individual e que depende de diversas outras formas vivas para permanecer em funcionamento, desde o que ingerimos até o que vestimos e respiramos.

As fronteiras do conhecimento se expandem a cada instante e que em algum lugar do mundo neste exato momento, algum pesquisador ou cientista está realizando alguma grande descoberta sobre esse assunto vasto e intrigante. Diante desse quadro, podemos admitir que a biologia comprova aquilo tudo que imaginamos e que supomos, e que muitas vezes, instintivamente sabemos. Essas certezas são parte do conhecimento ancestral, transmitido através de gerações, e que faz parte do conhecimento genético que temos a respeito de diversas coisas. Acumulamos as experiências que nossos antepassados vivenciaram há milênios de distância e com nosso estudo e conhecimento, colaboramos para que as futuras gerações sejam abastecidas desses conteúdos e sejam mais sábias.

Embora vivamos a era da tecnologia e da modernidade, somos seres vivos e, assim como todos os demais habitantes da Terra, fazemos parte desse todo, com suas relações e dependências. Somos agentes ativos, e muitas vezes até, destrutivos desse grande bioma, que cada vez mais a biologia comprova ser um único e gigantesco ser vivo, onde cada ação resulta numa reação e pelo qual somos responsáveis.